Palmas, 24/11/2017

Estado

Palmas

Estado e Sírio Libanês executam projeto para reduzir superlotação e tempo de permanência do paciente no HGP

  • A diretora adjunta do HGP, Renata Duran, lembra que a escolha do hospital para participar do projeto partiu de uma demanda do Ministério da Saúde e do interesse da gestão em fazer com que a unidade fosse escolhida.

Josy Carla

Estado e Sírio Libanês executam projeto para reduzir superlotação e tempo de permanência do paciente no HGP



Equipes de especialistas do Hospital Sírio Libanês já estão atuando no Hospital Geral de Palmas (HGP) em projeto que visa reduzir a superlotação e o tempo de permanência do paciente na unidade. A ação está sendo desenvolvida porque o HGP foi um dos seis hospitais de todo o País a ser indicado pelo Ministério da Saúde (MS), para participar deste projeto piloto.

 

"A ideia é usar nestas unidades uma metodologia específica que a gente chama de Lean, popularmente conhecida como pensamento enxuto. As linhas de ação serão trabalhadas em cima de processos, protocolos médicos e planos de contingência para eventos de superlotação", explicou o engenheiro e consultor no Hospital Sírio Libanês, Ricardo Bertolucci, acrescentando que a  metodologia Lean, basicamente, diz respeito a obtenção de materiais corretos, no local correto, na quantidade correta, minimizando o desperdício, sendo flexível e aberto a mudanças.

 

A diretora adjunta do HGP, Renata Duran, lembra que a escolha do hospital para participar do projeto partiu de uma demanda do Ministério da Saúde e do interesse da gestão em fazer com que a unidade fosse escolhida. "Além disso, a abrangência que o HGP tem conta muito. Com esse projeto nós vamos, também, poder trocar experiências com as outras unidades", disse.

 

O engenheiro de produção que atua como especialista em excelência operacional da emergência, Juvenal Neto, esclareceu que quinzenalmente uma equipe está visitando o HGP. "Temos uma equipe que vem in loco, mas também temos mantido contado e recebido todo o apoio do Escritório de Qualidade do hospital, que é o canal de comunicação com a equipe do Sírio Libanês. Essa equipe está se qualificando para que, posteriormente, ela mesma coordene vários projetos. Nós estamos dando o pontapé inicial", reforçou.

 

O coordenador médico do projeto, Welfane Cordeiro Júnior, também informou que no hospital "estão sendo feitas uma série de atividades que vão desde capacitação até o diagnóstico do pronto socorro e a introdução de tecnologias de gestão para melhorar a superlotação e a passagem de pacientes. Vários profissionais do HGP estão conosco dando andamento a esse projeto", ressaltou.

 

A equipe composta por estes consultores, além do médico e também consultor do projeto, Rasível Santos Junior, esteve na Secretaria de Estado da Saúde nesta terça-feira, 05, onde foram recebidos pelo secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, e conheceram o Integra Saúde Tocantins, um centro de informações e decisões estratégicas.  "Nós ficamos muito felizes em ver esse trabalho sendo realizado, porque é exatamente o que nós queremos, oferecer um atendimento cada vez melhor aos nosso pacientes", disse o secretário.

 

Saiba mais

O Hospital Geral de Palmas se consolidou como uma unidade de média e alta complexidade referência para o atendimento em todo o Tocantins e estados vizinhos. A unidade oferece 30 especialidades médicas e só no pronto-socorro são atendidas em média três mil pacientes por mês.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus