Palmas, 11/12/2017

Economia

O Boticário

Práticas sustentáveis resultam em economia e melhor uso dos recursos naturais, além de reconhecimento ao Grupo Boticário

  • Entre ações para mudar o futuro, empresa tem o maior programa de logística reversa do Brasil, em números de pontos de coleta, eneficiando 1.200 catadores de cooperativas de materiais recicláveis

Práticas sustentáveis resultam em economia e melhor uso dos recursos naturais, além de reconhecimento ao Grupo Boticário



São Paulo, julho de 2017 – A sustentabilidade está na alma e na essência do Grupo Boticário, que controla quatro unidades de negócio: O Boticário, Eudora, quem disse, berenice? e The Beauty Box. Assuntos que mostram o propósito da empresa, conectadas às tendências sociais e ambientais, como equidade de gênero, logística reversa, ecoeficiência, certificações, métodos alternativos a testes em animais e muitas outras iniciativas permeiam o jeito do Grupo fazer negócio, desde a obtenção das matérias-primas até a reciclagem das embalagens, orientando a organização nas decisões e práticas.
 
A beleza pode transformar a vida de cada um e, assim, transformar o mundo ao seu redor. Pensando nisso, a empresa tem o maior programa de logística reversa do Brasil em pontos de coleta. São mais de 4 mil pontos de venda que recolhem as embalagens devolvidas pelos consumidores e destinam para cooperativas de materiais recicláveis, gerando renda e garantindo a inserção desses materiais em outros ciclos produtivos. Em 2016, 1.200 catadores foram beneficiados por essa ação e têm oportunidades de profissionalização. 
 
O Relatório de Sustentabilidade de 2016 mostra que o Grupo deu continuidade à implementação das melhores práticas de produção, operação e canais de venda, transformando realidades em busca de um futuro melhor em parceria com colaboradores, franqueados, fornecedores e consumidores. Afinal, a empresa tem como propósito transformar a vida de cada um, e assim, transformar o mundo ao redor.
 
“Já são mais de 10 anos de atualização e mobilização, com ações muito consistentes. As ações de sustentabilidade contribuem com a jornada de transformação que a empresa quer ver no mundo, e as novas conquistas alcançadas em 2016 reforçam esse amadurecimento do tema dentro da empresa”, destaca o CEO do Grupo Boticário, Artur Grynbaum.
 
Fabricação de envase a frio

Uma das principais ações implementadas no ano passado foi a adoção da nova tecnologia de fabricação de envase de cremes e loções a frio, que trouxe uma redução média de 71% no tempo de fabricação, gerando eficiência operacional e reduzindo o consumo de recursos: 70% no consumo de energia elétrica, 15% no custo de transformação e 10% no custo de matérias-primas.

Ainda com relação às embalagens, a linha Cuide-se Bem, de O Boticário, foi toda repaginada e os frascos e bisnagas passaram a ser feitos com plástico vegetal, produzido a partir do etanol da cana-de- açúcar, material 100% renovável. Somente com essa iniciativa, mais de 230 mil litros de petróleo por ano deixaram de ser usados, além de render ao Grupo Boticário o Sustainable Beauty Awards, na categoria embalagem.
 
Ecoeficiência

Outra grande conquista foi a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa. A revisão da malha logística, otimização da carga/rota e incentivo para uso de combustíveis alternativos ao diesel contribuiu para uma diminuição de quase 20% na emissão de gases nas frotas, em relação ao ano de 2015. Além disso, ao reduzir a utilização do combustível fóssil para geração de energia elétrica, foi possível uma economia financeira e uma diminuição da emissão dos gases em 53% no Centro de Distribuição em Registro e em 19% na fábrica de São José dos Pinhais (PR), também comparado com 2015.
 
Práticas como economia de água também são cotidianas no modelo de trabalho do Grupo Boticário. Em 2016, 21% do total de água utilizada em São José dos Pinhais e 31% em Camaçari (Bahia) foram de reúso. Ainda nesse ano, a fábrica no Paraná passou a usar uma tecnologia de Israel para garantir que 100% da água utilizada nas torres de resfriamento fosse reaproveitada.
 
Quanto à energia elétrica, a simples adoção de lâmpadas de LED nas áreas de envase, refeitório, logística, manutenção, docas e oficinas garantiu uma economia superior a 250.000 khw/hora em São José dos Pinhais, o que equivale ao consumo anual de energia de mais de 130 casas. Na Bahia, o consumo de energia diminuiu 44% em Camaçari e 12% em São Gonçalo dos Campos, com relação ao ano anterior.
 
Desde 2015, parceiros e fornecedores incentivados pelo Grupo Boticário, também trabalham práticas de ecoeficiência em suas operações. Os resultados foram bastante significativos nas empresas que participaram do Programa: redução de 43.200 metros cúbicos de água/ano, o equivalente a 17 piscinas olímpicas; redução de 9.098 MWh/ano, suficientes para o consumo da residência de quase todos os 8 mil colaboradores do Grupo Boticário; e redução de 41 mil kg de CO2/ano, o equivalente a 115 viagens de carro entre a Bahia e o Paraná.
 
Certificações

Além disso, as ações de sustentabilidade realizadas pela empresa são reconhecidas nacional e internacionalmente. A fábrica de Camaçari é a primeira do Brasil no setor de cosméticos a obter a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design). O espaço da quem disse, berenice? no Shopping Cidade São Paulo, na capital paulista, também conquistou o título de primeira loja de cosméticos com certificação LEED Platinum no varejo brasileiro, a mais alta da categoria, coloca em prática ações para eficiência energética e uso de mobiliário sustentável.
 
Propósito com a sociedade

O compromisso com o meio ambiente é o mesmo que o Grupo tem com as pessoas. Por conta disso, temas como empoderamento feminino têm um grande destaque na empresa. O Grupo Boticário é signatário do Women Empowerment Principles, promovido pela ONU Mulheres. No ano passado, foi lançado, em parceria com o Portal Papo de Homem e a ONU Mulheres, o documentário “Precisamos falar com os homens? Uma jornada pela equidade de gênero”, baseado em um estudo sobre como os homens podem participar do diálogo pela equidade de gênero.
 
E em busca de métodos alternativos que garantam segurança e eficiência dos produtos sem realizar testes em animais, a empresa investiu também na inédita tecnologia organs on a chip, para identificar com mais rapidez a probabilidade de um cosmético causar irritação ou alergia na pele humana.
 
Essas e outras ações reforçam as atitudes positivas do Grupo Boticário, que trabalha para que a beleza transforme a vida de cada um e o mundo ao nosso redor. “Nosso desejo de transformar a sociedade com um novo jeito de fazer negócio vem se concretizando, pois conseguimos implementar iniciativas cada vez mais relevantes com propósito de beneficiar toda a sociedade. O desafio para os próximos anos é acelerar nossa capacidade de resposta, assumindo uma postura mais ousada e corajosa para acompanhar as mudanças rápidas que o mercado e a sociedade pedem”, reforçou Malu Nunes, gerente de Sustentabilidade do Grupo Boticário.
 
Para conferir mais detalhes sobre as ações que permeiam o tema dentro do Grupo Boticário, acesse o link do Relatório de Sustentabilidade 2016.
 
Sobre o Grupo Boticário

Constituído em 2010, o Grupo Boticário é uma referência internacional no varejo de beleza. Controla quatro unidades de negócio (O Boticário, Eudora, quem disse, berenice? e The Beauty Box), e é mantenedor da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Está presente em 12 países e conta com uma força de trabalho composta por 9.200 colaboradores diretos que acreditam que beleza não é o que a gente sonha, imagina ou quer. Beleza é o que a gente faz. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus