Palmas, 13/12/2017

Política

FNP

Amastha comemora agenda de articulações em prol de mais crescimento para Palmas

  • Amastha tem cumprido extensa agenda de reuniões técnicas, eventos e congressos em prol do fortalecimento de relações com entidades parceiras e outros municípios com visão estratégia

Junior Suzuki

Amastha comemora agenda de articulações em prol de mais crescimento para Palmas



Em números, o impacto da crise econômica brasileira se traduz no peso que os municípios brasileiros têm carregado e que, de acordo com o último Anuário Multi Cidades sobre Finanças dos Municípios do Brasil, elaborado pela Federação Nacional dos Prefeitos (FNP), mostra que os municípios arcaram com 55% de todo o gasto da saúde, educação e área social no último ano.

 

Para levantar defesa pelo partilhamento mais equilibrado entre responsabilidades e despesas, o prefeito Carlos Amastha tem oferecido reforço ao discurso da FNP, onde assumirá a presidência em exercício a partir do próximo dia 10 de janeiro de 2018, para discutir canais de diálogo e enfrentamento da crise econômica residual. Amastha atualmente ocupa cadeira de 1ª vice-presidência da FNP.

 

"Entendemos que fortalecidos, nós, enquanto municípios, temos condições de garantir mudanças importantes e adquirir o fôlego necessário para nossas cidades crescerem de maneira sustentável mesmo neste momento de retomada do crescimento econômico", avaliou o prefeito.

 

Envolvido também com a agenda de articulações com a bancada municipalista no Congresso, Amastha avalia ainda que a liberação de R$ 3 bilhões aos municípios, em 2018, condicionada, conforme acordo feito no Planalto, em Brasília (DF) nesta segunda-feira, 4, pode auxiliar muito. "Esse recurso virá para dar um fôlego e garantir expectativa de crescimento para o poder municipal".

 

Intercâmbio

Amastha tem cumprido extensa agenda de reuniões técnicas, eventos e congressos em prol do fortalecimento de relações com entidades parceiras e outros municípios com visão estratégia para o desenvolvimento municipalista. A exemplo dos compromissos e metas assumidos com a assinatura da Carta de Recife, no último dia 27 de novembro em Recife (PE), e do ciclo de Encontros de Prefeitos de Cidades Sustentáveis Brasileiras, em que Palmas figura como única capital da Região Norte com parâmetros de desenvolvimento em destaque no País, encerrado no último dia 1º de dezembro, em Florianópolis (SC).

 

Neste mesmo contexto, outras agendas estratégicas foram viagens recentes à Espanha, Alemanha e Estados Unidos para participar de encontros dedicados a temas ligados à sustentabilidade e turismo; e ao Peru, para a Conferência da CAF: Cidades com Futuro, para discutir com líderes de 24 países para tratar sobre estratégias para transformação das cidades ali representadas em localidades mais inclusivas, produtivas e resilientes.

 

O cenário é de oportunidade para mudanças que vislumbrem mudanças concretas para crescimento mútuo que ultrapassem o cenário econômico e político nacional ainda frágil, reforçou o prefeito.

 

Entre as iniciativas em andamento no município de Palmas e que servem de modelo para outras cidades brasileiras estão o Programa Palmas Solar, que dá a Palmas a referência em gestão de incentivo ao uso de energias renováveis, o projeto Pé de Sombra, que torna factível o desafio de diminuição do déficit de arborização da cidade, e a adesão ao Programa Governos Locais pela Sustentabilidade (Iclei), movimento com mais de mil cidades associadas que buscam através da articulação e compartilhamento de boas experiências para o desenvolvimento sustentável.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus