Palmas, 23/09/2017

Estado

Meio Ambiente

Educação ambiental do Naturatins encerra semana com capacitações em 4 cidades do Estado

  • Nesta quinta-feira, 17, o Departamento de EA juntamente com representantes da Prefeitura de Campos Lindos e integrantes de outras instituições participaram da implantação do Protocolo do Fogo e o da realização do Fórum do Lixo & Cidadania

Educação ambiental do Naturatins encerra semana com capacitações em 4 cidades do Estado



Equipes de Educação Ambiental (EA) do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) percorreram durante esta semana os municípios de Nova Olinda, Novo Alegre, Campos Lindos e Colinas do Tocantins, com o objetivo de realizar ações ambientais, direcionadas às autoridades e comunidades locais.
 
Nesta quinta-feira, 17, o Departamento de EA juntamente com representantes da Prefeitura de Campos Lindos e integrantes de outras instituições participaram da implantação do Protocolo do Fogo e o da realização do Fórum do Lixo & Cidadania.
 
A educadora ambiental, Edna Mendonça Alves dos Santos, relatou que os trabalhos desenvolvidos naquele município começaram na quarta-feira, 16, quando foram realizadas palestras e mostras de vídeos sobre o Protocolo do Fogo, para as lideranças municipais. "Ontem visitamos a zona rural e associações e hoje (17), pela manhã realizamos palestra com o prefeito e secretários", informou.
 
Adionéia Pereira dos Santos, diretora do Departamento de Meio Ambiente de Campos Lindos, destacou que em razão do município está localizado em uma região agrícola, a iniciativa de um órgão ambiental é sempre bem-vinda. "As pessoas querem ver o meio ambiente cada vez melhor. É por isso que quando participam de ações do Naturatins sempre se alegram. E o fato de estarmos na seca, período que aumenta as queimadas, é fundamental a assinatura do Protocolo do Fogo", argumentou.
 
Também na quinta-feira, 17, os servidores da Regional do Naturatins do município de Colinas do Tocantins, foram beneficiados com uma capacitação ministrada pela equipe de Educação Ambiental. Após reuniões de sensibilização ainda na cidade de Colinas, a equipe renovou e assinou juntamente com os representantes do executivo municipal e da comunidade, o Protocolo do Fogo.
 
A diretora de Meio Ambiente da Prefeitura de Colinas do Tocantins, Meire Mendes, considera muito importante à parceria entre a Prefeitura de Colinas e o Naturatins. Ela considera que a população precisa se educar, deixar de colocar fogo nos quintais e nas galhadas. "A população não se educou ainda, é como uma sementinha que se planta. Cada um tem que fazer a sua parte. Com isso vamos reduzir o número das queimadas", observou.
 
Nos dias 15,16 e 17/08, a Educação Ambiental esteve presente, com medidas e ações ambientais no município de Novo Alegre, quando se reuniu com o prefeito, vice-prefeito, secretários, representantes do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Conselho Tutelar e a comunidade local.
 
Protocolo do Fogo
 
"Nas reuniões foram repassadas informações sobre o Protocolo do Fogo, com foco nos seus objetivos, já que muitos participantes não tinham conhecimentos sobre este tema. Fomos recebidos com muito entusiasmo por toda a equipe do município", destacou o historiador Rodrigo Cassado, membro da equipe de EA.
 
"As autoridades municipais de Novo Alegre entenderam a importância da preservação do meio ambiente, e hoje (17), assinaram o Protocolo do Fogo. Se todo município se empenhasse para este trabalho, iria diminuir muito os focos de incêndio nos municípios, o que refletiria em um saldo positivo para o Estado", argumentou, o vice-prefeito de Novo Alegre, Valdomiro Dias da Cruz.
 
Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Celiomar Rego da Silva, é de suma importância o trabalho do Naturatins. "É bom destacar que durante estes três dias de atividades, realizamos visitas no sentindo chamar a atenção dos moradores para combater as queimadas. Além de palestras para levar a comunidade rural e urbana, a importância de não colocar fogo, não queimar. Muitos ainda não tinham esse conhecimento e essa parceria com o Naturatins veio vem boa hora", explicou.
 
Nos dias 14 e 15, segunda e terça-feira, a equipe de EA esteve no município de Nova Olinda, onde foram realizadas ações para a implantação do Fórum Municipal Lixo & Cidadania. Também foram oferecidas oficinas de Vigilantes Voluntários pelo Meio Ambiente, reaproveitamento de materiais recicláveis com garrafas de vidro, além da oficina sobre sabonete artesanal.  Os cursos ocorreram simultaneamente e foram ministrados pelas educadoras ambientais Nelma Mota, Maria Alice Reis e Nazareth Sapondi, que por meio de parceria com Parque Estadual do Lajeado (PEL), também realizou oficina de sabão líquido e práticas ambientais.
 
Reaproveitamento
 
Melânia dos Santos Almeida foi uma das convidadas para participar da oficina de reaproveitamento de vidros. Ela disse que passará os conhecimentos para outras pessoas e vai contribuir na limpeza da cidade de Nova Olinda. "Vamos recolher esses materiais que antes eram inutilizados e agora passarão a ser úteis. Esta ação é de grande relevância para todos", sinalizou.
 
Da mesma opinião está Marcos Aurélio dos Passos, para ele é fundamental que todos pratiquem a prevenção do fogo, principalmente neste período de seca. "Aqueles que colocam fogo não só destroem a Natureza, mas prejudicam também a saúde do ser humano. Como representante da igreja, quero destacar que estamos em parceria com os moradores da zona rural, urbana e o Naturatins, de maneira a defender e preservar o meio ambiente", explicou o pastor.
 
No Naturatins, a Educação Ambiental está ligada a Superintendência de Gestão Ambiental. Para o responsável pelo Departamento, Natal César Castro, o Instituto busca alternativas para envolver a população nas questões ambientais. Na avaliação do gestor, o órgão não mede esforços para buscar parcerias com a sociedade.
 
"Durante as oficinas oferecidas à comunidade pela Educação Ambiental, além das pessoas serem sensibilizadas sobre o meio ambiente, também aprendem a confeccionar artesanato, que pode gerar renda. Porque é ensinado a usarem garrafas pet, garrafas de vidro, que eram jogados no lixo, em produtos que podem ser comercializados. Também é ensinado a usar matéria orgânica na fabricação de sabão e sabonete. A Educação ambiental é uma ferramenta muito forte para que possamos aplicar as nossas políticas públicas", ressaltou.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus