Palmas, 11/12/2017

Geral

ABES

Especialistas debatem tendências do setor de TI na Conferência ABES Software 2017

  • Blockchain, Internet of Things, Indústria 4.0 e Segurança Juridica foram alguns dos principais pontos de discussão ao longo do evento, realizado em São Paulo, na última segunda-feira (18)

Thiago Costa

Especialistas debatem tendências do setor de TI na Conferência ABES Software 2017



São Paulo, setembro de 2017 - Com a temática principal "Negócios Emergentes: do Blockchain ao IoT", a Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) realizou sua Conferência Anual, na última segunda-feira (18), em São Paulo. Alguns dos maiores especialistas do mercado – incluindo representantes do governo, empresários, jornalistas e acadêmicos – foram convidados para debater tendências do setor de Tecnologia da Informação, com foco em oportunidades de novos negócios e os impactos da evolução tecnológica no dia a dia das pessoas.

O evento foi dividido em cinco painéis: "Governo Digital"; "Inovação Financeira"; "Blockchain e Segurança"; "Empreendedorismo, Inovação e Oportunidades de Negócios"; "Segurança Jurídica no Brasil"; e "Presente e Futuro". O key note speaker André de Castro, americano de origem brasileira, autoridade mundial em Blockchain e CEO da empresa Blockchain of Things, mostrou como utilizar o Blockchain para resolver o problema da segurança de IoT.

Outros pontos de destaque foram as transformações da indústria 4.0, as inovações financeiras que podem reduzir o spread bancário para as empresas de TI no Brasil, os efeitos da reforma trabalhista na melhoria da Segurança Jurídica no Brasil e os desafios para a construção de cidades inteligentes, entre outros.

"O objetivo da Conferência Anual da ABES é reunir empresas associadas para um dia de debates no qual são apresentadas visões distintas do mercado de softwares e TI, que se complementam e nos permitem chegar a um panorama amplo do setor. A Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) e o Blockchain englobam alguns dos projetos mais interessantes da atualidade, que devem ser cada vez mais incorporados em nosso cotidiano no futuro próximo. A figura de uma geladeira nos avisando quando precisamos de mais leite, capaz de fazer uma compra automatizada e entregar um produto em nossa casa – possivelmente utilizando drones e com pagamento efetuado por criptomoedas – não deve ser encarada como um devaneio futurista, e, sim, como um exemplo da integração entre soluções tecnológicas já bastante evoluídas", comenta Francisco Camargo, presidente da ABES.

Confira um resumo dos principais tópicos destacados em cada painel:

Governo Digital

Lauro de Lauro, Coordenador do Comitê SaaS da ABES, Diretor Adjunto da ABES e Empreendedor, foi moderador do Painel Governo Digital ao lado de Isabela, versão em português do Watson, a plataforma de computação cognitiva da IBM. O painel contou com a presença de Emerson Kapaz, empresário, ex-Deputado Federal e relator da nova Lei das Sociedades Anônimas; Sérgio Alves, Coordenador Geral de Ambiente de Negócios SEPIN / MCTIC; e Daniel Annenberg, Secretário de Inovação e Tecnologia – PMSP.

Durante o painel, Isabela respondeu perguntas do moderador sobre governo digital. Nesse contexto, Emerson Kapaz discursou sobre o momento político que o Brasil está vivendo, com a retomada do crescimento econômico e como o País está caminhando para uma economia disruptiva.

Sérgio Alves explicou as iniciativas federais para transformação digital e destacou os setores nos quais o Brasil poderia ter vantagens competitivas globais: rural, saúde, cidades e indústria 4.0. Já o Secretário Annenberg apresentou os projetos de Cidade Inteligente da prefeitura de São Paulo, tal como a desburocratização de processos e a meta de redução do tempo para abertura de empresas para cinco dias até o final de 2017.

Inovação Financeira

O painel contou com a participação de Abdallah Hitti, Empreendedor e COO da HIPAY - Paris – França, Carlos Fagundes, Empreendedor e Presidente da Integral Trust, e foi moderado por Gérson Schmitt, Empreendedor e Vice-Presidente do Conselho da ABES.

Com a mensagem "Todos somos banqueiros", Abdallah Hitii defende a utilização da moeda digital e o wallet (a carteira pessoal digital), além de contar sua experiência pessoal investindo em startups, com grandes projetos globais, como o HIPAY, grupo especializado em pagamentos online. Já Carlos Fagundes apresentou montagens financeiras que reduziriam para os empresários de software, como a criação de um fundo de aval garantido por recebíveis e outros ativos não convencionais.

Blockchain e Segurança de IoT

O keynote speaker, Andre de Castro, CEO e Fundador da Blockchain of Things, explicou em detalhes o blockchain e como ele pode resolver, além da segurança de dados e transações bancárias, o problema mais crítico da Internet da Coisas: sua segurança.

O CEO destacou que o blockchain permite resolver o problema do double pay, porque cada transação é colocada em um bloco protegido por criptografia e o hash desse bloco é adicionado ao seguinte e assim por diante. Segundo o executivo, hoje, o blockchain do Bitcoin é a única plataforma comprovadamente segura, com um vetor de ataque que exigiria que toda energia elétrica do planeta fosse usada para processamento de um ataque bem-sucedido.

Empreendedorismo, Inovação e Oportunidades de Negócios

O painel foi aberto pelo Prof. Dr. Eduardo Costa, docente da Universidade Federal de Santa Catarina (UFCS) e Diretor do LabChis (Laboratório de Cidades mais Humanas, Inteligentes e Sustentáveis). Costa analisou como mudanças tecnológicas levaram algumas empresas à falência e apontou as áreas de transporte urbano e intermediação imobiliária como dois segmentos com grandes oportunidades de sucesso, para que empreendedores ofereçam soluções disruptivas.

Na sequência, o púlpito foi ocupado por Irecê Krauss, Chefe do Departamento de Tecnologia da Informação do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), que salientou os investimentos da entidade em projetos ligados à Internet das Coisas, além de detalhar o processo para que empresas de TI se beneficiem das diversas opções de financiamento – com destaque para o Finem.

Rafael Moreira, Assessor Especial para Indústria 4.0 e Diretor de Tecnologias Inovadoras do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio), chamou a atenção para uma "nova revolução industrial" que vem sendo liderada pelas Indústrias 4.0. Moreira explicou as políticas propostas pelo governo para construir robôs industriais, entre outros projetos inovadores.

Jonny Doin, empreendedor e CEO da Grid Vortex, fechou as palestras, todas moderadas por Weter Padilha, Coordenador do Comitê IoT da ABES, Diretor Adjunto da ABES e Empreendedor. Doin abordou a necessidade de resiliência na construção das cidades inteligentes, em que os dispositivos inteligentes podem "se tornar armas se não tiverem segurança" – pelo risco de ataques cibernéticos. Ele citou exemplos de como a tecnologia blockchain pode reduzir essa ameaça.

Segurança Jurídica no Brasil

Dr. Marlos Melek, Juiz do Trabalho, membro da comissão de redação final da Reforma Trabalhista, Dr. Thiago Luís Sombra, Sócio do Mattos Filho, Especialista em Ética Corporativa, e Dr. Manoel Antonio dos Santos, Diretor Jurídico ABES, foram os palestrantes do painel Segurança Jurídica no Brasil, moderado por Paulo Roque, Empresário e vice-presidente da ABES.

Dr. Melek, que participou ativamente da Reforma Trabalhista, explicou para os participantes as principais mudanças da reforma, que é vigente a partir do dia 11 de novembro e que deve aumentar bastante a Segurança Jurídica do Brasil. Já o especialista em Ética Corporativa, Dr. Sombra, destacou a importância de um programa de compliance na rotina das empresas e comparou as leis anticorrupção do Brasil, Estados Unidos e Reino Unido, analisando como elas podem impactar nos negócios locais.

O Diretor Jurídico da ABES, Dr. Manoel dos Santos palestrou sobre os principais desafios jurídicos do setor, como a subjetividade de leis que criam conflitos de interpretação, aumentando a insegurança jurídica para as empresas, principalmente no que concerne a impostos.

Presente e Futuro

O evento foi encerrado pelo debate "Presente e Futuro", moderado pelas jornalistas especializadas em tecnologias Cristina de Luca e Daniela Braun. Maximiliano Martinhão, Secretário de Política de Informática (Sepin) do MCTIC; e Luciano Ramos, Gerente de Pesquisa e Consultoria – IDC (International Data Corporation), foram os convidados para analisar o momento atual e as perspectivas futuras do setor de Tecnologia da Informação no Brasil.

O painel foi aberto com a apresentação de estudos sobre o tamanho do mercado brasileiro e a maneira como atravessou a crise econômica. Martinhão declarou que seu ministério está trabalhando em uma estratégia digital nacional, para que o Brasil aproveite ao máximo as novas tecnologias para aumentar seu nível de competitividade. Luciano Ramos destacou o mercado de mobilidade como um dos mais significativos para a transformação digital do país.

Sobre a ABES

A ABES, Associação Brasileira das Empresas de Software, é a mais representativa entidade do setor com cerca de 1.600 empresas associadas ou conveniadas, distribuídas em 23 Estados brasileiros e no Distrito Federal, responsáveis pela geração de mais de 120 mil empregos diretos e um faturamento anual da ordem de US$ 20 bilhões por ano.

As empresas associadas à ABES representam 86% do faturamento do segmento de desenvolvimento e comercialização de software no Brasil e 33% do faturamento total do setor de TI, equivalente em 2015 a US$ 60 bilhões de vendas de software, serviços de TI e hardware.

Desde sua fundação, em 9 de setembro de 1986, a entidade exerce a missão de representação setorial nas áreas legislativa e tributária, na proposição e orientação de políticas voltadas ao fortalecimento da cadeia de valor da Indústria Brasileira de Software e Serviços – IBSS, na defesa da propriedade intelectual e combate à pirataria de softwares nacionais ou internacionais e no apoio às iniciativas de fomento à pesquisa, desenvolvimento, inovação e ao desenvolvimento do software nacional. Acesse o Portal ABES - www.abes.org.br ou fale com a nossa Central de Relacionamento: (11) 2161-2833.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus