Palmas, 28/07/2017

Viver

Semana da Água

Agência de Saneamento disponibiliza informativo de qualidade da água em site

  • Esta é a primeira vez o que o informativo é disponibilizado em meio digital pelo órgão

Lidiane Moreira

Agência de Saneamento disponibiliza informativo de qualidade da água em site



Lidiane Moreira/Governo do Tocantins
 
Está disponível no site ats.to.gov.br o Informativo de Qualidade 2017 de cada um dos municípios sob a concessão da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS). Esta é a primeira vez o que o informativo é disponibilizado em meio digital pelo órgão.
 
O informativo traz dados sobre a qualidade da água distribuída durante o período de dezembro de 2015 a novembro de 2016, em cumprimento ao decreto presidencial nº 5.440/2005. Esse decreto institui mecanismos e instrumentos para divulgação de informação ao consumidor sobre a qualidade da água para consumo humano.
 
Para o presidente Eder Fernandes, a divulgação em meio eletrônico permite ao consumidor maior facilidade e praticidade.  Ao poder público, representa mais transparência e economicidade e atende aos princípios da administração pública como a publicidade, legalidade e eficiência.
 
Legislação
 
Em complementação ao decreto, a lei federal 8.078/1990, que é o Código de Defesa do Consumidor, estabelece que: "a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre os riscos que apresentem".
 
A portaria 2.914/2011, do Ministério da Saúde no art. 13, traz as responsabilidades das operadoras do sistema de abastecimento, dentre as quais: exercer o controle da qualidade da água; garantir a operação e a manutenção das instalações destinadas ao abastecimento de água potável em conformidade com as normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e das demais normas pertinentes.  
 
Qualidade da água
 
O químico da ATS, Marcos Antônio da Silva, explica que a qualidade da água é monitorada durante todo o processo. Da saída do tratamento, nos reservatórios, ao sistema de distribuição, como preconiza a portaria 2.914/2011 do Ministério da Saúde.
 
 "A água que é captada ela é tratada, nessa saída do tratamento, tem que ser feita análise. E, logo depois que ela vai para a rede de distribuição, é preciso outra análise para saber como ela esta chegando à casa do consumidor. A legislação exige que sejam feitas essas duas análises, tanto na saída como na rede de distribuição. Essas análises são feitas duas vezes por semana em laboratório onde se coleta água no município e encaminha para o laboratório", pontuou.
 
O químico destaca que as análises são realizadas em laboratórios terceirizados com comprovada competência. "Além disto, nós temos as análises feitas no próprio município para controle operacional, para saber se os produtos químicos adicionados a água estão na quantidade correta", completou.  
 
Quando, eventualmente, amostras de frequências mensal e semestral apresentam resultados fora dos limites estabelecidos na portaria do Ministério da Saúde, medidas corretivas são adotadas e novas amostras são coletadas até que a qualidade da água seja restabelecida.
 
Informações adicionais sobre a qualidade da água podem ser obtidas pelo telefone (63) 3218-4026, na Capital, junto a Diretoria de Produção da ATS.
 
Serviço
 
A ATS está sediada em Palmas, na Quadra 302 Norte, Av. NS 02, QI 11, Lote 1 e 2, Plano Diretor Norte. O telefone é (63) 3218-4045.
 
Constituem-se atribuições da empresa: planejar, construir e operar sistemas de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto, bem como projetos e gerenciamento de resíduos sólidos, micro e macrodrenagens.
 
A ATS realiza constantes investimentos para atender a demanda de seus clientes. Os consumidores podem entrar em contato com a autarquia através da central de atendimento ao cliente no telefone 0800 6464 195, site ou ainda no escritório de atendimento personalizado em cada município.  


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus