Sunday, 26 de January de 2020

CONCURSOS


Entrevista

Felipão diz que convocaria a mesma equipe e Parreira compara derrota a tsunami

09 Jul 2014

O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, o Felipão, disse nesta quarta (9) que convocaria novamente os mesmos jogadores que estão nesta Copa do Mundo e sofreram terça (8) uma derrota histórica de 7 a 1 para a Alemanha. Felipão participou, no início da tarde, de entrevista coletiva na Granja Comary, em Teresópolis, ao lado do coordenador técnico da equipe, Carlos Alberto Parreira, e de integrantes da comissão técnica. “Não mudaria nada. Se fôssemos hoje, de novo, fazer uma convocação, eu e vocês íamos atingir quase 95% dos mesmos nomes. São bons jogadores, atingiram seus objetivos. Chegaram a uma Copa das Confederações e ganharam. Vieram aqui e foram à semifinal, ficaram entre os quatro melhores do mundo”, respondeu Felipão a um jornalista que perguntou se ele mudaria algo, se pudesse voltar atrás.

Logo no início da entrevista, ele reconheceu que a marca negativa vai ficar para sempre no currículo dele e no dos jogadores. “Eu sei o que é a mancha. Eu sei o que é a vergonha. E isso não vai sair de mim, mas eu vou seguir minha vida. Os jogadores vão seguir a vida deles. A vida segue e vamos buscar outros objetivos.”

Ao complementar uma resposta de Felipão sobre o por quê da seleção não ter mantido o nível que apresentou na Copa das Confederações, Parreira comparou a derrota de ontem a um tsunami. “Em 28 jogos, só em três oportunidades a seleção tomou dois gols. Então, ontem foi, sem dúvida alguma, uma coisa atípica. Aconteceu. Foi um tsunami. Acabou. Não tem muita explicação”, afirmou Parreira. Felipão lembrou que, depois do segundo gol, que levou a mais três, em apenas seis minutos, foi uma pane geral, difícil de explicar.

“Se eu pudesse responder, com consciência, sobre o que aconteceu naqueles seis minutos, responderia. Mas eu também não sei. Porque, até os 10 minutos iniciais, o jogo estava normal, com uma boa qualidade nossa. Aí, levamos um contra-ataque e tomamos o primeiro gol de bola parada em 20 e poucos jogos. Aquilo seguiu até os 20 e poucos minutos. Aí, tomamos o segundo [gol]. Um minuto depois, tomamos o terceiro. E [foi] uma pane geral. Ninguém entendia. E, quando ninguém se entendia, a equipe da Alemanha, que é boa, aproveitou a oportunidade. Eu não tenho como explicar”, disse Felipão.

Segundo ele, agora é preciso focar na próxima partida, no sábado (12), pelo terceiro lugar, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Para Felipão, se a seleção não jogar bem, se tiver uma decepção como a de terça, vai piorar tudo. "Mesmo uma vitória no jogo de sábado poderá mudar muito pouco a decepção de ontem. Isso não adianta. Sabemos disso, mas temos de trabalhar com objetivos. O nosso era o sonho, a ideia de chegar à final, mas não conseguimos. Jogamos pelo terceiro lugar, que é um sonho bem menor, mas temos de continuar imaginando que, a partir de uma queda, vamos dar o passo seguinte para melhorar." A equipe tem de se motivar e buscar força para ganhar o jogo de sábado”, disse o técnico.

Ele acredita que, mesmo com esta marca negativa na carreira, grande parte dos jogadores voltará a defender a seleção na Copa de 2018, na Rússia. “Perdemos um jogo. Poderíamos ter perdido por um ou por dois [gols]. Perdemos como nunca havíamos perdido, em termos de seleção. É histórico, sim. Mas também não podemos terminar a vida, principalmente dos nossos jogadores, com esse tipo de possibilidade. Eles serão os jogadores que continuarão trabalhando pelo Brasil. Provavelmente, muitos desses jogadores, 70% no mínimo, estarão em 2018 com a seleção”, disse Felipão. (ABr)

COMPARTILHE:


Confira também:


Procon

Tocantins apura vendas de lotes contaminados de marcas da cervejaria Baker

No último dia 17, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou cautelarmente por 90 dias todas as marcas de cerveja da Backer com data de validade igual ou posterior a agosto de 2020.

Heber Fidelis

Secretário da Cidadania e Justiça participa de reunião em Brasília sobre a criação da polícia penal

Grupo de Trabalho criado para debater a regulamentação da Polícia Penal Federal tem a finalidade de definir as atribuições do cargo, estrutura, organização e funcionamento da carreira.


Bahia

Carlesse prestigia inauguração do Centro de Convenções de Salvador e busca investidores para o Tocantins

Cerimônia também contou com a presença do vice-governador Wanderlei Barbosa e o coordenador da bancada federal do Tocantins, Carlos Gaguim


Municipalismo

Repassado mais de R$ 11,5 milhões aos municípios para o transporte escolar

Investimentos asseguram atendimento aos estudantes da rede estadual que dependem de transporte escolar para chegar às unidades de ensino


Boas expectativas

Governo abre oficialmente colheita da safra da produção de grãos 2019/2020 na próxima sexta, 31


Campos Lindos

Polícia Civil fecha oficina mecânica que funcionava como desmanche clandestino de carros no interior do Estado


Palmas

Polícia Civil prende em flagrante dois suspeitos de furto de energia


Educação Superior

Marcelo Müller é eleito novo reitor do Ceulp/Ulbra


Alerta

SISEPE-TO cobra o reajuste de 4,48% para aposentados e pensionistas do Igeprev


Tobasa

Na região norte do Tocantins, gestor visita a maior fábrica de carvão ativado do Brasil



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira