Palmas, 13/12/2017

Viver

Fórum

2º Fórum de Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador começa nesta terça-feira, 05

  • O Fórum é destinado aos profissionais da saúde, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), acadêmicos e sociedade em geral

2º Fórum de Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador começa nesta terça-feira, 05



Redação Semus 

Começa nesta próxima terça-feira, 05, o 2º Fórum de Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador, a partir das 8 horas, no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-TO). O evento, que tem como tema "Agrotóxicos: saúde, trabalho e meio ambiente", é uma realização da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Superintendência de Atenção Primária e Vigilância em Saúde (Supavs) e Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp).

O Fórum é destinado aos profissionais da saúde, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), acadêmicos e sociedade em geral.

Desastre como referência

O fórum tem como objetivo despertar, na sociedade e profissionais de saúde e áreas afins, o debate acerca dos malefícios causados para a saúde em consequência do uso indiscriminado de agrotóxicos. O evento vem ao encontro de uma série de programações que estão sendo realizadas em todo Brasil em comemoração ao Dia Mundial de Luta Contra os Agrotóxicos, em 3 de dezembro. 

Data instituída pela Pesticide Action Network (PAN) e também é relembrada internacionalmente pelo desastre ocorrido no ano de 1984, em Bhopal (Índia), no qual 40 toneladas de gases tóxicos vazaram de uma fábrica produtora de agrotóxicos da corporação Union Carbide (atualmente incorporada a Dow Química), matando cerca de 20 mil pessoas e deixando vários feridos ou com sequelas. Hoje, mais de 150 mil sobreviventes possuem doenças crônicas e necessitam de cuidados médicos, e uma segunda geração de crianças continua a sofrer os efeitos da herança tóxica deixada pela indústria.

O fórum conta com a apoio do Ministério Público Estadual (MPE), Comissão da Produção Orgânica do Tocantins (CPOrg-TO), Fundação Municipal do Meio Ambiente, Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder), entre outros.

Programação

Terça-feira (5/12)

8 horas - Credenciamento

8h30 - Abertura com composição da mesa com autoridades

9 horas - Apresentação do "Plano Municipal de Vigilância a Populações Expostas a Agrotóxicos" com o coordenador da Vigilância em Saúde Ambiental da Semus, Cláudio Flatim

9h30 - Apresentação do "Dossiê Abrasco: Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde com o biólogo da Abrasco", Fernando Carneiro

10h20 - Palestra sobre "Avanços do Fórum de discussão permanente sobre Agrotóxicos no Estado do Tocantins", com o procurador do MPE, José Maria da Silva Júnior

11h10 - Palestra sobre "A importância da segurança do trabalho no manuseio e aplicação dos defensivos agrícolas", com o engenheiro de Segurança do Trabalho da Semus, Melquezedeque do Vale Nunes

11h50 - Espaço saudável - Feirinha de produtos orgânicos - parceiros: Quavi, Sementes crioulas, ONG Água doce

14 horas - Palestra sobre "Vigilância em saúde e Agronegócio: impactos dos agrotóxicos na saúde e ambiente do Tocantins", com o mestre em saúde coletiva, Jakson Barbosa

14h50 - Apresentação sobre "Hortas comunitárias de Palmas: experiência exitosa de agricultura sustentável", com o diretor de Desenvolvimento Rural da Seder, Bonfim dos Reis

15h35 - Coffee Break

16 horas - Palestra sobre "Vigilância em Processos e ambiente de trabalho" com a enfermeira do Núcleo de Vigilância em Saúde da Semus, Maria Izaura da Costa

17 horas - Palestra sobre "Mutagênese, carcinogênese e Agrotóxicos" com o médico especialista em Saúde do Trabalhador, Wanderley Pignatti


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus