Palmas, 23/09/2017

Estado

Série Tocantinense

Começam as gravações de "O Boneco de Barro e o Rei", a primeira série de ficção do Tocantins

  • Roteirizada e dirigida pelo ator Nival Correia, o obra conta com um elenco de cerca de 40 atores, todos artistas regionais

Flaviana OX

Começam as gravações de "O Boneco de Barro e o Rei", a primeira série de ficção do Tocantins



Primeira série de ficção do Tocantins, a produção "O Boneco de Barro e o Rei" iniciou as gravações no último sábado, 8. Roteirizada e dirigida pelo ator Nival Correia, o obra conta com um elenco de cerca de 40 atores, todos artistas regionais. Os 26 episódios e 13 minutos da série serão gravados em 8 semanas nos estúdios da Br153 e Alento, chácaras do entorno de Palmas e Parque Estadual do Jalapão. Um projeto da Spatium Arte e Cultura, a produção será distribuída nos 215 canais da EBC – Empresa Brasileira de Comunicação, por meio da Chamada Pública da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas (Chamada Pública BRDE/FSA Prodav).

Sinopse

Na saga, o artesão viúvo Mestre Toá molda um boneco com argila e lágrimas e foge de sua província. Nos primeiros raios do sol, o Boneco de Barro cria vida e sai numa jornada buscando algumas respostas - Porque não sou como as outras pessoas? Porque me tratam com tanta indiferença? O Boneco encontra nas províncias do Reino, vários personagens que também precisam de respostas. A série tem um enredo baseado no folclore e tradições brasileiras e é inspirado no romance "As aventuras de Pinóquio" (1883). 

De acordo com o diretor, Nival Correia, trata-se de uma saga de interior, uma fábula social e contemporânea, escrita a partir das memórias de sua infância com o cordel. "Vamos contar com a riqueza estética do teatro mambembe, utilizando cenários, figurinos, maquiagem e interpretação com toda a simplicidade deste estilo", adianta.  

Equipe

A equipe de direção, técnica e produção de "O Boneco de Barro e o Rei" conta com renomados profissionais na área do audiovisual no País, como os assistentes de direção Von Gabriel e Nara Marinho, a diretora de arte Raiza Antunes,  o cenógrafo/cenotécnico Thiago Ferreira,o produtor executivo Emerson Rodrigues, a figurinista Isadora Robas e a maquiadora Rosana Antunes, dentre outros nomes de uma equipe de mais de 40 pessoas, que conta também com renomados profissionais da produção local, como o diretor de fotografia,  Márcio Mazaron. 
 
A equipe total do projeto conta com cerca de 80 profissionais e foram priorizados artistas das quadrilhas juninas de Palmas, como artesões, coreógrafos e dançarinos. "É um importante intercâmbio cultural e profissional. A troca de experiências garante um melhor desenvolvimento do audiovisual tocantinense", complementa Nival Correia. 

Projeto

Além da Chamada Pública BRDE/FSA Prodav - 08/2015, o projeto tem apoio da Superintendência Municipal de Igualdade Racial e BR153 Imagens. O edital faz parte da segunda edição da Chamada  Pública da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas e teve seu resultado divulgado em Brasília dia 03 de Agosto.  Foram 828 inscrições, nos cinco editais regionais abertos simultaneamente em dezembro de 2015, foram selecionadas 57 propostas. Os projetos resultarão em 218 horas de programação brasileira qualificada, produzida em 20 unidades federativas, a ser exibida em cerca de 215 canais dos segmentos comunitário, universitário e educativo e cultural do Campo Público de Televisão.

Spatium

A Spatium Arte e Cultura se consolidou como realizadora e responsável pela produção dos maiores e principais eventos culturais do  Tocantins, como Semana ISTO de Teatro, Temporada Popular de Teatro, ISTO - BR 153 e Produção e Circulação do espetáculo Teatral "Dois Idiotas pelo Brasil" e projeto "Música na Estrada". 

A empresa começou produzindo obras audiovisuais para o Ponto de Cultura Cine Buriti, como os curtas "Um dia de sol", "Renata" e "Sementes a Luiz Nunes, ano ano de  2013, quando criou o departamento de audiovisual, Spatium Audiovisual. Em Dezembro de 2015, a empresa realizou o 1º Ciclo de debates e Capacitação Audiovisual do Tocantins, que trouxe o oficina do diretor Sérgio Machado do filme Tudo que aprendemos juntos, e oficina de Marcelo Ikeda. 

Até o final de 2017, a empresa produzirá a série "Amazon Fashion" para o Canal Fashion Box Brasil que aborda sobre a cadeia produtiva da moda Amazônica.

--
Cinthia Abreu
Assessoria de Comunicação


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus