Palmas, 13/12/2017

Política

Energia Solar

Paulo Mourão debate energia solar e propõe que AL instale painéis solares para reduzir os custos com energia

  • A ideia, segundo o parlamentar, é baratear o custo da energia para o setor produtivo e ainda buscar uma solução para a deficiência dos recursos hídricos na região sudeste

Antonio Gonçalves

Paulo Mourão debate energia solar e propõe que AL instale painéis solares para reduzir os custos com energia



O deputado estadual Paulo Mourão (PT) debateu nesta terça-feira, dia 28, importância de se investir em novas matrizes energéticas e fontes renováveis, reforçando a necessidade da criação de um fórum de debate permanente para a discussão das energias no estado. A ideia, segundo o parlamentar, é baratear o custo da energia para o setor produtivo e ainda buscar uma solução para a deficiência dos recursos hídricos na região sudeste.
 
A discussão que começou pela manhã na comissão de Minas e Energia, da qual é presidente, e continuou à tarde no plenário da casa, quando o parlamentar apresentou um requerimento, em regime de urgência, em conjunto com os deputados Eli Borges (Pros), Stalin Bucar (SD), Júnior Evangelista (PSDC), Toinho Andrade (PSD), Olyntho Neto (PSDB), Valdemar Júnior (PMDB), Rocha Miranda (PMDB),  Valderez Castelo Branco (PP), Solange Duailibe (PR) e Zé Roberto (PT), propondo que a Assembleia Legislativa instale um sistema de captação de energia solar no prédio da casa.
 
Segundo Mourão, o objetivo é promover o uso da energia solar como meta de diminuição de gastos, tendo em vista que a energia solar gera uma economia que varia entre 50% e 95%. "A energia solar é uma solução economicamente viável. Vamos dar um exemplo a outros órgãos públicos do estado para que adotem também a mesma medida, gerando aí uma economia ao estado", destacou.  
 
Paulo Mourão tem argumentado que a energia solar é um dos pontos na atual conjuntura econômica de maior apelo no sistema energético brasileiro. "A energia solar tem uma capacidade de investimentos muito alta e o Tocantins tem potencial e é um forte candidato por ser um dos estados brasileiros que mais têm incidência de raios solares", afirmou.
 
 Mourão considera que é preciso trabalhar a questão das redes de distribuição de energia, uma vez que "hoje os estados que já tem suas redes de distribuição são os que têm mais investimentos, nesse momento de torneira fechada em que o Brasil vive onde o poder público está sem poder investir e o setor privado internacional que está investido, produzindo energia ou eólica e solar", observou.
 
Paulo Mourão voltou a citar o estado do Piauí que recebeu investimentos no valor de US$ 1,3 bilhão para serem aplicados em energia solar. "O estado do Piauí está dando um exemplo, mudando a sua matriz energética e inclusive mudando a qualificação do trabalhador. Isso é algo inovador. As empresas que chegaram lá não estão comprando patrimônio, terras, elas estão arrendando por um prazo de 35 a 40 anos e ali o pequeno proprietário, assentamentos rurais ou médio e grande produtor, ficam com o patrimônio arrendado e recebem royalties por mês. O pequeno produtor na região do Piauí está recebendo uma média de R$ 5 e R$ 8 mil reais de renda mês, isso é uma forma de gerar renda", alerta.
 
"É por isso que precisamos nesta comissão, abrirmos um compromisso de trabalharmos em conjunto para definirmos se a comissão tem como determinação a criação desse Fórum para discussões do setor, porque aí nos convidaríamos, o governo do estado, federações, entidades e universidades para fazermos um estudo do que seria viável em investimentos para a criação dessas redes de distribuição, além de parcerias para promover o desenvolvimento da matriz energética no Tocantins", elencou.
 
Elogios

Durante as discussões, o deputado Stalin Bucar destacou esse tipo de discussão é benéfica ao estado. "Hoje a comissão de Minas e Energia tem um presidente que tem o conhecimento com experiência muito grande e estado precisa aproveitar isso", enfatizou.
 
"Vossa excelência Paulo Mourão no meu entendimento, já deveria ter governado o estado do Tocantins, pelo exemplo que vossa excelência deu como prefeito de Porto Nacional, correto, honesto, investidor", elogiou. "Acompanhei o trabalho que vossa excelência fez em Porto Nacional, eu acredito que esse estado precisa dar uma renovada nessa disputa entre PMDB e Siqueira Campos", continuou Stalin.
 
A deputada Valderez Castelo Branco (PP) também parabenizou Paulo Mourão a respeito da importância de se buscar avanços para o uso de novas fontes de energia, citando a energia solar como fonte que pode ser utilizada na redução dos custos. "Sou favorável a buscar os avanços na área de energia e investir em novas tecnologias e no Tocantins.  Como presidente da Comissão de Meio Ambiente me coloco a disposição para lutarmos e fazer valer sair do papel e tornar realidade as ações.
 
Brasil Solar Power

Durante a reunião na comissão, Paulo Mourão anunciou que a Brasil Solar Power, uma associação que representada por produtores de energia solar do Brasil e na América Sul, convidou os todos os membros da comissão de Minas e Energia para participar 2ª edição do Brasil Solar Power Conferência e Exposição, nos dias 5 e 6 de julho, no Centro de Convenções Sulamerica, no Rio de Janeiro.
 
"Fomos convidados pelo presidente do grupo canal Energia Rodrigo Ferreira e o diretor executivo da ABSolar, Rodrigo Sauaia a participar deste  maior evento que trata de energia solar da América do Sul, onde se debaterão os  interesses do setor elétrico nacional. Entendo que é importante a participação dos membros desta comissão a fim de conhecer mais como anda a questão do setor energético para desenvolver novos pensamentos", disse. Segundo Mourão, o governador Marcelo Miranda (PMDB) também será convidado a participar da conferência.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus