Palmas, 23/08/2017

Estado

Unidades de Saúde

Estado supre 85% de abastecimento de materiais e medicamentos destinados as unidades de saúde

  • Em 2015, o governador Marcelo Miranda determinou a implantação de um sistema de padronização de medicamentos, que por meio da série histórica do consumo de cada hospital possibilita a compra correta

Nielcem Fernandes

Estado supre 85% de abastecimento de materiais e medicamentos destinados as unidades de saúde



Camilla Negre/ Governo do Tocantins
 
O governador Marcelo Miranda acompanhado do secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, e comitiva estiveram durante toda a manhã desta terça-feira, 08, visitando unidades da Secretaria de Saúde. Um dos locais visitados e vistoriados pelo governador foram os prédios do Estoque Regulador do Estado, onde ficam armazenados materiais e medicamentos destinados a atender as unidades de saúde. Atualmente, o Estoque Regulador supre 85% de abastecimento de materiais e medicamentos necessários nas unidades hospitalares.
 
"Nós já estivemos aqui antes e a situação era bem diferente. Hoje o que vemos é resultado de planejamento e de comprometimento de toda equipe da Saúde. Nos próximos meses a meta é chegar a 90% de abastecimento e isso é motivo para nos alegrar, porque tudo resulta no bom atendimento ao paciente. Aproveito para convidar as pessoas para virem conhecer o Estoque, saberem como funciona, e verem como a realidade hoje é outra", disse o governador.
 
Em 2015, o governador Marcelo Miranda determinou a implantação de um sistema de padronização de medicamentos, que por meio da série histórica do consumo de cada hospital possibilita a compra correta. O superintendente de Aquisições, Estratégia e Logística da Secretaria de Saúde, Afonso Piva de Santana, destacou o trabalho de reorganização do serviço e informou que a Padronização de Medicamentos da Rede Hospitalar Estadual no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) tem reduzido custos na aquisição de medicamentos e de manutenção, simplificado as rotinas de aquisição e possibilitado maior controle de estoque na Secretaria de Estado da Saúde.
 
"O nosso principal trabalho foi reorganizar o estoque por endereçamento e adequar a logística. O estoque controla se o hospital está utilizando corretamente os medicamentos por meio de nuvem e ferramentas de informatização. Hoje temos 85 % do estoque abastecido e somos referência no que diz respeito a controle. Todo pedido é feito via sistema, o que garante economia aos cofres públicos e segurança para o paciente", explicou.
 
Mais 96 leitos

No Hospital Geral de Palmas (HGP), o governador vistoriou as obras do 3º piso onde serão instalados mais 96 leitos de internação e as obras de ampliação de mais quatro leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto e dois leitos de UTI Pediátrica. Atualmente o hospital já dispõe de 26 leitos de UTI adulto e oito pediátricos. A previsão de entrega desta obra é para este semestre.
 
"Hoje o governador veio verificar a obra, pois a preocupação constante dele é proporcionar uma saúde digna e mais humanizada para a população, inclusive com boas condições de trabalho para que os profissionais de saúde possam atender melhor. São 96 leitos que serão entregues ainda neste mês e que vão fazer exatamente isso: contribuir para uma saúde mais humanizada", disse o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir.
 
Os novos leitos vão se juntar aos outros 96 leitos que já foram entregues pelo governador no último mês de maio. A entrega destes leitos dispostos em 48 enfermarias de dois leitos mais confortáveis e com banheiros amplos e adaptados acolheu os pacientes que antes ficavam no Anexo Provisório do hospital, uma tenda que era utilizada para internação desde o ano de 2013.
 
Na ocasião, Marcelo Miranda destacou o trabalho que vem sendo feito na Saúde e os avanços que vem acontecendo na área.  "Quem está trabalhando em prol da Saúde merece nosso respeito e admiração. Esses leitos que serão entregues mostram que não estamos acomodados. O secretário Marcos Musafir, médicos, enfermeiros, operários, toda equipe da Saúde, estes que se dedicam no dia a dia têm minha gratidão. As coisas estão acontecendo, temos que melhorar mais e vamos melhorar. O que vimos hoje é uma prova", disse.
 
A promotora de justiça, Maria Roseli Pery, que acompanhou parte a visita no HGP ressaltou o saldo positivo para a população. "A ampliação do HGP vem não só atender aquilo que é responsabilidade do Estado, que é garantir o direito a saúde, mas também, em parte, as demandas judiciais que já existem. O abastecimento de medicamentos já esteve ruim, mas melhorou muito, temos ainda enfrentado algumas situações, mas numa escala bem inferior. A gestão está evoluindo gradativamente, até porque existem medidas que necessitam de médio e longo prazo para que se efetive em definitivo a garantia do direito a saúde para todos", destacou. 
 
Vigilância em Saúde do Estado

Durante a manhã, a comitiva também esteve no prédio onde funciona a Vigilância em Saúde, que passou por adequação estrutural. No novo espaço agora há um mezanino que amplia a área onde estão localizados o Laboratório de Informática e o Núcleo de Informação de Vigilância em Saúde.
 
"Neste espaço são trabalhadas as informações de saúde, conseguimos ampliar o acesso dos municípios a informação, e a Secretaria de Saúde consegue monitorar melhor os agravos e trabalhar na prevenção de várias doenças, contribuindo ainda mais para a qualidade de vida da população tocantinense", disse a diretora estadual de Gestão da Vigilância em Saúde, Luciana Ferreira.
 
Com a adequação feita no prédio, cada área técnica, agora, fica em um específico andar, o que melhora o fluxo de trabalho e consequentemente as condições de trabalho para aperfeiçoamento das ações de saúde.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus