Palmas, 20/10/2017

Viver

Dia das Crianças

Dia das Crianças antecipado no HMA teve brinquedos e muita alegria com palhaços

  • A ação contou com a animação da Liga de Palhaçoterapia do curso de Medicina do Centro Universitário ITPAC, de Araguaína

Ricardo Sottero

Dia das Crianças antecipado no HMA teve brinquedos e muita alegria com palhaços



O Dia das Crianças dos pacientes infantis internados no Hospital Municipal de Araguaína (HMA) será um pouco mais alegre e cheio de esperança. Isso porque o Núcleo de Educação Permanente, o Departamento de Recursos Humanos e a Comissão de Humanização da unidade uniram forças para promover uma campanha de doação de brinquedos que culminou na entrega dos presentes na manhã deste do dia 10.

A ação contou com a animação da Liga de Palhaçoterapia do curso de Medicina do Centro Universitário ITPAC, de Araguaína. O grupo de voluntários percorreu todas as enfermarias do Hospital, conversou com as crianças e entregou presentes. Em troca, muitos sorrisos e a gratidão dos pais.

A estudante Lena Mourão aprovou a iniciativa, que levou diversão para o pequeno Gabriel de dois anos. "A gente se sente bem querido, foi uma expressão bem carinhosa do Hospital. A atenção com a criança é muito grande e a alegria sempre traz a melhora mais rápida".

Ampla colaboração

Síntia Barros, analista do Núcleo de Educação Permanente do HMA, ressaltou que a ação só foi possível graças ao engajamento de colaboradores e doadores externos para a campanha de doação de brinquedos, iniciada ainda em setembro. "Esta é uma tradição que fazemos questão de manter aqui no Hospital, porque sabemos que o resultado é sempre gratificante. Agradecemos de coração todos que puderam colaborar com algum brinquedo e às empresas que abraçaram nossa ação", disse Síntia.

Neste ano, as empresas J.A Saúde Animal e Hotel Relicário, de Araguaína, e Elcon Contabilidade, de Goiânia, participaram ativamente da campanha doando brinquedos.

Alegria que cura

O colorido das roupas e das pinturas nos rostos das meninas da Liga de Palhaçoterapia encantaram as crianças que não continham os sorrisos quando viam as voluntárias chegando. A vice-presidente da Liga, Natália Frederico Giuvanucchi, contou que o trabalho realizado com os pacientes também leva conforto para os pais.

"O nosso trabalho é voltado para aquela criança que está um pouco mais isolada, doentinha, mais debilitada e às vezes o Dia das Crianças dela passaria despercebido. Por isso a gente traz um pouco de alegria para ela, até porque está totalmente relacionado com a recuperação dela, já é comprovado. E os pais ficam mais aliviados".

O presente que o Lucas Gabriel, de dois anos, ganhou deixou a mãe, Helena Pereira de Sousa, muito satisfeita. "É muito bom para nós e para o meu filho que ficou muito feliz. Ele estava querendo mesmo ganhar um violãozinho desse. Meu marido até procurou, mas não achou", enfatizou a doméstica.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus