Palmas, 29/05/2017

Opini√£o

Trabalho

O mundo do trabalho

  • Por Luiz Gonzaga Bertelli*
O mundo do trabalho


Desde os prim√≥rdios, o trabalho acompanha a hist√≥ria da humanidade. As primeiras atividades agr√≠colas surgiram ainda na pr√©-hist√≥ria. No Egito Antigo, predominava no mundo laboral a servid√£o coletiva. J√° na √©poca de Arist√≥teles, na Gr√©cia Antiga, a base era escravid√£o. Na Alta Idade M√©dia, caracterizada pelo feudalismo, existia um regime restrito de servid√£o, entre os senhores feudais e seus vassalos. Foi s√≥ na revolu√ß√£o industrial, a partir do s√©culo 17, na Europa, que surgiu o conceito de emprego, uma rela√ß√£o em que se vende for√ßa de trabalho por remunera√ß√£o. √Č por meio do trabalho que s√£o desenvolvidas habilidades t√©cnicas, a rela√ß√£o entre as pessoas e a busca por objetivos econ√īmicos e sociais. Seja no campo ou nas cidades, no com√©rcio, nas ind√ļstrias, no servi√ßo p√ļblico ou entidades do Terceiro Setor, o trabalho √© o caminho mais certeiro para uma vida melhor.
 
Atualmente vivemos um momento de incertezas com a crise econ√īmica que afeta parte importante da popula√ß√£o economicamente ativa do pa√≠s ‚Äď o desemprego continua a crescer, apesar de pequenos sinais de que a retra√ß√£o est√° diminuindo. √Č sabido tamb√©m que os jovens na faixa et√°ria de 16 a 24 anos, s√£o os mais afetados pela crise.
A atual gera√ß√£o, que tem dificuldades para se inserir no mercado de trabalho, padece nos subempregos. Crian√ßas s√£o jogadas ao mercado de trabalho para ajudar os pais nas contas dom√©sticas, muitas vezes em situa√ß√Ķes insalubres e afastando-se dos bancos escolares.
 
O CIEE, com a experi√™ncia de 53 anos inserindo jovens no mercado de trabalho, entende que o est√°gio e a aprendizagem s√£o modalidades importantes que, al√©m de capacitar os jovens, facilitam sobremaneira a sua entrada no mundo laboral. No est√°gio, os estudantes aliam os conhecimentos te√≥ricos com a pr√°tica da profiss√£o, interagindo com profissionais mais experientes. Na aprendizagem, a pr√°tica e a teoria andam juntas na forma√ß√£o profissional de jovens entre 14 e 24 anos. Bem formados e capacitados, essa parcela da juventude sai √† frente na competi√ß√£o por uma vaga no mercado de trabalho, fortalecendo-se em busca do sucesso profissional. 
 
*Luiz Gonzaga Bertelli é presidente do Conselho de Administração do CIEE, do Conselho Diretor do CIEE Nacional e da Academia Paulista de História (APH)
 
Sobre o CIEE

Desde sua funda√ß√£o, h√° 53 anos, o CIEE j√° encaminhou 16 milh√Ķes de estudantes para est√°gio e aprendizagem em milhares de empresas e √≥rg√£os p√ļblicos parceiros. Para se ter ideia, o contingente de estagi√°rios √© maior do que a popula√ß√£o da cidade de S√£o Paulo. A marca confirma o crescente reconhecimento da efic√°cia do est√°gio e da aprendizagem em duas importantes frentes: como capacita√ß√£o pr√°tica dos jovens para o mercado de trabalho e como fonte de recrutamento de novos talentos. O CIEE tamb√©m desenvolve uma s√©rie de a√ß√Ķes de assist√™ncia social, com total gratuidade aos beneficiados e destinadas, em especial, a segmentos em situa√ß√£o de vulnerabilidade social como: Programa de Educa√ß√£o √† Dist√Ęncia, Inclus√£o de Pessoas com Defici√™ncia, Alfabetiza√ß√£o para Adultos, Desenvolvimento Estudantil e Profissional, Programa de Orienta√ß√£o e Informa√ß√£o Profissional, Orienta√ß√£o Jur√≠dica Gratuita √† Popula√ß√£o Carente (Projur), Cursos Gratuitos de Inform√°tica, al√©m de Ciclos de Palestras, Concursos Liter√°rios ‚Äď que estimulam a escrita e a leitura -, Feira do Estudante - Expo CIEE, entre outros.


Coment√°rios

comments powered by Disqus