Palmas, 18/11/2017

Economia

Sedem

Empresários recebem títulos de imóveis do Condomínio Empresarial e dão novo passo para melhoria de seus empreendimentos

  • “Além dos que já receberam as certidões e preparam-se para investir nos locais, mais 386 estão em processo de venda”, secretário da pasta, Kariello Coelho

Empresários recebem títulos de imóveis do Condomínio Empresarial e dão novo passo para melhoria de seus empreendimentos



Fernanda Mendonça
 
Mais 19 empresários deram um novo passo para impulsionar seus negócios ao receberem na manhã desta quarta-feira, 18, as certidões precárias de imóveis do Condomínio Empresarial Logístico e Industrial de Palmas. A entrega foi realizada na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem). Até o momento, 88 empresários já receberam seus títulos, entre eles da indústria de asfalto, distribuidora de alimentos, fábrica de cerveja, distribuidora e fábrica de sementes, indústria de concreto e empresas de prestação de serviços.

"Além dos que já receberam as certidões e preparam-se para investir nos locais, mais 386 estão em processo de venda", secretário da pasta, Kariello Coelho.

O construtor Valmir de Sousa Oliveira, que atua no ramo há oito anos, garante que fez um ótimo negócio. Atualmente com o escritório da empresa funcionando na Arse 13 e o depósito no Setor Lago Sul, ele gasta mensalmente em torno de R$ 10 mil só com alugueis, o que diminui o lucro da empresa. "O valor que estou investindo com a compra de dois lotes, que possuem em torno de 3.700 metros quadrados, terei retorno em menos de um ano. Estou satisfeito e com o dinheiro que vou economizar pretendo investir para a melhoria da minha empresa", garante o empresário ao destacar que a estrutura que será implantada no Condomínio é fantástica. "A localização é estratégica e permite acesso facilitado a todas as regiões da cidade", explica.

Quem também comemora a aquisição de um lote é o empresário da construção civil, Leon Gregório Siqueira Gomes. Ele também foi motivado a sair do aluguel de uma sala comercial que ocupa hoje na ACNO 11, para ter seu próprio imóvel. "Lá vou montar meu escritório e o depósito num só lugar. Achei a iniciativa fantástica e acredito que Palmas só tem a ganhar com o apoio dados aos empresários da cidade", exaltou Gomes ao ressaltar que em dois anos pretende ter o retorno do investimento feito ao deixar de pagar aluguel, além de ter a chance de expandir o seu empreendimento e empregar mais funcionários.
 
Benefícios aos empresários

O Condomínio Empresarial Logístico e Industrial de Palmas é regulamentado por meio do Decreto Nº 1.421, publicado no Diário Oficial do Município, de 21 de julho de 2017 e prevê a instalação de indústrias, distribuidoras, atacadistas ou prestadoras de serviços. O Condomínio, antigo distrito industrial de Taquaralto, contará c om investimento em torno de R$ 11 milhões em infraestrutura física e de acesso ao condomínio, localizado próximo ao Jardim Taquari.

Os empresários que adquirirem um lote no local terão a disposição um centro administrativo, espaço de convenções para receber feiras e eventos, área de convivência, estacionamento para caminhões, hotel para repouso de motoristas, restaurante e guaritas nos acessos pela rodovia. Na primeira etapa, o condomínio será cercado, ganhar á ruas e acessos, instalação de rede de água, esgoto, energia e internet banda larga de 100 MB para atender às empresas.

O valor por terreno será de R$ 20,00 por metro quadrado, que poderá ser pago em parcela única ou em até 12 meses. O pagamento da primeira parcela deve ser realizado na data da emissão da certidão precária. Em caso do não cumprimento dos prazos estabelecidos pelo decreto, o Município poderá recobrar o imóvel alienado no prazo máximo decadencial de cinco anos, restituindo o preço recebido e reembolsando as despesas do comprador.

Coelho lembra que ainda é possível adquirir lotes. Para isso basta o interessado entrar em contato com a Sedem, pelo número (63) 2111-0203, para instruções quanto a abertura do processo de compra. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus