Palmas, 28/07/2017

Estado

Seden

Seden estreita relações comerciais entre laticínio e distribuidores e atacadistas

  • Após reunião, realizada no Espaço Inovar, na Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2017), o empresário João Rafael Hojuara avaliou que o encontro trouxe boas perspectivas de negócios

Maradona

Seden estreita relações comerciais entre laticínio e distribuidores e atacadistas



Patrícia Saturno/Governo do Tocantins

Por intermédio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), a empresa Laticínios Hojuara e a Associação de Distribuidores e Atacadistas do Estado do Tocantins (Adat) estreitaram as relações comerciais para favorecer a cadeia produtiva do leite na região de Santa Terezinha do Tocantins.

Após reunião, realizada no Espaço Inovar, na Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2017), o empresário João Rafael Hojuara avaliou que o encontro trouxe boas perspectivas de negócios. "O contato com a Adat trouxe a possibilidade de a gente trabalhar com a marca própria dos distribuidores, valorizando um produto do mercado local; ou seja, a gente não precisaria lançar a nossa marca e sim valorizar o produto dos próprios supermercados", adiantou.

A  reunião foi intermediada pelo gerente de assistência à micro empresa, Reinaldo Macedo, e o economista Wendell Soares Pacheco, ambos da Seden. "A reunião teve o cunho de estreitar as relações comerciais e buscar contato de potenciais distribuidores, porque a localização da laticínios Hojuara é muito boa, próxima a Araguaína, ao Pará e Maranhão. Então a gente acredita que possa gerar bons frutos", disse Pacheco.

O trabalho de fortalecer a cadeia produtiva do leite na região de Santa Terezinha é um projeto em desenvolvimento em parceria entre a Seden, a Seagro, o Ruraltins e a Prefeitura municipal. "Estamos mobilizando para conseguir disponibilizar a distribuição de alguns tanques de refrigeração, a pavimentação da região próxima à indústria para facilitar o escoamento e o aumento da produtividade dos produtores rurais", informou Wendel Pacheco. 

Este apoio foi destacado por João Rafael Hojuara como fundamental para facilitar o escoamento da produção. Segundo ele, o laticínio tem capacidade para produzir 50 mil litros/dia e já está instalado e pronto para entrar em funcionamento. "A gente está precisando de uma distribuição para comercialização. Então, com o apoio que a gente está tendo da Secretaria para fazer a pavimentação de acesso, que é uma das determinações do Ministério da Agricultura, vai facilitar esse escoamento da nossa produção". 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus