Palmas, 20/10/2017

Viver

Projeto AcrediTO

Final de semana intensificado com ações do Projeto AcrediTO

  • Mais de 500 pessoas, entre crianças, jovens e adultos, participaram das ações do Projeto AcrediTO neste fim de semana

Final de semana intensificado com ações do Projeto AcrediTO



Lauane dos Santos/Governo do Tocantins

Mais de 500 pessoas, entre crianças, jovens e adultos, participaram das ações do Projeto AcrediTO neste fim de semana. No sábado, 07, a equipe Força Jovem da Igreja Universal (FJU) realizou mais uma edição do Encontro Jovem FJU – Vale a pena viver, desta vez na quadra do Colégio São José, na Arse 112. No mesmo dia, o Projeto Escolinha Fut7 e o Nação RAP também promoveram uma tarde diferenciada para as crianças e adolescentes do bairro Morada do Sol II e região. Ambos os eventos fizeram parte do Projeto AcrediTO, com o apoio da Secretaria da Cidadania e Justiça e do Conselho Estadual de Política Sobre Drogas (Conesd-TO).

"Hoje as drogas têm entrado nos lares, mas com a sensibilidade do nosso governador Marcelo Miranda e da Seciju, juntamente com parceiros, resolvemos fazer essa ação para que a gente pudesse estar levando essas políticas públicas para a população porque é o momento de combater de frente às drogas e resgatar jovens e famílias. Eu acredito!", disse o Diretor de Ações sobre Drogas, Kassyo Fernando, sobre a importância dessas ações que interagem diretamente com os jovens, mostrando que vale a pena viver sem drogas.

O Encontro começou às 14h e ao todo foram oito times em campo para jogar futsal, sendo quatro com estudantes da escola e região e outros quatro times da equipe da FJU, com direito a medalhas e troféus para o terceiro, segundo e primeiro lugar.

Além do esporte, o evento também contou com apresentações de dança e teatro que animaram o público.

Para o coordenador estadual do FJU, Rodrigo Araújo da Silva, os jovens precisam ser ouvidos e acreditarem que existe um futuro diferente. "Nós sabemos que o jovem é força, onde tem jovem, tem movimento e disposição. As vezes só falta um rumo. E o FJU vêm pra ajudar nisso. Pra ajudar e mostrar que vale a pena viver sem drogas, tentamos mostrar isso através do esporte, da cultura, do lazer. E esse projeto, em união com a Seciju e a comunidade, só vem para acrescentar, fazendo o jovem ver que ele pode ser feliz sendo ele mesmo, sem precisar de drogas", completou.

No mesmo dia, desta vez no bairro Morada do Sol II, outra equipe também engajada no combate às drogas, com o Projeto Escolinha FUT7 e o Nação RAP, promoveram uma tarde de alegria para as crianças e adolescentes do bairro, em comemoração ao próximo dia 12 de outubro, Dia das Crianças. As atividades, que tiveram o apoio da Seciju, por meio da Superintendência de Ações sobre Drogas, envolveram  futebol de sabão, escorregadores, além de corte de cabelo gratuito e momento de lazer, além de um lanchinho depois das brincadeiras.

Bruno Mendes, voluntário do Projeto e membro do Projeto Nação RAP explicou um pouco mais sobre o projeto que funciona durante todo o ano, normalmente na praça central do bairro, em frente a casa dos iniciadores da Escolinha, Adriana e Renato. "A escolinha FUT7 veio porque um casal do Morada do Sol que viu que as crianças e adolescentes estavam entrando nas drogas aqui no bairro, e resolveram fazer algo diferente para mostrar que existe outro caminho pras crianças, então a gente tenta, tanto a Escolinha quanto o Nação RAP, com atividades durante todo o ano de esporte, lazer, shows, palavra de Deus, tirar as crianças do mundo das drogas e prevenir aquelas que felizmente não entraram nesse caminho".

Escolinha Fut7

A Escolinha Fut7 é um projeto comunitário que faz atividades de esporte e lazer para mais de 130 crianças e adolescentes do bairro Morada do Sol II e região, sendo este um meio alternativo de ajudar as crianças a ficarem longe das drogas.

Adriana Alencar da Silva iniciou o projeto com o esposo, Renato Rodrigues, e juntos coordenam até hoje as atividades, buscando apoio dos comerciantes, do governo e da própria comunidade. "Quando chegamos aqui demos de cara com muita gente envolvida com o tráfico de drogas, então vimos aqui esse espaço que hoje é a praça, limpamos tudo e lançamos o projeto pra comunidade, com esporte, lazer e cultura. No início tinham só uns cinco meninos, agora já estamos com uns 150 e os que começaram com a gente já estão com 16, 17 anos e ajudam na continuidade do projeto", frisou.

A coordenadora também falou sobre a necessidade de dividir a responsabilidade. "Sempre falo para os pais que eles precisam entender que a droga não escolhe família e os pais precisam ser amigos dos filhos, além do poder público também possa sempre ajudar, todos com responsabilidade, com apoio para mudar a realidade dessas crianças, porque o esporte é uma das soluções para acabar com as drogas", finalizou. 

Projeto AcrediTO

Mais ações de prevenção tanto para a juventude quanto para toda a população de Palmas estão sendo realizadas na Arse 122, bem como atividades de reinserção social e de tratamento, com os atendimentos e rodas de terapia comunitária. Para ficar por dentro da programação e participar, conheça o site do Projeto, através do link http://projetoacredito.org/.

O Encontro Jovem EJU também é promovido semanalmente em diversas cidades do Estado, pela Igreja Universal. Para saber mais sobre a agenda semanal, acesse https://www.facebook.com/fjutocantins/.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus