Palmas, 18/11/2017

Viver

Brasil Central

Circuito de arvorismo chama a atenção para destinos turísticos do Brasil Central

  • A proposta foi proporcionar aos visitantes um pouco da experiência do turismo de aventura ofertado nos cinco estados da região presentes na feira

Patricia Saturno

Circuito de arvorismo chama a atenção para destinos turísticos do Brasil Central



Patrícia Saturno / Consórcio Brasil Central
 
Os estados que compõem o Consórcio Brasil Central (Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal) levaram para a 18ª edição da Adventure Sports Fair, em São Paulo, uma experiência única para o público: um circuito de arvorismo. A proposta foi proporcionar aos visitantes um pouco da experiência do turismo de aventura ofertado nos cinco estados da região presentes na feira.
 
A Adventure Sports Fair é o principal evento da América Latina dedicado ao esporte e turismo de aventura e representa uma vitrine para apresentação dos destinos turísticos do Brasil Central. O evento teve início nesta sexta-feira, 27, e se estende até domingo, 29, no São Paulo Expo, na capital paulista.
 
Consultora do Consórcio, Leonora Guedes Vieira disse que a proposta do circuito de arvorismo foi proporcionar uma experiência ao público visitante da Feira. "Além de estar aqui com o estande e os cinco estados representados, mostrando nossa vocação para o turismo de natureza e de aventura, trouxemos o circuito de arvorismo para que o público pudesse sentir um pouco e despertar esse desejo de visitar os nossos estados e vivenciar esta e outras experiências. As pessoas hoje em dia querem estar mais próximas da natureza. Cabe a nós mostrar o caminho e esta foi a forma que encontramos de mexer um pouco com os sentidos do nosso público", explicou.
 
A estratégia agradou aos visitantes e despertou o espírito aventureiro de adultos e crianças. Roris Oliveira, de São Paulo, levou o filho para fazer o percursos e aprovou a iniciativa. "Achei muito legal, foi ótimo, já tinha participado em outras situações, mas meu filho fez pela primeira vez e adorou também". O próximo passo, disse, será conhecer e vivenciar as atividades de aventura nos estados da região central do Brasil.
 
A experiência do circuito de arvorismo na Adventure Sports Fair foi a primeira para Larissa Benjamim, também de São Paulo, e ela aprovou a atividade. "Eu gostei bastante. Eu tenho um pouco de medo de altura, então, para mim, foi uma superação", comemorou. 
 
Ela fez o percurso acompanhada de João Rivera de Oliveira, que reforçou a emoção proporcionada pelo circuito. "Às vezes você está andando e não dá nada para a passagem, mas quando pisa lá, a perna treme, você começa a sentir o calafrio. Só no momento você sente como é a tensão. Mesmo num circuito pequeno, controlado, a gente sente a adrenalina. Foi muito bacana", resumiu.
 
Destino de natureza

Além do arvorismo, os destinos turísticos dos estados do Brasil Central proporcionam uma série de atividades e esportes de aventura, tais como o trekking, o rapel, o mountain bike, o cicloturismo, o rafting, dentre tantas outras, que podem ser desenvolvidas em contato próximo com a natureza.
 
"Os estados que compõem o Brasil Central são o destino do turismo de natureza do Brasil. Nós temos os principais biomas: a Amazônia, o Cerrado, o Pantanal e até um remanescente de Mata Atlântica; além de unidades de conservação, etnias indígenas e povos quilombolas, com suas manifestações culturais. É aqui nesse ambiente que  estão as atividades de aventura. O País já divulgou muito a sua beleza natural do litoral e o Brasil Central vem para consolidar esse destino de natureza, de ecoturismo e aventura, que é o tipo de turismo que mais cresce no mundo", destacou o superintendente de Desenvolvimento Turístico do Estado do Tocantins, James Possapp.
 
O Consórcio

O Consórcio Brasil Central foi criado no dia 3 de julho de 2015, durante o Fórum de Governadores do Centro-Oeste, em Goiânia (GO), com a finalidade de promover a região na elaboração de uma estratégia conjunta de desenvolvimento.  O Turismo faz parte de sua Agenda Estratégica e as ações a serem desenvolvidas nesta área são debatidas dentro da Câmara Técnica de Turismo.
 
O foco da ação é promover um roteiro integrado envolvendo os destinos da região, diversificando a oferta turística brasileira e posicionando o roteiro nos cenários nacional e internacional.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus