Palmas, 26/07/2017

Saúde

Palmas

Conhecidos por seus benefícios à saúde, pratos à base de peixes são os preferidos nas praias da Capital

  • A gastronomia tocantinense é um verdadeiro caldeirão de sabores, com influências de diversos estados brasileiros, com toque da culinária indígena, portuguesa, paulista, mineira, nordestina e africana

Aline Batista

Conhecidos por seus benefícios à saúde, pratos à base de peixes são os preferidos nas praias da Capital



A gastronomia tocantinense é um verdadeiro caldeirão de sabores, com influências de diversos estados brasileiros, com toque da culinária indígena, portuguesa, paulista, mineira, nordestina e africana. Na temporada de praias os pratos feitos à base de peixe ganham papel de destaque na mesa do tocantinense. Na Capital, os palmenses podem curtir as águas calmas do Lago de Palmas durante o ano todo, principalmente as atrações existentes nas praias do Prata, das Arnos, Buritis, Graciosa e do Caju. E um dos grandes atrativos desses locais são as barracas de comida, que servem principalmente os quitutes feitos com peixe. 
 
Segundo Nilva Gomides, 47 anos, proprietária de um restaurante na Praia do Prata, o prato mais pedido pelos visitantes é o tucunaré frito. "Por semana servimos uma média de 70 pratos de tucunaré frito. Em segundo lugar no gosto dos clientes está o petisco de pirosca, muito apreciado".
 
Quem também destaca o gosto dos palmenses pelo tucunaré frito é o gerente de um restaurante na Praia da Graciosa, Aureliano Mendanha Lopes. "Sem dúvida o tucunaré é o forte do nosso cardápio e servimos uma média de 300 quilos toda semana. Temos clientes há mais de 10 anos e que todos os meses nos procuram para comer a iguaria", destaca.
 
Em relação ao fluxo de visitantes durante o período de férias, o gerente destaca que é perceptível a movimentação diária de turistas que vêm pela primeira vez conhecer a cidade e estão encantados com a beleza do local, principalmente das praias. "A revitalização da Graciosa só trouxe benefícios aos comerciantes e estamos satisfeitos com o aumento da clientela", comemora Lopes.
 
União nas areias
 
Moradora de Porto Nacional, a dona de casa Elizete da Silva não pensou duas vezes e reuniu toda a família em um acampamento feito na Praia da Graciosa. "Estamos desde sexta-feira na Graciosa com a intenção de aproveitar ao máximo toda a estrutura da praia em três dias de aventura. Aqui é muito seguro, fato que pesou muito na opção pela permanência nesse local. Outro ponto importante é a presença das telas de segurança na água, que me deixa muito mais tranquila", ressalta a dona de casa.
 
Segundo o presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente, Evercino Moura, não é proibida a utilização da Praia da Graciosa como espaço para acampamento, desde que sejam montadas pequenas estruturas e que os visitantes não poluam o local. A limpeza e conservação do espaço são imprescindíveis.
 
Caranha frita faz sucesso
 
Parada obrigatória para quem visita a Praia das Arnos, a barraca da Francisca Josefa da Conceição, mais conhecida como Dona Tica, é famosa pelo preparo da caranha frita. Segundo a comerciante, o segredo é o preparo do peixe, feito com gordura vegetal. "Acredito que o meu diferencial é o investimento no preparo de cada prato. Tudo feito com muito cuidado e amor. Apesar de ser frita, a caranha servida na minha barraca é mais saudável. Recebo visitantes diariamente que me procuram para provar esse prato que ganhou fama até fora do Tocantins", diz a comerciante.
 
Em mais um ano visitando a Praia das Arnos, o geógrafo Benvindo Rodrigues, que reside em Belo Horizonte (MG), aprovou a caranha frita servida pela dona Tica e não deixou também de provar o famoso tucunaré frito. "Gostei muito. A praia é maravilhosa, assim como a cidade", avalia o geógrafo.
 
Benefícios do peixe
 
Conforme dados do Ministério da Agricultura, o consumo de pescado no Brasil é de 14,4 kg por habitante/ano, o que supera o recomendado pela Organização Mundial da Saúde, que é 12 kg, por habitante, a cada ano. Tanto a produção quanto ao consumo de pescado vêm crescendo a cada ano. Conforme o IBGE, em 2015 foram produzidas 483 mil toneladas de peixe.
 
Em tempos em que a preocupação com a saúde está cada vez mais em pauta, esse aumento no consumo pode ser reflexo da conscientização da população para os benefícios do peixe, como explica a nutricionista Lia Cardoso Barreto. "Os peixes são ótimos ingredientes para quem deseja manter uma dieta balanceada e saudável. É um alimento versátil, além de ser delicioso e fácil de preparar. A carne de peixe é uma das principais fontes de proteínas, previne doenças cardiovasculares, além de aumentar as reações anti-inflamatórias, auxilia na diminuição dos triglicerídeos", explica a nutricionista ao alertar que nem todos os peixes têm grandes quantidades desses nutrientes.
 
A nutricionista recomenda que o consumidor deve selecionar um peixe fresquinho e dar preferência ao grelhado, ensopado ou cozido. "O ideal é consumir peixe pelo menos duas vezes na semana e não deixar apenas para a temporada de praias", destaca.
 
Consciente do valor nutricional do peixe, o funcionário público Mario Augusto Lamas, 65 anos, que mora em Goiânia, sempre que pode vem a Palmas para visitar o filho e curtir as atrações turísticas da cidade. Na manhã deste sábado, 15, o funcionário reuniu toda a família e foi curtir o agito na Praia do Prata e ainda saborear um tucunaré frito. "A Praia do Prata é bem convidativa, com águas calmas e muitas opções de alimentos. O toque rústico deixa o lugar ainda mais bonito", explica Lamas.
 
Reunido com 14 amigos, o estudante Luiz Henrique Brito Rocha, 21 anos, visita Palmas pela primeira vez e ressalta o potencial turístico da cidade. "Estamos gostando de tudo. Lugar organizado, com estrutura para receber turistas, além da receptividade dos moradores. Povo muito acolhedor", avalia o estudante. 
 
--
Secretaria Municipal de Comunicação de Palmas


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus