Saturday, 19 de September de 2020

CONCURSOS


Compras de Páscoa

Procon destaca cuidados que consumidores precisam ter para compras de Páscoa

15 Apr 2019

Com a aproximação da Páscoa, celebrada no próximo dia 21 de abril, os estabelecimentos comerciais ficam cheios de produtos relativos ao feriado festivo, e opções não faltam como ovos de chocolate e pescados. Para que o consumidor não seja lesado por valores muito altos ou produtos de qualidade inferior ao anunciado, a Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon-TO) destaca algumas orientações.

É preciso estar atento a qualidade, data de validade e preço do produto são itens indispensáveis na hora das compras. E ter cuidado com as variadas promoções oferecidas para de atrair o cliente. O superintendente do Procon-TO, Walter Viana, ressalta que o consumidor precisa ficar atento e não levar para casa um produto que não atenda os padrões de qualidade.

“O objetivo da pesquisa é permitir que o consumidor possa decidir de casa qual o local que oferece um preço mais acessível. Por isso o Procon realizou pesquisa de preços de ovos de Páscoa em seis estabelecimentos de Palmas. Ao todo, cinco marcas de chocolates foram consultadas e 43 itens pesquisados”, lembrou Viana.

O que comprar

Definir o que comprar antes de sair de casa e fazer uma pesquisa comparativa de preços, são os primeiros, para buscar sempre os valores mais vantajosos. Estar atento as informações das propagandas veiculadas nos anúncios também deve ser observadas. Pois o lojista é obrigado a cumprir as ofertas anunciadas.

Pescados

É tradição que durante a Quaresma e principalmente na Semana Santa, o consumo de peixe seja maior. O consumidor deve estar atento a organização e temperatura do local de armazenamento, seja o pescado fresco, congelado ou salgado e seco.

E cuidado maior no caso do peixe fresco. Desconfie do cheiro forte, abdômen flácido, olhos murchos e sem brilho e guelras pálidas, estes são sinais de que o produto não deve ser consumido.  A pesagem deve ser feita na presença do consumidor, assim como o embalamento do mesmo.

Chocolate

Na hora da compra dos chocolates, o consumidor também deve observar o local onde o produto é armazenado e verificar a limpeza do ambiente. O chocolate deve longe de itens ou artigos de limpeza e de fontes de calor. Na A embalagem do chocolate deve conter, informações como prazo de validade, peso e quantidade, composição.  O consumidor não deve comprar produtos com rótulos danificados ou pouco legíveis.

Nos ovos que contêm brinquedos, verifique na embalagem se está estampada a frase Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro da Avaliação da Conformidade. Também é obrigatória a indicação de faixa etária ou, se for o caso, frase que informe que não existe restrição de faixa etária.

É importante lembrar ainda que o brinquedo deve ter o selo do Inmetro em sua embalagem, a identificação do fabricante (nome, CNPJ, endereço), o importador (caso o brinquedo seja importado), as instruções de uso e de montagem, e eventuais riscos que possam apresentar à criança.

Produtos artesanais

Os artigos artesanais devem seguir as mesmas regras de comercialização dos industrializados. E no caso dos produtos importados são obrigados ainda a apresentar informações em língua portuguesa, como identificação do fabricante e importador, país de origem, prazo de validade, composição, volume/quantidade, registro no órgão competente e outras informações obrigatórias.

COMPARTILHE:


Confira também:


Covid-19

Tocantins registra 717 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 192.422 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 63.167casos confirmados. Destes, 45.266 pacientes estão recuperados, 17.035 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 866 pacientes foram a óbito.

Economia

Vice-governador articula relação do Basa com Governo para prorrogação de decreto que garante crédito especial às empresas afetadas pela pandemia

No total, foram disponibilizados o montante de R$ 2 bilhões para empresas a taxas de juros de 2,5% ao ano, bem abaixo ao praticado no mercado, e com prazo de carência até oito meses.


Justiça

Magistrado Pedro Nelson de Miranda Coutinho é o mais novo desembargador do Judiciário tocantinense

Além do corregedor-geral da Justiça, votaram os desembargadores Marco Villas Boas, Moura Filho, Jacqueline Adorno, Ângela Prudente, Eurípedes Lamounier, Maysa Vendramini, Etelvina Maria Sampaio Felipe e, por último, o presidente Helvécio Maia Neto.


Obras

Governador Carlesse assina Ordem de Serviço para recuperação de estradas vicinais em três municípios

Serviços serão executados em Cristalândia, Lizarda e Paranã


Justiça

Ministério Público expede parecer favorável a Delegados após Corregedoria instaurar sindicâncias


Eleições 2020

Prefeita Cinthia Ribeiro fecha convenção com apoio de seis partidos


Emprego

Sine Tocantins orienta trabalhadores para uma boa entrevista de emprego. Nesta quarta, 16, são 403 vagas no Estado


Covid-19

Boletim coronavírus (Covid-19): taxa de internações hospitalares sofre redução na Capital


Economia

Procon Municipal de Palmas divulga pesquisa de preços dos itens da cesta básica


Agricultura

Governo do Tocantins e Ministério da Agricultura retomam convênio e fortalece assistência a agricultores familiares



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira