Palmas, 24/11/2017

Política

Economia

Paulo Mourão destaca importância da agricultura familiar para a economia brasileira

  • O parlamentar lembrou que o fortalecimento da agricultura familiar se deu no governo do PT, com o presidente Lula

Paulo Mourão destaca importância da agricultura familiar para a economia brasileira



O deputado estadual Paulo Mourão (PT) esteve neste sábado, dia 19, nos municípios de Lagoa da Confusão e Paraíso do Tocantins, a convite do deputado estadual Zé Roberto (PT), participando do Seminário de Formação de Agricultores Familiares em Políticas Públicas, promovido pelo Instituto Terra Sustentável, por meio de emenda parlamentar de Zé Roberto, que tem por objetivo de promover a capacitação e qualificação de pequenos produtores rurais e assentados do Tocantins.
 
Em sua fala Paulo Mourão destacou que é preciso fomentar políticas públicas para o fortalecimento da agricultura familiar. "É importante organizar a base produtiva com ações governamentais voltadas ao fortalecimento da agricultura familiar que é uma atividade muito importante tanto para o sustento das famílias que vivem na zona rural, quanto para a produção agrícola brasileira, tendo em vista que 70% dos alimentos hoje, consumidos na mesa do brasileiro, são vindos da agricultura familiar. Por isso precisamos investir e apoiar a classe, promovendo políticas públicas eficientes para o fortalecimento do setor", observou.
 
O parlamentar lembrou que o fortalecimento da agricultura familiar se deu no governo do PT, com o presidente Lula. "O presidente Lula manteve como prioridade em seu governo trabalhar políticas públicas a favor do agronegócio brasileiro, aumentando os recursos destinados à agricultura familiar. Com isso vieram alguns avanços no campo por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar e o Programa de Desenvolvimento Sustentável dos Territórios Rurais. Mas infelizmente esse atual governo que aí está, não tem promovido ações voltadas à agricultura familiar, destacou.
 
Para Mourão a produção da agricultura familiar deveria ser inserida no processo da exportação. "Há uma concepção equivocada de que somente a grande produção agrícola é que pode ser exportada. Isso tá errado. Nos países da Europa a força da produção vem de pequenas propriedades. Os vinhos italianos que são consumidos em valores caríssimos são produzidos pela agricultura familiar. São as famílias que os fazem.  Aqui no Brasil as famílias são excluídas do processo comercial. Porque não fazem políticas públicas que fortaleçam a agricultura familiar no campo também da exportação, não só do abastecimento da mesa do brasileiro? É preciso começar a repensar e mudar esse conceito brasileiro, investir melhor na agricultura familiar para fomentar o processo de exportação do produto", observou.
 
Mourão disse que a educação é a base de tudo e que é preciso também fazer investimentos na educação do campo para que o jovem possa acompanhar o desenvolvimento tecnológico. "É preciso organizar o processo de política pública educacional para o jovem do campo, porque a educação passa também pelo campo. Nossos jovens precisam se preparar e qualificar para obter a formação técnica e saber melhor produzir e acompanhando o processo de evolução da produção tecnológica no campo.  Uma das políticas mais importantes a serem implementadas é a política da educação. Sem a educação as coisas não tem possibilidades de acontecer", reforçou.
 
O parlamentar destacou que os pequenos agricultores e assentados precisam se organizar para buscar recursos junto ao orçamento. "Vocês precisam se unir e lutar por benefícios. Se organizarem e elaborem projetos para buscar junto aos governos municipal e estadual, os recursos no orçamento para serem implementados na agricultura familiar". Eu me proponho a destinar emendas para os municípios na área da educação, saúde e políticas sociais que para mim são prioridades".

Programa Território da Cidadania

"Mourão alertou que é preciso voltar a discutir o Programa Território Da Cidadania para a construção da identidade do trabalhador rural. Precisamos conhecer as bases, saber as suas reais necessidades, ter uma radiografia do que seriam as reivindicações para garantimos a formação de políticas a fim de fortalecer a produção nos territórios rurais, promovendo a integração de ações entre os Governos Federal, Estadual e Municipal que são estratégias fundamentais para a desenvolvimento do Território da Cidadania. 
 
Os governos precisam apoiar atividades produtivas que incentivem a inclusão da população de baixa renda. Atividades que fazem parte da realidade produtiva local. Incentivar a produção e comercialização dos produtos, porque aí as pessoas passariam a depender menos do poder público e teriam sua independência financeira, trabalhando em seu pedaço de terra, gerando emprego e renda", explicou.
 
Paulo Mourão parabenizou a iniciativa o deputado Zé Roberto em promover o seminário e a promoção de políticas públicas para a classe. "O deputado Zé Roberto está de parabéns pelo trabalho que vem fazendo em defesa dos pequenos agricultores. Ele é o único parlamentar que eu conheço que abraça a causa em defesa da agricultura familiar no Estado. Zé Roberto viaja de ponta a ponta no Tocantins visitando os assentamentos para conhecer de perto as demandas locais e buscar implementar políticas públicas para a classe", ressaltou.

Seminário

O Seminário de Formação de Agricultores Familiares em Políticas Públicas acontece neste final de semana,  nas cidades de Lagoa da Confusão e Paraíso do Tocantins.
 
Participam do evento em Lagoa da Confusão, os produtores rurais e representantes de assentamentos das cidades de Cristalândia, Pium, Formoso do Araguaia, Alvorada, Dueré, Talismã e assentamento PA São Francisco.
 
Já em Paraíso do Tocantins o seminário conta com a participação de produtores rurais e representantes de assentamentos das cidades de Paraíso, Divinópolis, Abreulândia, Caseara, Miranorte, Nova Rosalândia, Dois Irmãos e Araguacema. Os próximos seminários estão previstos para acontecer, no sábado dia 26, em Colmeia  e domingo dia 27, em Natividade, finalizando em Palmas no dia 02 e 03 de setembro.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus