Palmas, 18/10/2017

Últimas

Tecnologia

TRE-TO lança Projeto de Comunicação de Dados Metropolitana

  • O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) lançou na manhã desta segunda-feira, 15/5, o Projeto de Comunicação de Dados Metropolitana, para a construção de uma rede de fibra óptica própria

Lucas Nascimento

TRE-TO lança Projeto de Comunicação de Dados Metropolitana



O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) lançou na manhã desta segunda-feira, 15/5, o Projeto de Comunicação de Dados Metropolitana, para a construção de uma rede de fibra óptica própria, para interligação entre o edifício-sede do Tribunal e os prédios dos seus anexos (Anexo I e Central de Urnas Eletrônicas), com o objetivo de proporcionar melhores condições de trabalho, aumentando a disponibilidade dos serviços com redundância de conexões e possibilitando a implantação de Data Center Secundário.
 
A presidente do TRE-TO, desembargadora Ângela Prudente, parabenizou a equipe pelo trabalho e ressaltou que "é muito importante garantirmos a transferência de dados de forma célere, com economia e, principalmente, visando mais segurança", disse.
 
"A interligação dos dois prédios consegue garantir que os dados serão replicados em outro lugar, o que para nós é muito importante por uma questão de segurança", explicou o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-TO, Jader Batista Gonçalves.
 
O Coordenador do Projeto, Valdenir Júnior, também destacou que "a construção dessa rede pelo TRE-TO implica na diminuição dos custos, pois nós gerenciaremos toda infraestrutura necessária", avaliou.
 
Parceria
 
Ainda na tarde desta segunda-feira (15/5), a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), desembargadora Ângela Prudente, reuniu-se com o secretário-chefe da casa civil do Governo do Estado, Télio Leão Ayres, para solicitar autorização para o compartilhamento de parte da infraestrutura de tubulação e caixas de passagens de fibra óptica construída pelo Governo, no curso da Avenida Teotônio Segurado e da Praça dos Girassóis.
 
A presidente ressaltou que não haverá ônus para o Estado, além disso, "a utilização da infraestrutura existente proporcionará economia aos cofres públicos, para isso é de vital importância o uso compartilhado. Buscamos segurança e a excelência na prestação dos serviços eleitorais aos cidadãos tocantinenses", destacou.
 
O secretário-chefe da casa civil, Télio Leão Ayres, entendeu a importância do projeto e se dispôs a levar para apreciação do governador. "Levarei a proposta para o governador Marcelo Miranda, ainda hoje, e posterior encaminhamento para a Procuradoria do Estado", garantiu.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus