Saturday, 16 de November de 2019

ECONOMIA


Porto Cereais

Governo do Estado avalia concessão de benefícios fiscais para empresa que exporta feijão para China e Índia

19 Oct 2019    15:38    alterado em 19/10 às 15:38
Governo do Estado avalia concessão de benefícios fiscais para empresa que exporta feijão para China e Índia

O secretário da Indústria, Comércio e Serviços, Ridoval Darci Chiareloto, visitou, nesta quinta-feira, 17, a empresa Porto Cereais, da família Tomazini, em Porto Nacional, que trabalha com exportação de feijão para os mercados da Índia e China. A visita foi realizada para conhecer o modelo de negócio da empresa que tem interesse em receber os incentivos fiscais concedidos  pelo Governo do Estado para ampliar produção e colocar seu produto no mercado interno.

Há dois anos instalada no município, a empresa Porto Cereais exporta três tipos de feijão, o feijão-mungo-verde, feijão-mungo-preto e o Adzuki que são muito consumidos pela culinária oriental. O produto é plantado pelos produtores de Lagoa da Confusão, onde toda produção é adquirida pela empresa para exportação. Neste primeiro semestre, a empresa enviou aos dois países 21 mil sacos do produto em parceria com a Arbasa Alimentos.

 Segundo o proprietário, Leonardo Alves de Faria, a empresa tem interesse em atender o mercado interno, já que toda produção é exportada, por isso está buscando ser beneficiada com os incentivos oferecidos pelo Governo do Estado para tornar o  produto mais competitivo no Estado e fora dele.

“Precisamos ser agressivos no mercado para enfrentar a concorrência local e os incentivos fiscais iriam reduzir nossa carga tributária para que o nosso feijão possa ser comercializado com preços bem competitivos no mercado interno”, afirmou.

A empresa possui uma Unidade Básica de Semente-UBS, onde são feitos a seleção, armazenamento e distribuição do produto com capacidade de mil sacos por dia, inclusive, com câmara fria, onde o feijão a ser exportado é armazenado à temperatura de 10 graus.

Segundo Leonardo, a empresa está com projeto para construir uma nova Unidade Básica de Semente com capacidade cinco vezes maior, aumentando também o número de empregos oferecidos. A empresa emprega atualmente 21 pessoas.


Visita

Na ocasião, o secretário Ridoval Chiareloto se reuniu com diretores da empresa, onde conheceu o projeto de implantação e expansão da empresa que é única no Estado neste modelo de negócio.  Ridoval Chiareloto apresentou aos diretores os incentivos fiscais que o Governo do Estado dispõe e os critérios para que a empresa possa requerê-los. “O Governo tem total interesse em apoiar empreendimentos como estes que ajudam no desenvolvimento e crescimento do Estado”, afirmou.

COMPARTILHE:


Confira também:


Atenção

Energisa reforça orientações de segurança em caso de temporais

Em 50 dias, mais de 400 postes foram derrubados por eventos climáticos severos no Tocantins

Serviço

Governo, por meio do Sine, orienta trabalhadores para habilitar a Carteira de Trabalho Digital

Para acessar a Carteira de Trabalho Digital é necessário obter a senha de acesso no Acesso.gov.br. Para aqueles que não possuem a senha, poderão adquiri-la através do Aplicativo da CTPS Digital, ou clicando no link a seguir Acesso.gov.br




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira