Palmas, 21/10/2017

Estado

Drogas

Governo fortalece políticas de combate às drogas com inauguração de núcleo de atenção ao dependente químico

  • O espaço, que fica localizado em Palmas, conta com uma equipe de atendimento multidisciplinar, composta por psicólogo, assistente social, profissional da enfermagem e psiquiatra

Luciano Ribeiro

Governo fortalece políticas de combate às drogas com inauguração de núcleo de atenção ao dependente químico



Jesuino Santana Jr / Governo do Tocantins
 
Mais um importante passo foi dado pelo Governo do Tocantins na sua política de combate às drogas nessa segunda-feira, 12, com a inauguração do Núcleo de Atenção à Pessoa com Dependência Química (Núcleo Acolher). O espaço, que fica localizado em Palmas, conta com uma equipe de atendimento multidisciplinar, composta por psicólogo, assistente social, profissional da enfermagem e psiquiatra. Neste projeto, as famílias também são atendidas e receberão orientações.
 
Conforme explicou a titular da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Gleidy Braga, a ideia do projeto não é atender continuamente o usuário, mas sim ser uma porta de entrada para a rede de atendimento. De acordo com a gestora, a partir da análise será possível estabelecer qual é a melhor estratégia: "se é encaminhar o dependente químico para a rede municipal, estadual ou para uma comunidade terapêutica", afirmou.
 
Comunidades Terapêuticas
 
Outra ação do Governo do Estado é amparar as pessoas com maior vulnerabilidade social em decorrência do uso indevido de drogas, nas comunidades terapêuticas. Para isso, foram estabelecidos critérios de inclusão do dependente químico para seu tratamento e recuperação, sendo eles: condições psicológicas (estado mental) e condições socioeconômicas.
 
Ao todo, são ofertadas 40 vagas gradualmente em cinco instituições, sendo elas: Fazendas da Esperança, em Palmas, Lajeado e Porto Nacional; RHEMA, no Setor Taquari, em Palmas e Leão de Judá, na saída para Aparecida do Rio Negro, também na Capital. São oito vagas para cada comunidade terapêutica, que vão ofertar terapia psicológica e espiritual a fim de recuperar o dependente químico e relembrá-lo da chance que ele tem de transformar a si e a sua própria vida.
 
Ações de Combate às Drogas
 
De acordo com o gerente de Prevenção sobre Drogas da Seciju, José Américo Junior, o Governo do Estado possui em andamento 25 projetos nas áreas de atenção, tratamento e inclusão social. "Iremos investir R$ 6 milhões nos próximos meses nesses projetos. Além disso, está prevista a construção de uma clínica de tratamento para internação involuntária e compulsória; cursos de capacitação para todos os Cras [Centro de Referência de Assistência Social] e Creas [Centro de Referência Especializado de Assistência Social]; o fortalecimento da política dos Conselhos Municipais de Combate às Drogas e o lançamento no mês de agosto do projeto Prevenir, que vai levar para as escolas do Estado teatro e circo falando sobre a prevenção às drogas de uma maneira diferente", explicou.
 
Além disso, as ações de conscientização integram a Caravana da Juventude nas Escolas, projeto executado pela Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Cultura (Seduc) que tem o propósito de debater temas atuais e pertinentes ao universo juvenil. "Nós fizemos uma parceria com a Seduc para integrar essa Caravana, então a gente vai levar o projeto Prevenir e até mesmo o Acolher para o interior do Estado. Vamos levar as equipes lá para os municípios que serão atendidos", complementou.
 
Para o superintendente de Juventude da Seduc, Ricardo Ribeirinha, com a inauguração do Acolher o Governo do Estado completa um ciclo que inclui a prevenção, o tratamento e a repressão em relação às drogas. "A partir de agora alguém que se deparar com problema de álcool e droga, seja ele criança, adolescente, adulto ou idoso saberá que pode contar com esse apoio. Nós temos feito também um trabalho de prevenção nas escolas do interior do Estado por meio da Caravana da Juventude. Além disso, há de ressaltar também o belíssimo trabalho realizado pela Denarc [Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos] na questão da repressão. A Política Nacional sobre Drogas preconiza isso e o Governo está executando sua parte com maestria", destacou.
 
Proerd
 
Outra importante ação promovida pelo Governo do Estado na questão da prevenção é realizada por meio do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), que tem como público-alvo crianças e adolescentes da Educação Infantil, séries iniciais, 5º e 7º anos, bem como os pais e a comunidade.  De acordo com a coordenadora estadual do programa, tenente coronel Alaídes Machado, em 15 anos de atuação no Tocantins foram realizados mais de 355.620 mil atendimentos a crianças e adolescentes, e 4.287 pais atendidos pelo Proerd, c om uma média anual de 40 mil atendimentos. Alcançando 94 municípios tocantinenses.
 
Atualmente, a Polícia Militar conta com 56 instrutores ativos, que são policiais militares voluntários, especialmente treinados para desenvolverem as atividades dos currículos do programa em todo o Estado, distribuídos em Coordenações Regionais sediadas nas 15 Unidades Policiais Militares, subordinados à Coordenação Estadual do Proerd sediada em Palmas, no Quartel do Comando Geral da PMTO.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus