Sunday, 31 de May de 2020

ECONOMIA


Rnest

Petrobras acende fornos da Unidade de Destilação Atmosférica da Refinaria Abreu e Lima

04 Dec 2014

A Petrobras acendeu quarta, quarta-feira (03/12), os fornos da Unidade de Destilação Atmosférica (UDA) da Refinaria Abreu e Lima (Rnest). Esta nova etapa do processo de entrada em operação da Rnest consiste em aquecer e fracionar o petróleo para a posterior produção de derivados.

Com o acendimento dos fornos da UDA, o petróleo é levado gradualmente de uma temperatura de 30oC até 340oC. Durante este procedimento, todos os equipamentos, linhas e torres da unidade são aquecidos. Assim, pode-se verificar, em escala real, o comportamento mecânico de toda a instalação. A partir do aquecimento do petróleo, inicia-se a sua separação em correntes que se transformarão em derivados, como gás combustível, gás liquefeito de petróleo (GLP), nafta petroquímica, diesel e resíduo atmosférico (RAT).

Antes do acendimento dos fornos, foram realizados diversos testes, como avaliações individuais dos queimadores e de todas as válvulas de segurança. Ao final do processo de circulação a quente de petróleo na UDA, será realizado o envio dos derivados para os tanques de armazenamento. Na sequência, haverá a partida das Unidades de Geração de Hidrogênio, de Hidrotratamento de Nafta, de Hidrotratamento de Diesel, de Coqueamento Retardado e de duas Unidades de Tratamento.

O processo de entrada em operação da refinaria iniciou em 19/11 com a gaseificação da UDA, seguida da admissão de petróleo na unidade em 24/11.

COMPARTILHE:


Confira também:


Ineditismo

Agrotins 2020 100% Digital rompe barreiras e se torna marca forte no cenário nacional

Conteúdo continuará disponível na plataforma até 26 de junho


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira