Palmas, 13/12/2017

Esporte

JMPI

No Canadá, prefeito Carlos Amastha marca presença no II Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

  • O prefeito Carlos Amastha participa dos II Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (Win Games - 2017), que acontecem este ano em Edmonton, no Canadá, desde o último sábado, 30 de junho, e prosseguem até o dia 9 de julho

No Canadá, prefeito Carlos Amastha marca presença no II Jogos Mundiais dos Povos Indígenas



O prefeito Carlos Amastha participa dos II Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (Win Games - 2017), que acontecem este ano em Edmonton, no Canadá, desde o último sábado, 30 de junho, e prosseguem até o dia 9 de julho. A segunda edição dos jogos deve reunir cinco mil participantes, cerca de dois mil voluntários e 14 modalidades esportivas, segundo a organização do evento. Os jogos são celebrados como apoio às atividades culturais e esportivas dos povos indígenas e encorajam acesso igualitário de comunidades com envolvimento social, cultural e espiritual das comunidades representadas.

"Espero que tenhamos belíssimos jogos e que todos vocês sejam parabenizados com certeza de que estamos novamente fazendo história. Espero que no futuro haja mais jogos honrando nossas raízes", disse o prefeito Carlos Amastha, lembrando o legado representativo que Palmas adquiriu ao sediar em 2015 os Primeiros Jogos dos Povos Indígenas.

Amastha ressaltou que o pioneirismo de Palmas é lembrado no Canadá por membros de várias representações que citaram a experiência dos Primeiros Jogos dos Povos Indígenas (JMPI) e elogiaram a organização e recepção que Palmas garantiu às delegações participantes.
 
A competição teve o objetivo de promover a união dos indígenas e cultivar oportunidades de desenvolvimento físico, cultural e social dos povos ali representados. Os jogos em Palmas contaram com povos de 24 nações e quase dois mil atletas.
 
Crescimento econômico
 
Além de registrar sua vocação para valorização de origens étnicas, sediar os JMPI permitiu a Palmas a oportunidade de dar visibilidade para as suas potencialidades como destino turístico. Mais de 140 mil pessoas foram registradas assistindo aos jogos e mais de R$ 20 milhões circularam na Capital durante os nove dias de evento, valor contabilizado por rede hoteleira, bares, restaurantes, entre outros segmentos.
 
A rede de hotelaria da cidade conseguiu ocupação de 99,5% da oferta de leitos de hotelaria da cidade, além das ocupações por Airbnb (119 hospedagens), segundo levantamento da Agência Municipal de Turismo (Agtur). Escolas municipais também hospedaram indígenas (700 pessoas). Na Ocara, estrutura construída para receber os atletas, mais mil indígenas de etnias nacionais foram recebidos. Grande parte dos voluntários ficou hospedada em casas de amigos e familiares residentes na cidade.
 
Os jogos em Palmas contaram com povos de 24 países e quase dois mil atletas.⁠⁠⁠⁠


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus