Palmas, 20/10/2017

Saúde

Outubro Rosa

Outubro Rosa: HGP realiza Projeto Cuidando de Quem Cuida e especialista alerta sobre a importância da prevenção

  • O mês especial chegou! Outubro Rosa, conhecido internacionalmente como o mês de luta contra o câncer de mama além de estimular a participação da sociedade para prevenção da doença

Outubro Rosa: HGP realiza Projeto Cuidando de Quem Cuida e especialista alerta sobre a importância da prevenção



Luciana de Barros e Ellayne Czuryto/Governo do Tocantins
 
O mês especial chegou! Outubro Rosa, conhecido internacionalmente como o mês de luta contra o câncer de mama além de estimular a participação da sociedade para prevenção da doença. A Secretaria de Estado da Saúde aproveita para alertar sobre a necessidade do diagnóstico precoce da doença, mamografias e autoexames devem fazer parte da rotina das mulheres. A recomendação do Ministério da Saúde e  da Organização Mundial da Saúde é a realização da mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) em mulheres de 50 a 69 anos. No Tocantins foram agendadas 6.634 de janeiro a setembro deste ano.
 
Uma ação promovida pelo Hospital Geral de Palmas por meio do Ambulatório de Especialidades e com apoio do setor de Humanização realizará através do Projeto Cuidando de Quem Cuida, durante todo o mês exames de prevenção do câncer de mama e colo de útero, para as servidoras do hospital que não possuem plano de saúde. As servidoras poderão procurar na sala de regulação no Ambulatório para agendamento, no horário de 8h ás 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta. Para participar da campanha serão necessários documento de identificação e cabeçalho do contracheque. A ação é voltada as mulheres acima de 50 anos.
 
Segundo a supervisora do ambulatório, Flaviany Oliveira de Araújo Milhomem, o Outubro Rosa é uma data para focar na prevenção do câncer de mama e do colo do útero. "Como o ambulatório já atende pacientes com câncer, então idealizamos que iniciaríamos o Outubro Rosa, unindo com o projeto "Cuidando de Quem Cuida", atendendo as mulheres do HGP, pois tem que se locomover  até a unidade  de saúde marcar a consulta, depois tem que faltar ao trabalho para consultar, e sendo aqui no ambulatório esse acesso facilita para a servidora. Como já temos uma procura de rotina e não podemos fazer o atendimento, pois são mulheres sem diagnóstico, então nós conversamos com a mastologia e abrimos essas vagas proporcionando a essas mulheres a oportunidade de fazer o rastreamento e para aquelas que tiverem alguma alteração de mama, nódulos palpáveis", explicou.
 
O médico mastologista e mastoclínico do Hospital Geral de Palmas (HGP), Roberto Gripp alerta quanto aos sintomas do câncer de mama."Nós temos que mostrar à mulher que não tem que aguardar qualquer sintoma para procurar a prevenção do câncer de mama.  A detecção precoce inclui  realizar seus exames com  regularidades antes mesmo  que ela sinta alguma coisa, mas a partir do momento do seu autoexame, ou exame com profissional,  notar algum sintoma  como nódulos, secreções,retrações da pele, ela deve buscar realizar investigações por meio de exames necessários  e que sejam esclarecidos estes sintomas. Buscar a Unidade Básica de Saúde e explicar ao profissional  e se possível ter acesso direto ao mastologista", orientou.
 
Como detectar a doença?

Os métodos de prevenção que a mulher pode detectar a doença, o autoexame (a mulher conhecer o seu corpo e própria mama) e notar pequenas alterações na mama no tecido mamário, nodulações e buscar o diagnóstico da doença. O exame com especialista de maneira regular  é importante na detecção da doença e além disso  a mamografia (verifica nódulos abaixo de 1 centímetro de tamanho). A detecção precoce é fundamental no tratamento da doença, os tumores localizados num tamanho precoce, ou seja, tumores menores que 1 centímetro , chegam a ter mais 95% de chance de cura,  a prevenção leva a mulher detectar a doença no estágio inicial.
 
A dona de casa, Cecy Bernardes, de 65 anos, moradora de Palmas foi diagnosticada com a doença a cerca de 2 anos e está em fase final de tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no HGP. "Descobri o câncer no início durante consulta com especialista, durante o tratamento passei pela radioterapia e quimioterapia. Todo dia agradeço a Deus por que sei que qualquer pessoa pode passa por isso. Tive o apoio da família com atenção e segurança, que teve um papel muito importante neste processo. Hoje estou finalizando tratamento e aproveito para agradecer de coração  a todos os profissionais do HGP  pelo cuidado comigo", declarou.
 
Tratamento

O especialista explica como funciona o tratamento do câncer de mama nos dias de hoje. "O tratamento do câncer de mama nos dias atuais tem vários avanços melhores dos resultados. Nós temos novas drogas quimioterápicas tem aumentado muito o tempo de vida mesmo nas pacientes mais graves que tem melhorado as condições de vida destas pacientes. No ponto de vista cirúrgico temos novas técnicas para realizar a preservação da mama da mulher com intuito da mulher ter um resultado estético satisfatório e consequentemente um melhor estado psíquico. Sabemos que ajuda na própria recuperação e na manutenção do  sistema imunológico desta paciente, são grandes os avanços na radioterapia e quimioterapia o que tem feito que o tratamento do câncer de mama tenha mais e mais sucesso", destacou. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus