.

Palmas, 30/04/2017

Esporte

Parapan-Americanos

Ilquias Lopes vai a São Paulo, onde integrará a Seleção nos Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2017

  • A competição será realizada no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, na capital paulista, do dia 20 a 25 de março

Marcus Mesquita

Ilquias Lopes vai a São Paulo, onde integrará a Seleção nos Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2017



Nesta quarta-feira, 15, o paratleta do projeto Reviver, Ilquias Lopes, embarcou rumo à cidade de São Paulo, onde, até o próximo dia 26, ao lado de outros 171 competidores de todo o Brasil, ele integra a Seleção Brasileira de paratletismo que irá disputar os Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2017. A competição será realizada no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, na capital paulista, do dia 20 a 25 de março.
 
O embarque do jovem paratleta de 19 anos se deu cercado por outros membros do Reviver e do pai de Ilquias, Lusimar Lopes Guimarães, que era só orgulho do filho. "Tem momento que dá vontade de chorar. A emoção é muito grande, porque a gente nunca tinha nem sonhado com isto; mas, se dedicando, ele chegou lá e nos deixou muito orgulhosos. E eu agradeço ao projeto Reviver demais, porque ele tem uma importância muito grande nisto tudo; se o meu filho não tivesse sido abraçado pelo projeto e por todos os professores e colaboradores, eu não sei se ele teria conseguido", enaltece Lusimar.
 
Ainda maravilhado com a experiência que está vivendo, Ilquias falou das expectativas que leva para o Parapan e da responsabilidade que carrega por se tornar uma grande referência para os amigos de treinamento. "Eu ainda estou meio confuso, como se não acreditasse direito. Mas, sei que quando eu chegar por lá tudo vai dar certo, porque eu tenho treinado pesado e dado o meu melhor; por isto, acredito que posso trazer um bom resultado na competição. E é muito emocionante ver tanta gente vir até aqui, se esforçar para vir no aeroporto para me abraçar e me desejar sucesso. Eu fico muito feliz e me sinto mais forte para mostrar para eles que todo mundo é capaz, basta se dedicar muito que qualquer um de nós pode alcançar os sonhos que têm", reforçou o paratleta, que assim como o pai, agradeceu ao Reviver: "o projeto me ajudou muito e tem ajudado muita gente; eu sou muito grato ao Reviver pelo que tem feito por mim."
 
Entusiasmada com a alegria de Ilquias, a coordenadora do Reviver, Soraia Tomaz, comemorou o feito alcançado, mas não deixou de lembrar que outros tantos "Ilquias" poderiam ser encontrados no Tocantins caso o paradesporto no estado tivesse apoio. "Acompanhar esta nova experiência na vida do Ilquias foi emocionante. Desejamos que ele faça um excelente campeonato, entregue o seu melhor e continue sendo um exemplo para os amigos do Projeto Reviver. Às vezes, eu imagino quantos outros paratletas tocantinenses poderiam viver também esta alegria se tivéssemos recursos investidos no esporte paralímpico. Mas, esta realidade haverá de mudar; confiamos muito nisto", desabafou Soraia.
 
Modalidades e cronograma

Atualmente, Ilquias possui índice para disputar três provas na competição: nos 100 metros rasos e no salto em distância, ambas da classificação T47; e no lançamento de dardos F46. A definição sobre em quais modalidades o paratleta do Reviver vai competir se dará nos próximos dias pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Considerando a categoria Júnior, composta por paratletas com até 19 anos, Ilquias é o primeiro colocado no ranking nacional no lançamento de dardos, com o índice de 35,65 metros, e nos 100 metros rasos, com 11,89 segundos. Ele ocupa, ainda, a segunda colocação no salto em distância, com o índice de 5,63 metros.
 
De acordo com o cronograma de provas divulgado pelo CPB, caso Ilquias venha a competir nas três modalidades, a previsão é de que o representante do Reviver entre nas áreas de competição nos dias 21, nos dardos [14 horas] e 100 metros [15h40], e 22, no salto [15h20]. Para acessar a agenda geral do Parapan-Americanos de Jovens 2017.
 
Parapan de Jovens

Iniciados em 2005, em Barquisimeto, na Venezuela, os Jogos Parapan-Americanos de Jovens chega à 4ª edição em 2017, contando com cerca de mil paratletas de 20 diferentes países na disputa por medalhas em 12 modalidades paralímpicas, o que faz dos Jogos no Brasil a maior das edições na história do evento. Na última edição, por exemplo, realizada em 2013, em Buenos Aires, na Argentina, a competição reuniu cerca de 600 competidores de 16 países, sendo que o Brasil foi o destaque ao liderar o quadro-geral de medalhas com 209 pódios, acumulando 102 ouros, 65 de prata e 42 de bronze. [Ascom Total / Fotos: Marcus Mesquita]


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus