Palmas, 11/12/2017

Saúde

Cirurgia

Cerca de 270 pacientes aguardam cirurgia oncológica no HGP

  • A Recomendação foi protocolada nesta terça-feira, 25, e trata, ainda, que seja providenciado, no prazo de 30 dias, um plano estratégico que garanta a oferta de cirurgias


Rose Dayanne Santana

Após constatar que cerca de 270 pacientes aguardam por cirurgias oncológicas no Hospital Geral de Palmas (HGP), a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) recomendou ao Secretário de Saúde do Estado do Tocantins a reavaliação dos pacientes que estão na fila de espera para o procedimento. A Recomendação foi protocolada nesta terça-feira, 25, e trata, ainda, que seja providenciado, no prazo de 30 dias, um plano estratégico que garanta a oferta de cirurgias. 

Durante vistoria realizada no último dia 20, a equipe da 30ª Defensoria Pública da Saúde da Capital constatou que 272 pacientes aguardam por cirurgias oncológicas no HGP, conforme lista disponibilizada pelo setor responsável. Uma servidora relatou ainda que há muita demora para a realização dos procedimentos devido à insuficiência de leitos de UTI. 

A Recomendação da DPE destaca, ainda, que a demora pode ter agravado o quadro clínico, de forma que a intervenção cirúrgica deva ser imediata, por exemplo, com a mudança de procedimento eletivo para urgência; e que a apresentação do plano estratégico, com a devida gestão dos recursos humanos, pode dar uma solução à fila e evitar óbitos, já que muitos são pacientes com câncer e com riscos de maiores agravos.

Além disso, foi requisitado que seja apresentada a relação de materiais e insumos que estão em falta para a realização dos procedimentos, especificando a quantidade necessária para atender todos os pacientes que estão aguardando na fila.

Ambulatório

No dia 20, a equipe também vistoriou o Ambulatório Oncológico de Quimioterapia e foi constatado que recentemente foi regularizado o estoque dos medicamentos Zytiga mg, Anagrelina, Bicalutamida, Capecitabana, Anastrazol, Bortezomide e Trastusumabe. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus