Palmas, 13/12/2017

Política

Luzimangues

Vereadores se reúnem com executivo em Luzimangues: em pauta educação, infra estrutura e saúde

  • A gestão municipal se mostrou aberta aos vereadores, que levaram os questionamentos da população, se colocou a disposição para procurar as soluções em conjunto e proporcionar as políticas públicas para a comunidade local

Vereadores se reúnem com executivo em Luzimangues: em pauta educação, infra estrutura e saúde



Atendendo a um requerimento do vereador Joaquim do Luzimangues, a Câmara de Porto Nacional realizou nesta segunda (09) uma reunião na subprefeitura do distrito com a presença dos vereadores, Adael Oliveira, Jefferson Lopes, Geylson Neres, Chico Silva, Charles Souza e Joaquim do Luzimangues. Estavam presentes também, o vice-prefeito Ronivon Maciel, o sub prefeito de Luzimangues, Otton Nunes, o superintendente de Luzimangues, José Barbosa, as secretárias municipais de educação, Deusina Ribeiro e de saúde, Ana Cristina Mota Brito, além de coordenadores da subprefeitura no distrito.

Em pauta foram tratadas as demandas enfrentadas pela comunidade da região relacionadas à saúde, educação e infraestrutura. Sobre a saúde, foram levantadas questões tais como agendamento de consultas, medicamentos, etc e sobre educação, o transporte escolar, rota,  aumento na quantidade de alunos, dentre outros.

A secretária de educação, Deusina Ribeiro, destacou as dificuldades enfrentadas pela gestão no que diz respeito ao transporte escolar e a educação no campo, mas deixou claro, que já notificou verbalmente a empresa responsável e a partir de agora, notificará a mesma por escrito. Para ela "não justifica o alto gasto com transporte escolar  se este não atende satisfatoriamente as demandas da comunidade", afirma. Deusina Ribeiro comentou ainda, que "tem sido um desafio porém tem se esforçado para trazer as melhorias para a educação municipal".

A secretária de saúde, Ana Cristina Mota Brito, trouxe dados referentes ao número de pessoas cadastradas para atendimento a saúde no distrito, que totalizam em média, 3.310 pessoas. "Como em Luzimangues há uma Unidade Básica de Saúde – UBS, que possui capacidade de realizar até 4000 atendimentos, conforme a quantidade de pessoas cadastradas, esta,  conseguiria atender a demanda", frisa. Porém, de acordo com a secretária, "há uma discrepância na quantidade real de habitantes no distrito"; Ela esclareceu que "foi feito um levantamento junto a Energisa pela quantidade de relógios e  a estimativa foi de 21.000 casas, sem levar em consideração a média de  pessoas por residência". Ana Cristina Mota Brito afirmou que "seriam necessárias cerca de 6 UBSs para que o atendimento a saúde contemple todos os moradores". A secretária afirmou que "será realizado um cadastro para atualizar os números conforme a quantidade real de moradores para que o Ministério da Saúde possa realizar os repasses  de acordo com a demanda de Luzimangues e região".

A gestão municipal se mostrou aberta aos vereadores, que levaram os questionamentos da população, se colocou a disposição para procurar as soluções em conjunto e  proporcionar as políticas públicas para  a comunidade local.

Para o presidente da Câmara, Adael Oliveira "a reunião foi produtiva, o vereador Joaquim foi ouvido ao  trazer as demandas da comunidade e elas são reais, porém, nós vimos  o comprometimento das secretárias e da gestão, por isso  acredito que com essa união de forças, ideias e pensamentos,  chegaremos  a resolução dos problemas de Luzimangues", destaca.

O vereador Jefferson Lopes, líder do governo na Câmara, comentou que "os  objetivos da reunião foram alcançados e todos os questionamentos foram deliberados"  e afirma sair da reunião satisfeito.

Conforme o vereador Joaquim do Luzimangues "o sentimento ao sair da reunião é de dever cumprido; foram pautadas as demandas mais urgentes, como a  questão do agendamento dos médicos, transporte escolar e infra estrutura das estradas em Luzimangues", anota. O vereador garante que a reunião foi objetiva e trará resultados para  melhorar ainda mais a qualidade de vida da comunidade.

O vice-prefeito, Ronivon Maciel reconheceu o desafio de trazer as políticas públicas para Luzimangues devido ao grande crescimento que a região tem tido nos últimos anos e esclarece que "o poder público precisa acompanhar o crescimento da região e para avançar, é essencial essa sintonia entre o poder executivo e legislativo", explica.​


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus