Palmas, 13/12/2017

Economia

Seguro Rural

FPA pede liberação de recursos do Orçamento para o seguro rural

  • Conforme Nilson Leitão, o seguro agrícola é essencial para garantir que o produtor rural possa superar perdas acentuadas de safras


O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), enviou nesta quarta-feira (19/07) ofício ao presidente Michel Temer manifestando a expectativa de que o governo edite, em breve, decreto de descontingenciamento, que é a liberação de recursos, do Orçamento de 2017 para atender ao seguro rural. Segundo Nilson Leitão, são necessários R$ 310 milhões para atender minimamente as necessidades da safra de Verão.

No ofício ao presidente da República, Nilson Leitão argumenta que com a Emenda Constitucional 95/2016, que limita o aumento dos gastos do governo à variação da inflação, será muito difícil encontrar espaço fiscal para futuras renegociações de dívidas agrícolas, caso ocorram frustrações de safras. Conforme Nilson Leitão, o seguro agrícola é essencial para garantir que o produtor rural possa superar perdas acentuadas de safras.

"Para este ano, o Orçamento para a subvenção federal ao prêmio do seguro rural é de R$ 400 milhões. No entanto, até agora, o valor liberado foi de apenas R$ 90 milhões, o que atendeu somente à safra de Inverno. Os R$ 310 milhões restantes representam um valor mínimo necessário para a safra de Verão, sendo que o ano-safra 2017/2018 teve início no dia 1º de julho", explicou o presidente da FPA.

Nilson Leitão lembra que, recentemente, na aprovação da Lei 13.463/2017, que trata dos recursos destinados aos pagamentos decorrentes de precatórios e de Requisições de Pequeno Valor (RPV) federais, a FPA apoiou sua rápida tramitação "não só por reconhecer a necessidade do governo contar com esses recursos, mas também na expectativa de que pudessem ser atendidas as demandas mais urgentes de interesse do setor rural", concluiu.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus