Palmas, 28/07/2017

Economia

Boa Vista SCPC

Consumidores veem economia pior do que em 2016, aponta pesquisa da Boa Vista SCPC

  • O levantamento tamb√©m apurou como est√° a renda familiar, a capacidade de pagamento das contas, o n√≠vel de endividamento, e quais s√£o as expectativas sobre a pol√≠tica e economia do Pa√≠s para 2018


15 de mar√ßo de 2017 ‚Äď Pesquisa in√©dita da Boa Vista SCPC, elaborada com 1.169 respondentes, de todo o Brasil, constatou que para a maioria dos consumidores brasileiros (45%), a economia hoje est√° pior em compara√ß√£o ao ano passado. Dos que acreditam que est√° igual ao ano anterior, somam 38%, e em situa√ß√£o melhor, 17%. No entanto, se o cen√°rio econ√īmico atual n√£o est√° t√£o animador, para o pr√≥ximo ano a expectativa √© de melhora para 79% dos respondentes. 

O levantamento produzido em fun√ß√£o do Dia Internacional do Consumidor, que ser√° comemorado no pr√≥ximo dia 15 de mar√ßo, tamb√©m buscou saber dos entrevistados o quanto se sentem informados sobre as quest√Ķes pol√≠ticas e econ√īmicas do Pa√≠s. 57% alegam estar informados parcialmente. 28% totalmente bem informados e 15% dizem n√£o se sentir informados sobre os assuntos que pautam a pol√≠tica e a economia do pa√≠s.

A pesquisa também questionou se a renda familiar é suficiente para pagar os gastos fixos no final do mês, e a resposta não foi nada animadora. Mesmo alegando suficiência de renda para pagar as contas, a dificuldade em pagá-las no final do mês abrange mais de 50% dos consumidores, independente da classe social.

Uma outra pergunta feita na pesquisa da Boa Vista SCPC foi: considerando a renda mensal atual da fam√≠lia, voc√™ diria que pagar as contas do m√™s (contas fixas, como √°gua, luz, telefone, TV paga, conta do celular), cart√Ķes, financiamentos e outras despesas extras, √© algo? Para 51% dif√≠cil e para 32% muito dif√≠cil.

Para 65% o poder de compra diminuiu em relação ao ano passado. Ou seja, tem comprado menos atualmente. Já 24% afirmam que o poder de compra em relação a 2016 está igual, mantendo assim as mesmas compras que já estavam acostumados.

A Boa Vista SCPC tamb√©m quis saber como est√£o os h√°bitos dos consumidores com rela√ß√£o as suas economias. A pesquisa constatou que 77% n√£o est√£o conseguindo poupar, contra 23% que t√™m conseguido guardar algum dinheiro. Daqueles que conseguem poupar no fim do m√™s, 56% optam pela poupan√ßa. 31%, no entanto, afirmam aplicar em fundos, a√ß√Ķes, CDB e outras modalidades de investimentos. E 13% em previd√™ncia privada.

E se o cen√°rio econ√īmico atual n√£o est√° f√°cil para a maioria das pessoas, a Boa Vista tamb√©m perguntou como est√° o comprometimento com o pagamento das contas. No geral, 8 em cada 10 consumidores afirmam que j√° tiveram cr√©dito negado em virtude da restri√ß√£o no SCPC e, 49% deles dizem estar negativados atualmente. 

Divis√£o por classe social

A maioria da classe DE se coloca como menos informada com rela√ß√£o √†s quest√Ķes pol√≠ticas e econ√īmicas do Pa√≠s, com 21% dos respondentes. 56% dos entrevistados da classe AB, em contrapartida, afirmam estar totalmente informados sobre as quest√Ķes pol√≠ticas e econ√īmicas do Pa√≠s. A maioria da classe C (59%) alega estar parcialmente bem informado sobre o cen√°rio pol√≠tico e econ√īmico atual. A maioria da classe DE (52%) tamb√©m acredita que a economia hoje est√° pior do que em 2016. A expectativa de um cen√°rio melhor em 2018 √© consenso em todas as classes AB (77%) e C e DE (79%), respectivamente.

A sondagem da Boa Vista SCPC perguntou ainda aos consumidores o que levam em considera√ß√£o, em primeiro lugar, ao decidir pela compra dos seguintes produtos ou servi√ßos. Os entrevistados das classes AB e C buscam por qualidade em quase todos os itens. Promo√ß√Ķes prevalecem na classe DE.

Perfil dos entrevistados

Maioria do p√ļblico representa as classes D/E. Aproximadamente 70% residem no Sudeste do pa√≠s. Prevalecem os homens e os que moram com a fam√≠lia. Os mais jovens concentram-se nas classes DE. 17% dos consumidores da classe DE est√£o desempregados. 34% fazem "bico" ou trabalho extra. Em m√©dia, 65% dos consumidores s√£o casados e possuem filhos. Na classe AB este percentual cai para 62%.

Metodologia

Esta pesquisa teve como objetivo identificar se o consumidor conhece o C√≥digo de Defesa do Consumidor e quais s√£o seus direitos. E mais, identificar tamb√©m a percep√ß√£o sobre a atual conjuntura pol√≠tica e econ√īmica e suas perspectivas, seus h√°bitos de poupar, bem como quais s√£o os servi√ßos que j√° tiveram algum tipo de problema. A aplica√ß√£o da pesquisa se deu via Internet, por meio do Portal Consumidor Positivo, ao longo do per√≠odo de 31 de janeiro at√© 13 de fevereiro, e contou com a participa√ß√£o de 1.169 respondentes.
 
Sobre a Boa Vista SCPC 
 
A Boa Vista SCPC √© uma parceria estrat√©gica que contribui, ativamente, na tomada de decis√£o e na redu√ß√£o de riscos nos neg√≥cios das empresas. Possui 350 milh√Ķes de informa√ß√Ķes comerciais de consumidores e empresas e recebe mais de 7 milh√Ķes de consultas di√°rias. 

Com intelig√™ncia anal√≠tica, oferece solu√ß√Ķes para maximizar os resultados das empresas e ampliar a seguran√ßa em cada etapa dos neg√≥cios, a um custo acess√≠vel. Com tecnologia de ponta e a expertise dos 60 anos desde a cria√ß√£o do SCPC, revolucionou o sistema de consulta de d√©bitos do pr√≥prio CPF pela internet (www.consumidorpositivo.com.br), e que hoje beneficia milh√Ķes de consumidores no pa√≠s. E foi tamb√©m a pioneira na realiza√ß√£o do maior mutir√£o de renegocia√ß√£o de d√≠vidas, promovendo a sustentabilidade do cr√©dito. 

Tamb√©m atua no mercado de seguran√ßa eletr√īnica de transa√ß√Ķes e identifica√ß√£o, provendo servi√ßos de certifica√ß√£o digital. Est√° presente em todo o Brasil por meio de escrit√≥rios regionais, representantes e distribuidores, al√©m da parceria com mais de 2 mil entidades representativas do com√©rcio, da ind√ļstria e do setor de servi√ßos.


Confira também


Coment√°rios

comments powered by Disqus