Palmas, 13/12/2017

Geral

MEC

Melhores receitas da alimentação escolar serão premiadas pelo Ministério da Educação

  • Os autores das cinco melhores preparações culinárias das escolas brasileiras ganham premiação em dinheiro e uma viagem internacional

Marcio Vieira

Melhores receitas da alimentação escolar serão premiadas pelo Ministério da Educação



Núbia Daiana Mota /Governo do Tocantins
 
Objetivando valorizar o papel das merendeiras e dos merendeiros na promoção da alimentação saudável e adequada nas escolas públicas, o Ministério da Educação (MEC) lançou a segunda edição do concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar. Os autores das cinco melhores preparações culinárias das escolas brasileiras ganham premiação em dinheiro e uma viagem internacional. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de maio no site http://melhoresreceitas.mec.gov.br.
 
Para participar, as receitas deverão conter ingredientes importantes para a alimentação saudável dos estudantes.  Além da criatividade e do valor nutritivo do prato, as preparações também devem estar inseridas em atividades de educação alimentar e nutricional, que são desenvolvidas na escola. A valorização de hábitos locais e a aplicabilidade da receita no contexto escolar também serão consideradas.
 
A escolha das melhores receitas ocorrerá em quatro fases: etapa eliminatória, etapa estadual, etapa regional e etapa nacional. Serão selecionados os pratos mais caprichados, saudáveis e saborosos do país.
 
Os 135 classificados na Etapa Estadual receberão kits para manipuladores de alimentos. Os 15 finalistas da Etapa Regional, sendo três de cada região, ganharão prêmios em dinheiro e serão contemplados com um curso de boas práticas e elaboração de receitas, em Brasília. Os autores das cinco melhores receitas, um por região, terão direito a uma viagem internacional, além dos prêmios recebidos nas etapas anteriores.
 
Em 2015, na primeira edição do concurso, cinco receitas de merendeiras das escolas estaduais do Tocantins foram classificadas para final regional.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus