Palmas, 18/11/2017

Saúde

Vigilância Sanitária

Vigilância Sanitária Estadual realiza atividades na Semana Mundial de Uso Consciente de Antibióticos

  • O evento coordenado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), através do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) terá atividades também no Estado

Josy Karla

Vigilância Sanitária Estadual realiza atividades na Semana Mundial de Uso Consciente de Antibióticos



Aldenes Lima/Governo do Tocantins

Com o tema "Procure recomendação de um profissional de saúde habilitado antes de tomar antibióticos", acontece de 13 a 17 deste mês, a semana mundial de uso consciente dos antibióticos, que busca alertar a sociedade para o uso racional dos medicamentos e promover a conscientização de diversos públicos para a questão da resistência dos mesmos. O evento coordenado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), através do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) terá atividades também no Estado.

No Tocantins, a Vigilância Sanitária Estadual promoverá ação educativa com abordagem do tema em reunião com Diretores dos Hospitais Regionais do Estado; fará divulgação do material da campanha para as Coordenações de Controle de Infecção dos Hospitais públicos e privados e mobilizará as Vigilâncias Municipais para o engajamento na campanha e incentivo a intensificar ações de fiscalização em farmácias e drogarias visando a venda controlada de antibióticos e o seu acesso por meio de prescrição.

Segundo o diretor da Vigilância Estadual, Thiago Botelho, "a ideia é despertar a população para que busquem orientação, assim como, sensibilizar os profissionais de saúde para que faça a recomendação de uso dos antibióticos de forma consciente. Isso não só garante que os pacientes tenham o melhor tratamento, como também ajudará a reduzir a ameaça de resistência aos antibióticos", explicou.

A resistência microbiana citada pelo inspetor é reconhecida como uma das principais ameaças à saúde pública em todo o mundo. Seu impacto é sentido em todas as áreas da saúde e afeta toda a sociedade. "Embora a resistência microbiana aos antimicrobianos seja um fenômeno natural, ela tem sido exacerbada. Os serviços de controle de infecção são deficientes ou inexistentes nas unidades de saúde o que acarreta em uso de antimicrobianos de baixa qualidade, insuficiente suporte laboratorial, vigilância inadequada e precária aplicação de regulamentos para assegurar o acesso a antimicrobianos de qualidade e com uso apropriado", explicou a Inspetora Sanitária e Coordenadora Estadual de Controle de Infecção Relacionada a Assistência a Saúde (CECIRAS), Maria Wilzenir de Oliveira Negre.

Uso irracional de medicamentos

O uso inadequado de medicamentos, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) é responsável por mais de 10% das internações hospitalares em todo o mundo, anualmente. Ainda de acordo com a OMS, mais de 50% de todos os medicamentos são incorretamente prescritos, dispensados e vendidos, e mais de 50% dos pacientes usam incorretamente.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus