Palmas, 28/07/2017

Economia

Plansaúde

Equilíbrio financeiro foi assunto no 1° Seminário do Plansaúde

  • Segundo o secretário da administração, Geferson Barros, o estado busca novos caminhos visando preservar o Plansaúde

Angelica Lima

Equilíbrio financeiro foi assunto no 1° Seminário do Plansaúde



Hellen Nunes/Governo do Tocantins 

A Secretaria da Administração realizou na manhã desta quinta-feira, 11, o 1° Seminário do Plansaúde que trouxe uma nova perspectiva na busca do equilíbrio financeiro e qualidade no atendimento aos usuários.
 
O evento que aconteceu no auditório do Memorial Coluna Prestes teve a participação do deputado estadual Paulo Mourão, do defensor público Arthur Pádua, de representantes sindicais de diversas categorias, além dos prestadores de serviços do Plansaúde.
 
Segundo o secretário da administração, Geferson Barros, o estado busca novos caminhos visando preservar o Plansaúde. "Buscamos alternativas e soluções para os problemas que o estado vem enfrentando. O Plansaúde tem uma condição de desequilíbrio econômico que precisa ser corrigida" afirma.  
 
Além disso, para Barros evento buscou a efetivação da relação de transparência entre Secad, Plansaúde e prestadores de serviço. "Estamos levando esta discussão a sério, indo além do objetivo de equilibrar o modelo do Plansaúde, mas principalmente visando garantir a continuidade e o bom atendimento ao usuário. Estamos pensando, antes de tudo, no usuário do plano." frisou o secretário.
 
Segundo o presidente do SISEPE – TO, Cleiton Pinheiro, "o Seminário do Plansaúde é uma boa iniciativa para que se possa projetar o futuro do plano, tendo cautela e estudo diante dos ajustes que devem ser feitos, para que não venham a afetar o usuário" afirma.
 
O seminário foi composto pelas palestras do diretor-adjunto da Fundação Getúlio Vargas, Dr. José Bento Carlos Amaral Jr. que trouxe a palestra "Modelos de Gestão" e do Dr. Rubenval Garcia, escritor do livro "Custos Hospitalares: transformando números em estratégia" que trouxe a palestra "Plansaúde: autossustentabilidade para toda a cadeia produtiva".
 
"Trouxe para o evento, um modelo autossustentável de gestão do plano, para que todos possam ser beneficiados. Baseado em uma gestão plena de todas as atividades, mas principalmente, auditorias e controladorias" afirma Rubenval Garcia.
 
O 1° Seminário do Plansaúde marca uma nova etapa das discussões realizadas pela Comissão de Análise e Estudo de Reestruturação do Plansaúde que já ocorrem desde 2016. Dando continuidade aos estudos de reestruturação de maneira democrática e transparente a fim de discutir um novo modelo para o plano, que seja mais viável financeira e orçamentariamente. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus