Palmas, 19/11/2017

Política

Trabalho Infantil

Em homenagem, Dorinha defende mais investimento em educação no combate ao trabalho infantil

  • A homenagem ocorreu nesta segunda, 12, Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil e a parlamentar foi autora do requerimento da sessão solene


Na sessão solene em homenagem ao ativista indiano Kailash Satyarthi, ganhador do Nobel da Paz em 2014, a deputada Professora Dorinha (Democratas/TO) afirmou que ele é uma inspiração para quem se dedica à educação e sua presença no Brasil pode sensibilizar o País para esse debate. A homenagem ocorreu nesta segunda, 12,  Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil e a parlamentar foi autora do requerimento da sessão solene.

"Satyarthi, como qualquer um de nós, fez a sua luta para provocar não só seu país, mas o mundo inteiro, e nós que acreditamos e sabemos o quanto a educação pode fazer diferença na vida das pessoas, em especial das nossas crianças", disse a deputada.

Professora Dorinha destacou que Kailash deixa a lição de que cada um pode e deve fazer a sua parte e que o Congresso Nacional tem grande responsabilidade nesse debate. "A Câmara tem a responsabilidade de trabalhar mais pela garantia do direito à educação, por mais investimentos na área e pela redução da desigualdade".

Ações como as promovidas pelo ativista indiano, segundo Dorinha, são essenciais também no Brasil, onde os direitos à infância e à educação são negados para quase três milhões de crianças e adolescentes no país, de acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O mapeamento da situação do trabalho infantil mostra que o número de trabalhadores precoces corresponde a 5% da população que tem entre 5 e 17 anos no Brasil. A taxa de crianças economicamente ativas é 20% menor do que o registrado em anos anteriores. Em 2015, ano da última pesquisa do IBGE, quase 80 mil crianças nessa faixa etária estavam trabalhando e cerca de 60% delas vivem na área rural das regiões Norte e Nordeste.

Professora Dorinha disse que "somente no compromisso de combate ao trabalho precoce é romper o ciclo vicioso da miséria e da ignorância em qualquer lugar do mundo".
 
Sessão solene

Kailash Satyarthi agradeceu a homenagem e elogiou a legislação brasileira de combate ao trabalho escravo e ao trabalho infantil. Ele destacou o papel do Congresso Nacional em garantir um futuro melhor para milhões de crianças do País e pediu prioridade para o investimento em educação pública.

"Nós temos que dar um fim ao trabalho infantil e à escravidão infantil. Nós temos o comprometimento internacional. Eu espero e faço um apelo. O investimento em educação é a chave", afirmou.

O ativista indiano está no Brasil para o lançamento da Iniciativa Global 100 milhões por 100 milhões, campanha com o objetivo de mobilizar 100 milhões de pessoas na luta pelos direitos de 100 milhões de crianças que vivem em situação de trabalho infantil no mundo.
(Com informações da Agência Câmara)

--
CIDIANE CARVALHO
Deputada Professora Dorinha


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus