Palmas, 13/12/2017

Economia

Férias

Donos de supermercados, restaurantes e hotéis comemoram aumento nos lucros durante temporada de férias

  • O crescente investimento na infraestrutura e na programação cultural durante a temporada de férias em Palmas rendeu bons frutos, e os comerciantes começam a contabilizar os ganhos obtidos durante todo o mês de julho

Aline Batista

Donos de supermercados, restaurantes e hotéis comemoram aumento nos lucros durante temporada de férias



O crescente investimento na infraestrutura e na programação cultural durante a temporada de férias em Palmas rendeu bons frutos, e os comerciantes começam a contabilizar os ganhos obtidos durante todo o mês de julho. 
 
Para Rafael Henrique Holzbach, que é sócio de um quiosque na Praia da Graciosa e contabiliza anualmente os ganhos e a movimentação de clientes, a temporada foi a melhor dos últimos 10 anos. No ramo de alimentação há uma década, ele afirma: "Tivemos somente em julho um incremento de 35% no nosso faturamento em comparação ao mesmo período do ano passado", explica.
 
Questionado sobre os fatores que explicam esse crescimento, o empresário afirma que a revitalização feita na Praia da Graciosa teve forte influência, além ações para manter o local sempre limpo e seguro. "A Graciosa tem vocação para o fim de tarde, para passeios, atividades noturnas. Recebemos os mais diversos públicos, principalmente de famílias que procuravam sossego, boa comida e, acima de tudo, curtir o pôr do sol", garante.
 
Holzbach afirma que seu restaurante atendeu cerca de três mil pessoas por fim de semana durante o mês de julho. "Acredito que o trabalho feito no estabelecimento, além da questão econômica, é o fator social. Quem vem até nós tem que ser bem recebido e se sentir acolhido em nossa cidade", finaliza.  
 
Turistas movimentam economia
 
Para a presidente da Associação Tocantinense de Supermercados, Maria de Fátima de Jesus, no geral, a movimentação foi intensa e agradou os comerciantes. Também dona de uma rede de supermercados na Capital, Maria de Fátima explica que a programação oficial promovida pela Prefeitura e particulares contribuiu para o resultado satisfatório no aumento das vendas. "Mesmo com a saída de muitos palmenses para outras cidades, nós recebemos um grande número de visitantes", lembra.
 
O vendedor de água de coco Edson Bandeira Dourado, de 64 anos, também sentiu o crescimento nas vendas no mês de julho. Para ele, a melhor parte foi durante o primeiro semestre. Aos domingos, Dourado muda de função e comercializa picolés na Praia da Graciosa. Cerca de 200 picolés foram vendidos por ele somente nos domingos da temporada de férias.
 
Dona de uma loja de roupas na Avenida JK, a empresária Jaqueline Messias chama a atenção para o fato de ter atendido turistas e também os palmenses que dividiram as férias entre a Capital e cidades do interior. "Todos os anos preparo o estoque de peças, já pensando na procura por roupas mais leves e também as de banho", explica a empresária. 
 
Setor hoteleiro aquecido
 
O empresário Marcos Koche, que possui um hotel na Capital com 1 ano e 5 meses de funcionamento, afirma que o ano de 2017 está se mostrando melhor em termos de recuperação da economia do que 2016. "A estruturação da rede turística, com mais opções de traslado, táxis, guias turísticos, restaurantes e casa noturnas, colaboram para que o hóspede ficasse por mais tempo em Palmas."
 
Koche comemora a elevação de 50% na ocupação em seu hotel durante o mês de julho, em comparação com o mesmo período do ano passado. "Identificamos muitos turistas em busca de nossas atrações, tais como o Lago de Palmas, as praias, cachoeiras de Taquaruçu e uma série de atrações que foram promovidas ao longo da temporada."
 
Diretora-geral de um hotel na Capital, Sheila Mégda explica que de janeiro a junho deste ano não houve aumento significativo na ocupação do hotel, mas em julho o local foi muito procurado. "Cremos que os incentivos da Prefeitura, os eventos da cidade e o aumento do turismo estão proporcionando esse crescimento. Estamos motivados a trazer treinamentos e qualificar nossa equipe para receber e hospedar todos os que vierem para Palmas."
 
Programação estratégica
 
A abertura da temporada contou com a realização do 1º Palmas Burguer, festival de hambúrguer, que durante toda a programação recebeu centenas de pessoas na Praia da Graciosa. O evento reuniu comerciantes e food trucks de diversas cidades do cidades do Tocantins, Bahia e também do Distrito Federal. A temporada contou também com shows regionais nas praias da Graciosa e das Arnos; corrida de rua, evento nacional de vôlei de praia, campeonato de voo livre de parapente, aula fitness, exposição de carros antigos, barrada da sustentabilidade e show nacional com Detonautas.
 
"Mostramos que temos potencialidades turísticas inigualáveis e praias permanentes que nos fortalecem como uma opção de atrativo turístico. A temporada foi muito positiva, fomentando a economia da cidade", comemora o secretário executivo da Agência Municipal de Turismo, Eudes de Assis.
 
"Essa temporada de férias vai entrar para a história. Nós conseguimos manter os palmenses na cidade e atrair os turistas. As praias e o Parque Cesamar estavam lotados todos os dias, mesmo durante a semana. Com a continuação da reforma das praias, a estrutura será bem melhor. A economia da cidade será fortalecida", explica o secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Kariello Coelho.
 
Ainda conforme Coelho, mesmo com o cenário de crise no País, Palmas registrou crescimento na economia. "Foi o maior nos últimos 10 anos. Estamos reagindo a cada dia com estratégias bem definidas pela Prefeitura."
 
 
Edição: Lorena Karlla


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus