Palmas, 11/12/2017

Saúde

UTI Adulto

Hospitais de Palmas terão novos leitos de UTI implantados até o final do ano e começo de 2018

  • Os leitos serão geridos pela Intensicare, que também implantará, até o início de 2018, mais 10 leitos de UTI Adulto no Hospital Oswaldo Cruz, 10 leitos de UTI Neonatal e 10 de Pediatria no IOP, também na Capital

Hospitais de Palmas terão novos leitos de UTI implantados até o final do ano e começo de 2018



Até o final deste ano 10 novos leitos de UTI Adulto serão implantados no Hospital Oncológico Dr. Jorge Saade, em Palmas. Os leitos serão geridos pela Intensicare, que também implantará, até o início de 2018, mais 10 leitos de UTI Adulto no Hospital Oswaldo Cruz, 10 leitos de UTI Neonatal e 10 de Pediatria no IOP, também na Capital.
 
"O Hospital Oncológico Dr. Jorge Saade, já na concepção do projeto, identificou a Intensicare como um grande parceiro para a abertura da UTI no hospital. Exatamente pelo retorno que a empresa entrega aos outros hospitais parceiros, como o Hospital Oswaldo Cruz, o IOP e outros hospitais pelo Brasil. Por esse motivo o doutor Jorge nos convidou a entrar como parceiro e assumir a UTI do Hospital Oncológico. A inauguração está prevista para o final deste ano", afirma Bruno Aquino, um dos diretores da Intensicare.
 
Já para o começo de 2018, a empresa fará a ampliação das UTIs do Hospital Oswaldo Cruz e do IOP, quando será implantado em todos os leitos o novo layout, mais moderno, com novos equipamentos. "Exatamente pela demanda de leitos do próprio Hospital Oswaldo Cruz, e devido ao aumento do movimento nos últimos anos, iremos ampliar para mais 10 leitos, totalizando, com isso, 20 leitos de UTI Adulto. Para o IOP estamos com a expansão de mais 20 leitos, sendo 10 de Neonatologia e 10 leitos de UTI Pediátrica. Isso também vem de encontro com o novo layout de leitos da UTI, lá serão leitos novos, com equipamentos modernos, priorizando o paciente e a humanização", explica Bruno Aquino.
 
Ainda conforme a empresa, com essa ampliação será possível fornecer também, em Palmas, um atendimento ampliado a pacientes de outros Estados. "No início de 2009, quando abrimos nossos primeiros leitos de UTI privados em Palmas, fomos pioneiros, e nesse período conseguimos transformar a Capital em um grande centro referência em terapia intensiva para o Brasil e principalmente para a região Norte. Hoje em Palmas atendemos pacientes do Mato Grosso, do Pará, da Bahia, Maranhão, além de todo o Tocantins. Hoje nós temos residência médica, de UTI Pediátrica, Neonatal e Adulto, em parceria com a Universidade Federal do Tocantins, e exatamente essa busca, esses investimentos constantes que a empresa vem fazendo, fizeram de Palmas uma referência em terapia intensiva", revela Bruno Aquino.
 
O diretor da Intensicare revela que a empresa pretende, em breve, expandir ainda mais a quantidade de leitos pelo país. "Temos mapeado hoje no Brasil um total de 200 cidades para expansão, cidades que vem demandando abertura de leitos da Intensicare. Parceiros como planos de saúde, hospitais, secretarias de saúde, que nos procuram buscando a qualidade e a referência da empresa em terapia intensiva", conta.
 
Para Bruno Aquino, a expansão de leitos reflete na qualidade do serviço prestado pela empresa. "Isso reflete no perfil dos pacientes que atendemos, que são os mais graves. Os médicos que nos encaminham os pacientes confiam na parte técnica da Intensicare como referência para tratamento. O próprio mercado reconhece essa qualidade de atendimento, que é medida por vários indicadores. Temos ainda uma missão, como empresa, de salvar vidas, e isso está demonstrado em nossos indicadores, os nossos colaboradores trabalham com esse foco. A humanização dos nossos leitos, o tratamento que os familiares recebem, tudo isso demonstra bem o que a Intensicare se tornou, não só no Tocantins, mas nos seis Estados do Brasil onde atuamos", finaliza. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus