Palmas, 20/08/2017

Esporte

Reviver

Paratleta do Reviver sofre contratempo em prova, mas segue próximo do retorno à Seleção

  • O incidente aconteceu durante a prova dos 100 metros da classe T46 da primeira etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Paratletismo

Leandro Martins

Paratleta do Reviver sofre contratempo em prova, mas segue próximo do retorno à Seleção



Depois de um início de prova promissor, com a liderança nos primeiros 50 metros devido à melhoria na saída dos blocos de largada, fase em que sempre apresentava dificuldade, o paratleta do Reviver Ilquias Lopes viu a possibilidade de voltar à Seleção Brasileira sendo adiada devido a um problema não muito comum: a sapatilha que usava saiu do próprio pé, o impedindo de manter a velocidade, fazendo ele piorar a marca antes alcançada, caindo de 11 segundos e 65 décimos para 11´96", ficando a 26 décimos do campeão da bateria. O incidente aconteceu durante a prova dos 100 metros da classe T46 da primeira etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Paratletismo, realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e disputado neste final de semana, na cidade de São Paulo.
 
Apesar da frustração pelo acontecido, Ilquias comemorou o visível aprimoramento técnico que apresentou. "A minha vontade era a de melhorar o meu índice e me garantir na Seleção Brasileira de Jovens, que vai disputar o Mundial na Suíça, mas, infelizmente, aconteceu o problema com a sapatilha do pé direito, que ficava saindo. Mesmo assim, eu não desisti e corri a prova toda, chegando perto dos meus adversários, ficando em sexto no ranking geral das classes T46/T47, mas em terceiro na minha classe, que é T46. Todo atleta pode passar por isto; mas só quero me agarrar na minha melhoria na saída da prova. Eu sempre saia bem atrás dos outros e consegui melhorar muito, ficando na frente até ter o problema. Por isto, vou seguir acreditando e treinando forte, porque tenho outras provas ainda este ano", disse o velocista, se referindo às duas próximas etapas do Circuito, a serem realizadas nos meses de agosto e outubro, quando ocorrem as finais.
 
Atualmente, com o índice de 11"65"" que alcançou na prova de 100 metros do Parapan-Americano de Jovens deste ano, o qual disputou pela Seleção Brasileira, conquistando a medalha de bronze, Ilquias, que tem 19 anos, ocupa a 4ª colocação no ranking mundial Sub-20 e a 15ª no ranking mundial adulto. Mesmo estando 24 décimos abaixo do índice de classificação para a disputa do Mundial Adulto, que é de 11"89"", o paratleta do Reviver, devido aos critérios do CPB, ainda não tem vaga garantida na Seleção Brasileira principal que disputará o torneio.
 
Apoiadores

O projeto Reviver e o Ilquias Lopes agradecem o apoio da Fundação de Esportes e Lazer de Palmas (Fundesportes), pela aquisição das passagens áreas de ida e volta do paratleta e do treinador Rodrigo Paganella, e do Supermercado Catarinense, do setor Nova Capital da cidade de Porto Nacional, pelo suporte financeiro para hospedagem e alimentação durante esta etapa do Circuito Caixa. [Ascom Total / Fotos: Leandro Martins (CPB)]


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus