Palmas, 25/09/2017

Estado

Dianópolis

Operação conjunta deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar resulta na prisão de foragido da Justiça em Dianópolis

  • Uma ação conjunta de combate à criminalidade deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar, na manhã deste domingo 16, em Dianópolis, resultou na prisão de Carlos Alberto Ferreira Santos, vulgo “Manchinha”, 23 anos de idade

Dennis Tavares

Operação conjunta deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar resulta na prisão de foragido da Justiça em Dianópolis



Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins
 
Uma ação conjunta de combate à criminalidade deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar, na manhã deste domingo 16, em Dianópolis, resultou na prisão de Carlos Alberto Ferreira Santos, vulgo "Manchinha", 23 anos de idade. Ele é foragido da Justiça pela prática do crime de estupro qualificado por lesão corporal e foi capturado, mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva, quando se encontrava no Povoado Boa Sorte, zona rural daquele município.
 
Conforme o delegado regional de Dianópolis e coordenador da operação, Afonso José de Azevedo Lira Filho, Manchinha estava foragido da Justiça ha dois anos, desde que havia cometido o crime em Novo Jardim. "Por meio de investigações, conseguimos obter o paradeiro do indivíduo e, desta maneira, com apoio do delegado Altamiro Pacheco da 1ª DP de Dianópolis e da equipe de policiais militares comandada pelo capitão Tiago Melo, fomos até o povoado Boa Sorte e efetuamos a prisão de Carlos", ressaltou.
 
No momento em que foi abordado, Carlos Alberto estava de posse de duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 20 e outra espingarda calibre 12, bem como munições dos mesmos calibres e demais objetos, os quais também foram apreendidos.
 
O delegado regional também informou que o foragido da Justiça possui passagens pela polícia do Tocantins e da Bahia pela prática de vários roubos e furtos nesses dois estados e é considerado de alta periculosidade.

"Além do crime de estupro e dos demais delitos praticados, também apuramos, por meio de investigações que Manchinha, de posse de armas de fogo, estava ameaçando trabalhadores rurais da região e aterrorizando a população em geral inclusive, efetuado disparos nas residências de alguns moradores", disse o delegado.
 
Após ser preso, Carlos Alberto foi levado até a sede da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Dianópolis, onde o delegado deu cumprimento à ordem judicial que havia contra ele. O indivíduo também foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo com numeração raspada, ameaça e resistência à prisão. Em seguida, o foragido foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória da cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus