Palmas, 18/11/2017

Geral

Paraíso

Policia Civil prende segundo suspeito de assaltar posto de combustível em Paraíso do Tocantins

  • A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 1°Delegacia de Paraíso, com apoio da Diretoria de Polícia da Capital, efetuou, na tarde desta sexta-feira, 3, a prisão de Eldirair Nunes Pereira

Dennis Tavares

Policia Civil prende segundo suspeito de assaltar posto de combustível em Paraíso do Tocantins



A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 1°Delegacia de Paraíso, com apoio da Diretoria de Polícia da Capital, efetuou, na tarde desta sexta-feira, 3, a prisão de Eldirair Nunes Pereira. Ele é apontado como sendo o segundo autor do assalto a um posto de combustíveis, fato ocorrido no dia 27 de agosto de 2017, em Paraíso do Tocantins e foi capturado, em Palmas, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva.
 
Conforme o delegado Paulo Henrique Gomes Mendes, responsável pelo caso, Eldirair estava sendo monitorado desde o início das investigações, quando as equipes da 1ª DP de Paraíso apontaram-no como o segundo autor do roubo, sendo inclusive o autor do sequestro da gerente do estabelecimento.
 
No momento da abordagem, os policiais civis encontraram em poder de Eldirair, um revólver calibre 32 e mais 10 munições intactas, arma esta que, segundo investigações, fora usada no roubo. Ao mesmo tempo, Policiais Civis do 1° DP de Paraíso, apreenderam nesta cidade, a moto Honda GC prata, usada por Eldirair, a qual fora adquirida com o dinheiro do assalto ao posto.
 
Na ação que resultou na prisão do homem, os policiais civis de Paraíso do Tocantins contaram com apoio do de uma equipe de policiais civis da Diretoria de Polícia da Capital, comandada pelo delegado Raimundo Cláudio, que prestou suporte na localização e conseqüente prisão do indivíduo.
 
Após ser capturado Eldirair foi conduzido à Central de Flagrantes de Palmas, onde foi autuado em flagrante delito, pela prática do crime de posse ilegal de arma de fogo, ocasião em que foi cumprido o mandado de prisão em desfavor do mesmo. Em seguida, o suspeito foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Paraíso do Tocantins.

O crime

No dia dos fatos, a gerente do posto foi sequestrada, quando estava em frente a sua residência e levada ao posto de combustíveis. No local, sob a mira de armas de fogo, a vítima foi obrigada a entregar mais de R$ 50 mil reais, que estavam no cofre do estabelecimento e correspondiam a movimentação financeira do fim de semana. Em seguida, os assaltantes fugiram no carro da gerente, deixando-a amarrada em um matagal. O veículo foi abandonado, poucos quilômetros adiante e os assaltantes fugiram tomando rumo ignorado. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus