Thursday, 23 de May de 2019

CONCURSOS


ACIARA cobra BRK Ambiental sobre organização das obras de esgoto na área comercial da cidade

23 Nov 2018    16:20    alterado em 23/11 às 16:20
ACIARA cobra BRK Ambiental sobre organização das obras de esgoto na área comercial da cidade Mayara Abreu/Singular Comunicação

A Associação Comercial e Industrial de Araguaína - ACIARA realizou uma reunião de urgência entre comerciantes e representantes da concessionária de água e esgoto, BRK Ambiental, na última quarta-feira (21), na sede da associação, para tratar sobre a organização das obras de saneamento básico nas principais ruas e avenidas comerciais de Araguaína.
 
Segundo os comerciantes, as interdições das vias feita pela empresa de saneamento estão impactando diretamente no fluxo de clientes nas lojas. A situação é ainda mais agravante porque as obras acontecem no principal período de vendas para o comércio, que é o fim de ano.
 
Queda significativa nas vendas
O diretor da ACIARA, Denílson Silva, conta que a falta de acessibilidade tem gerado inúmeros transtornos para os comerciantes da Avenida Prefeito João de Sousa Lima.
 
“Após o início das obras em agosto deste ano, nós percebemos uma queda no número das vendas de forma geral. No meu segmento, por exemplo, as vendas são superaquecidas no segundo semestre e esse ano isso não aconteceu. Já aconteceu de eu ter que fechar a minha loja por causa das obras na rua. Hoje, se você interdita as ruas que dão acesso às duas principais avenidas comerciais da cidade, nós somos prejudicados. Cada cliente que não consegue chegar até a nossa loja é uma venda perdida. Isso não pode acontecer, principalmente quando nos aproximamos das vendas de fim de ano”, pontua o comerciante.
 
Negociação direta
Para o presidente da ACIARA, Dearley Kühn, a conversa direta com representantes da BRK Ambiental é o caminho mais confiável para resolver o impasse.
 
“Nós temos situações onde até três ruas próximas às avenidas comerciais estão sendo interditadas e os comerciantes estão ficando fechados, sem poder atender os seus clientes, que não conseguem chegar até as lojas. Na reunião, discutimos pontos importantes sobre os impactos dessas obras. Os técnicos da empresa se comprometeram a estudar algum projeto para que o comércio não seja tão impactado”.
 
Ações de curto prazo
De imediato, a concessionária deverá realizar ações para ajudar os comerciantes. Ela repassará, semanalmente, um cronograma com as ruas e horários em que acontecerão as interdições. A ACIARA ficará responsável por comunicar os comerciantes para que eles possam programa melhor o funcionamento das lojas.
 
O que disse a BRK
Quatro representantes da empresa BRK Ambiental presentes na reunião pontuaram aos comerciantes que as interdições das ruas estão sendo feitas dentro de um cronograma que deve ser seguido. As obras estão sendo realizadas no centro e no Bairro São João. Segundo o engenheiro Lineu Machado, a empresa vai buscar minimizar os impactos aos comerciantes.
 
“Nós vamos procurar acelerar o processo de obras neste fim do mês de novembro e concluir o mais rápido possível o que já começamos. Assim deixaremos as ruas comerciais livres de interdições em dezembro. Diminuímos o volume das obras agora e voltamos em janeiro com força total. Com isso, conseguiremos minimizar os impactos dos comerciantes nas vendas de fim de ano e conseguiremos cumprir o nosso cronograma”, disse. 
 
As obras para a implantação da rede coletora de esgoto no centro e no Bairro São João devem ser entregues até junho de 2019.

COMPARTILHE:


Confira também:


Investimento

Em São Paulo, governador Carlesse prospecta investimentos em logística, energia solar e indústrias

Também foi discutida possibilidade de instalação de uma montadora de aviões leves em Gurupi

Sisu

Estudantes podem consultar vagas do Sisu

Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018 e obtiveram nota na redação acima de zero.


CPI do PreviPalmas

Max Fleury é ouvido na CPI do PreviPalmas

O ex-presidente do PreviPalmas estava no comando quando o instituto fez um investimento na ordem de R$ 30 milhões no Cais Mauá, como também, aplicou R$ 20 milhões no Fundo Tercon.


Fenelon Barbosa

Primeiro prefeito acredita que Palmas será uma das maiores e melhores cidades do Brasil

Ex-prefeito de Palmas conta a história da luta pela criação e construção da mais nova capital do país


Homenageados

Carlesse e vice-governador Wanderlei Barbosa são homenageados em sessão pelos 30 anos de Palmas


Taguatinga

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável no sudeste do Estado


Mandado de prisão

Condenado por roubo é preso pela Polícia Civil em Palmas


Palmas 30 anos

Em entrevista exclusiva, Siqueira Campos diz que Palmas integrou e fortaleceu a economia do Tocantins


Norte do TO

BRK Ambiental leva teatro sobre preservação para mais de 30 escolas do Bico do Papagaio


FORJEF

I Fórum Interinstitucional dos Juizados Especiais Federais do Tocantins termina com balanço positivo



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira