Tuesday, 17 de September de 2019

ECONOMIA


Aciara

Cadastro Positivo pode reduzir em até 45% a inadimplência no comércio

04 May 2019    18:38    alterado em 04/05 às 18:38
https://www.b2egroup.com.br Cadastro Positivo pode reduzir em até 45% a inadimplência no comércio

Dentro de seis meses, o Cadastro Positivo passará a funcionar no mercado de crédito brasileiro. O projeto foi sancionado pelo Governo Federal e tem a intenção de beneficiar consumidores que pagam suas contas sem atraso. No entanto, a participação é voluntária.

A expectativa é que o Cadastro Positivo injete R$ 1,3 trilhão na economia do país, segundo estudos dos serviços de proteção ao crédito. Além disso, o cadastro pode incluir mais de 22 milhões de pessoas que estão fora do mercado.

Com funciona?
O sistema é a forma de saber o comportamento financeiro do consumidor e promover o crescimento sustentável do sistema de crédito brasileiro.

O consumidor autoriza a abertura do cadastro e suas contas pagas começam a ser registradas nele, gerando um histórico de bom pagador. Com isso ele tem mais facilidade para obter melhores taxas e enfrenta menos burocracias no momento de contratar o crédito.

Mercado
A pesquisa estima ainda um aumento de aproximadamente 20% na relação entre estoque de crédito e PIB. A taxa sairia dos atuais 47,4% para 67%.

Para o diretor de SPC da Associação Comercial e Industrial de Araguaína – ACIARA, José Alberto de Luna, o Cadastro Positivo deve mudar a cultura de consumo no país.

“O cadastro é bom para os dois lados, tanto para a empresa, como para o consumidor. Ele vai ajudar também no pagamento de contas contínuas, como de luz, água, telefone e gás. Já do lado da empresa, ela vai ter mais confiança na hora de vender e isso vai movimentar ainda mais o mercado de Araguaína e região”, destaca.

Desafio
Segundo a Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC), o cadastro positivo pode reduzir em até 45% a inadimplência, que, no Brasil, atinge cerca de 60 milhões de pessoas.

O diretor da ACIARA destaca que, mesmo com todos os benefícios do sistema, ainda existem alguns desafios quando se fala em Cadastro Positivo.

“O principal desafio é a questão operacional, porque muita gente não conhece e ainda existem algumas deficiências técnicas que precisam ser resolvidas para uma maior abrangência dessas informações. Então ainda é preciso ser feito um trabalho informativo com o consumidor e um treinamento com as empresas”, conclui Alberto Luna.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Petrobras diz que não há previsão para reajuste de preços

Os ataques aéreos contra a refinaria de Abqaiq resultaram na elevação dos preços internacionais do petróleo.

Vestibular

Inscrições abertas para o Vestibular da Unitins

Processo seletivo tem 480 vagas contemplando todos os cursos da Unitins em Palmas, Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis. Inscrições são feitas exclusivamente pela internet


Ocorrência

Polícia Civil prende mulher suspeita de estelionato no sudeste do Estado

Mulher estava se passando por conselheira espiritual, mas na verdade aplicava golpes em pessoas do sudeste


Proibição

Adapec apreende carga de 10 toneladas de sementes de capim irregular na TO-050 entre Palmas e Porto Nacional

O proprietário da carga foi multado em R$ 2.700,00 e as sementes foram destruídas no aterro sanitário de Palmas.


Tocantins

Adetuc e consultores reúnem-se para definir implantação do Observatório do Turismo do Tocantins


Educação

Com palestras, professor da Rede Municipal de Palmas motiva alunos a enfrentarem obstáculos


Preservação

Praias de Babaçulândia recebem o mutirão de limpeza do projeto Praia Limpa, Praia Viva


Pagamento do FGTS

Caixa estende horário de atendimento amanhã e abre no sábado


Preservação

APA Ilha do Bananal Cantão dedica programação ao Dia Nacional do Cerrado


Visita

Antonio Andrade recebe alunos na Assembleia



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira