Monday, 14 de October de 2019

CONCURSOS


Crimes

Polícia Civil indicia três suspeitos de praticar crimes diversos em Araguaína

08 Oct 2018    23:58

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da 2ª Delegacia de Araguaína concluiu, nesta segunda-feira (8), às investigações referentes ao desvio de cerca de R$ 75.766,16, (Setenta e cinco mil setecentos e sessenta e seis reais e dezesseis centavos), promovido por funcionárias de uma imobiliária naquele município.

De acordo com o Delegado Luis Gonzaga da Silva Neto, segundo o apurado, as supostas autoras Amanda Rodrigues Alves, de 23 anos e Ana Caroline Alves Lins, também de 23 anos induziram os clientes da imobiliária, na qual trabalhavam a efetuarem pagamentos em dinheiro em espécie na própria imobiliária, onde elas recebiam tais valorem e não repassavam à referida pessoa jurídica.

Mo entanto, o procedimento de praxe era o pagamento através de boletos bancários, não sendo permitido o recebimento de qualquer valor, seja em espécie ou através de cheque, diretamente no estabelecimento.

Ainda segundo o Delegado, os clientes compraram diversos lotes, sendo estes financiados pela imobiliária, em que efetuavam os pagamentos através de boletos, mas posteriormente passaram a ser orientados pelas supostas autoras Amanda e Ana Caroline a efetuarem pagamentos em dinheiro, em que elas recebiam tais valores, e para não deixar qualquer suspeita, emitiam recibos fictícios aos referidos clientes da imobiliária.

 Ainda, outra forma de receber os valores dos clientes, se deu através de diversos depósitos bancários na conta do suposto autor Gleison Freitas de Sousa, de 36 anos, que na época dos fatos era namorado de Amanda Rodrigues, em que esta e Ana Caroline induziram os clientes a acreditarem que Gleison seria um dos sócios da imobiliária, não havendo nenhum problema em realizar os depósitos e transferências, referentes aos pagamentos dos lotes, em sua conta bancária.

 Nos autos há um áudio enviado por Amanda para o advogado da imobiliária, em que pede que o mesmo intermedeie um acordo para que nem ela e nem a Ana Caroline viessem a responder criminalmente. Há ainda conversas pelo aplicativo whatsapp do referido advogado e as duas mulheres, em que estas tentam negociar uma forma de pagamento parcelado para que nada fosse parar na polícia, negociação esta infrutífera.

 Conforme o apurado, Amanda e Ana Caroline levavam uma vida acima do padrão financeiro que o salário permitia, pois viajavam e compravam roupas de marcas de preços elevados, tudo sendo ostentado em suas redes sociais.

O Delegado concluiu o inquérito policial, sendo Amanda Rodrigues Alves, Ana Caroline Alves Lins e Gleison Freitas de Sousa indiciados pelos crimes de furto duplamente qualificado, estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa, cuja pena dos crimes, se somadas, podem chegar a 21 (vinte e um) anos de prisão. O caso agora foi encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.

COMPARTILHE:


Confira também:


Fim de semana

Atletas quenianos são vencedores da XIX Meia Maratona do Tocantins

Do Tocantins, o atleta Antônio Wilson, de Araguaína, faturou o segundo lugar na corrida dos 21 km

HIP

Música e circo alegram pacientes do Hospital Infantil de Palmas

A unidade teve uma semana repleta de programação especial em comemoração ao Dia das Crianças


Campo

Seminário de Agroecologia debate fortalecimento das cadeias produtivas de forma sustentável e consciente

Cerca de 300 pessoas, entre autoridades federais, estaduais e municipais, como também professores, estudantes, pesquisadores, técnicos e agricultores prestigiaram o encontro


Campanha

Entenda o que é o câncer de mama e quem precisa fazer a mamografia

A Dra. Andrea Cubero, mastologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, explica que a principal manifestação da doença é um nódulo irregular, fixo e geralmente indolor, e está presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela pró


Sul do TO

Governador e Primeira-dama prestigiam festa das crianças em Gurupi


Consumidor

Procon Tocantins oficia MPE sobre devolução do dinheiro dos ingressos da ExpoPalmas


Contratempo

BRK não cumpre contrato e causa transtornos para população de Colinas


Educação

Projeto pede inclusão de mensagens no combate ao abuso sexual infantil e o consumo de drogas nos livros das escolas públicas de Palmas


Ação

DPE realiza mais uma edição do “Transforme uma vida: apadrinhe uma criança” no Lar Batista


Consumidor

Com 70% de acordos feitos, Procon Tocantins divulga balanço da Semana de Renegociação de Dívidas



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira