Palmas, 13/12/2017

Viver

Araguaína

Concurso da Rainha Mirim Estadual 2017 emociona candidatas e mães

  • Com o tema “fogo”, a candidata de 12 anos da quadrilha Encantos do Luar, Maria Gabrielly, vence novamente. Na sexta, 12 de maio, a candidata havia vencido o Rainha Municipal

Marcos Filho/Ascom

Concurso da Rainha Mirim Estadual 2017 emociona candidatas e mães



Fernanda de Alcantara


No último domingo, dia 14, a Praça das Nações São Luiz Orione contou com várias famílias assistindo com grande alegria e emoção o Concurso Rainha Mirim Estadual 2017. Maria Gabryelle da Silva, da quadrilha junina Encantos do Luar, que já havia vencido o concurso da Rainha Municipal na sexta-feira, 12 de maio, venceu novamente em 1ª lugar, como Rainha Estadual. No dia 3, as programações do festival continuam com o concurso adulto da Rainha Cojuara.

"Arrocha sanfoneiro!" era o que o locutor do evento dizia a cada entrada das pequenas dançarinas dos grupos, animando a plateia que torcia com fervor pelo nome das pequenas e cantando as músicas das apresentações decoradas.

O concurso contou com a entrega de brindes para crianças, sorteio de várias comidas e presentes para as mães que estavam na plateia, em homenagem ao dia das mães. Além de uma homenagem antes do resultado final, do grupo de quadrilheiros Arranca Toco, para a mãe da Rainha Mirim 2016, Isabela Costa.

Candidatas

Para a campeã Maria Gabryelle, o resultado foi emocionante da mesma forma que sexta-feira. Para ela a pressão ficou ainda maior. "Hoje eu senti diferente, a pressão era bem maior, porque eu já tinha vencido o municipal", desabafou feliz por ter vencido.

Da junina Saco Furado, Maria Eduarda Alves, que tem apenas 7 anos, e participava pela 1ª vez do concurso ficando em segundo lugar, conta que não conhecia a boneca Emília, personagem que interpretou em sua apresentação. "Me apresentaram para ela, disseram que meu tamanho parece com o de uma boneca", disse curiosa e feliz.

A terceira colocada, Thauanne Coelho, dos Malacabos, interpretou uma fadinha com o tema "E se?". Com apenas 7 anos, a menina já foi bicampeã no ano passado e parecia estar se divertindo muito na competição. "Não estou nervosa não, pra quê? Eu gosto é de dançar com esse vestido rosa", conta sorridente balançando.

Já a quarta colocada, Micaely Costa, do grupo Os Fei De Cum Força, não sentia do mesmo jeito que as colegas. Competitiva e emotiva, chorou durante todo o fim de sua apresentação e também ao final do resultado. Com 10 anos, ela diz "Estava muito nervosa, eu sabia, eu sabia...", diz desapontada aos prantos, sendo acolhida pela torcida.

Homenagem das mães

Dona Eliete Ribeiro, mãe da Rainha Mirim do ano de 2016, Isabela Campos, que também dançou ao final das apresentações das candidatas, foi homenageada pelo grupo de quadrilheiros da filha, Arranca Toco.

Rogério Cunha, o coreógrafo de Isabela, disse: "Não teríamos a melhor bailarina do sertão, sem a permissão e compromisso da Dona Eliete, ela merece essa homenagem no dia das mães".

A mãe muito emocionada abraçou Rogério e Isabela, com um buquê de flores, e desabafou: "Eu dançava grávida da Isabela num grupo de quadrilha super pequeno quando era mais jovem. Isabela nasceu e foi vista... hoje tá aí, essa menina talentosa e cheia de garra. Jamais vou esquecer o que a quadrilha fez por minha família".

Resultado Rainha Mirim Municipal 2017

1º lugar: Maria Gabrielle da Silva (Encantos do Luar) – 150 pontos;
2º lugar: Maria Eduarda Alves (Saco Furado) – 149,2 pontos;
3º lugar: Thauane Coelho (Os Malacabos) – 149 pontos;
4º lugar:  Micaelly Diwane Oliveira (Os Fei de Cum Força) 148,7 pontos.

Calendário São João do Cerrado

Dia 3 de junho (sábado)
20h30 - Escolha da Rainha da Cojuara.
 
Dias 22, 23 e 24 de junho (quinta, sexta e sábado)
20h - Festival São João do Cerrado 2017 (Parque Cimba).


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus