Palmas, 23/01/2018

Especial

Monaf

Monumento das √°rvores fossilizadas recebeu cerca de mil visitantes em 2017

  • A administra√ß√£o da Unidade de Conserva√ß√£o (UC) √© do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins)

Monumento das √°rvores fossilizadas recebeu cerca de mil visitantes em 2017



T√Ęnia Caldas / Governo do Tocantins

Em 2017 o Monumento Natural Das √Ārvores Fossilizadas Do Tocantins (Monaf) recebeu aproximadamente 1000 visitantes como universit√°rios, secundaristas e o p√ļblico em geral. Neste ano a administra√ß√£o da Unidade de Prote√ß√£o Integral juntamente com os t√©cnicos tiveram como foco de gest√£o a implementa√ß√£o das atividades do Manejo Integrado do Fogo (MIF). A administra√ß√£o da Unidade de Conserva√ß√£o (UC) √© do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins).

De acordo com o supervisor da Unidade, Hermísio Alecrim Aires, este ano, além de o Monaf ter completado 17 anos de criação, um dos maiores presentes para sua gestão, foram os bons resultados alcançados com a implementação do MIF. "Fomos selecionados pelo Projeto Cerrado - Jalapão para desenvolver atividades de aprimoramento das estratégias de prevenção e controle de queimadas e incêndios florestais na área de abrangência da unidade", relatou.

O gestor ressaltou que os resultados positivos foram vis√≠veis j√° no primeiro momento. Para ele a ferramenta MIF foi bem aceita pelo p√ļblico alvo, possibilitou nivelar conhecimentos e a troca de experi√™ncias entre as partes envolvidas de forma relevante. Para isso foram realizadas v√°rias reuni√Ķes setoriais com os propriet√°rios rurais residentes nas √°reas de forma√ß√£o do Monaf.

"Os encontros visaram articular, divulgar e socializar as a√ß√Ķes do MIF quanto ao planejamento participativo, atividades de campo, manejo e mapeamento das √°reas para queimas prescritas. Foi um trabalho bem gratificante, pois foi poss√≠vel assegurar a preserva√ß√£o e a seguran√ßa ambiental das √°reas com hist√≥ricos de focos de inc√™ndios no Monaf durante o per√≠odo seco, n√£o havendo ocorr√™ncia de registro dessa natureza", frisou.

A UC tamb√©m serviu de inspira√ß√£o para pesquisas cient√≠ficas. Um dos temas foi tema Monumento Natural das √Ārvores Fossilizadas do Tocantins: Contribui√ß√Ķes e desafios, dos autores Tatiane Marinho Vieira Tavares, Herm√≠sio Alecrim Aires, Etiene Fabbrin Pires e Rosemarie Rohn. A tese foi do Programa de P√≥s-Gradua√ß√£o em Demandas Populares e Din√Ęmicas Regionais da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Aragua√≠na - TO.

O segundo trabalho teve como tema O Olhar De Um Grupo De Atores Sociais Sobre o Monumento Natural Das √Ārvores Fossilizadas Do Tocantins, dos autores Aline Maria Costantin, Etiene Fabbrin Pires e Andr√© Jasper, do Centro Universit√°rio ‚Äď (Univates), localizado em Lajeado (RS).

Outro destaque deste ano foram √†s capacita√ß√Ķes ofertadas. Os t√©cnicos do MONAF participaram dos cursos e semin√°rio como o Cadastro de Criadores Amadoristas de Passeriformes (SISPASS), Habilita√ß√£o em Fiscaliza√ß√£o Ambiental e Licenciamento Ambiental, todos em Aragua√≠na. A Oficina sobre o Manejo Integrado do Fogo aconteceu no Parque Estadual do Cant√£o (PEC) e do Semin√°rio Internacional sobre Manejo Integrado do Fogo, Bras√≠lia-DF.

Atrativos turísticos

O Monumento Natural das √Ārvores Fossilizadas do Tocantins (Monaf) comp√Ķe um dos atrativos tur√≠sticos da regi√£o norte do Estado. Localizado no distrito de Biel√Ęndia, munic√≠pio de Filad√©lfia, est√° a 438 quil√īmetros de Palmas. O acervo natural √© formado por f√≥sseis e ocupa uma √°rea de 32 mil hectares do cerrado tocantinense.

A referida unidade de conserva√ß√£o ambiental do Estado foi criada pela Lei 1.179 de outubro de 2000. √Č considerada a maior UC dessa categoria no bioma cerrado. Conforme pesquisas realizadas no local, os f√≥sseis t√™m mais de 250 milh√Ķes de anos, sendo assim, s√£o anteriores aos dinossauros.

H√° milh√Ķes de anos, o Tocantins abrigou uma floresta que hoje √© considerado um dos maiores registros de vegetais fossilizados do mundo. Entre os principais f√≥sseis encontrados no monumento destacam-se as samambaias arborescentes, h√° tamb√©m √°rvores como pterid√≥fitas, esfen√≥fitas, con√≠feras e cicad√°cias, que a comunidade local deu o nome "Pedras de Pau".

O Monaf possui acomoda√ß√Ķes adequadas para receber profissionais e acad√™micos que visitam o local. A estrutura inaugurada pelo governador Marcelo Miranda em 2015, possui sede administrativa, banheiros e alojamentos masculino e feminino, audit√≥rio e garagem.

O monumento √© procurado por ge√≥logos, historiadores e pesquisadores. Os interessados em conhecer o local devem agendar a visita pelo telefone (63) 3391-1034, ou na Coordena√ß√£o das Unidades de Conserva√ß√£o, Parques Estaduais e Monumento Natural das √Ārvores Fossilizadas do Tocantins, em Palmas, pelo telefone (63) 3218-2618.


Confira também


Coment√°rios

comments powered by Disqus