Thursday, 17 de October de 2019

ECONOMIA


Economia

Recursos do PAC impulsionam desenvolvimento do Tocantins

12 Jun 2008

A parceria do estado do Tocantins com o governo federal está permitindo o desenvolvimento sustentável tão preconizado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que vem sendo colocado em prática pelo governador Marcelo Miranda. Através de projetos hidroagrícolas, agropecuários, hidroelétricos, de habitação e de infra-estrutura urbana os investimentos já estão beneficiando a população dos 139 municípios do Estado.

Com os recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento que já chegaram ao Estado até maio: R$ 226,6 milhões, dos R$ 297,6 previstos para este ano, segundo dados do Siaf - Sistema Integrado de Administração Financeira divulgados na imprensa nacional, estão em andamento grandes obras como a Ferrovia Norte-Sul e os projetos hidroagrícolas Manuel Alves, São João e Sampaio, além das obras de infra-estrutura urbana e habitação. Com isso, o Estado torna-se o primeiro em execução orçamentária no país com 76% dos recursos previstos para este ano já em aplicação.

Para o governador Marcelo Miranda, os investimentos do PAC são muito importantes para um estado em formação e lembra o grande impulso que os recursos vêm trazendo, por exemplo, para a habitação, pois já passam de 30 mil casas construídas através da parceria União, Estado e municípios. "Todas as esferas de governo estão funcionando, independente de cor partidária, e não é só saneamento e habitação, tem projetos importantes como o Manuel Alves, São João e Sampaio, onde os recursos estão chegando e as obras estão sendo executadas", ressalta o governador.

O Tocantins é um dos estados com o maior número de municípios beneficiados pelo PAC, graças ao bom relacionamento do governador Marcelo Miranda com o presidente Lula e, automaticamente, as contrapartidas do governo do Estado. No último dia 6, em Brasília, por exemplo, mais 22 municípios tocantinenses foram beneficiados, sendo Palmas contemplada com a maior parte dos recursos, R$ 49,6 milhões. Outros R$ 23,5 milhões foram destinados à construção de moradias no interior do estado.

Entre as obras financiadas com recursos do PAC está o Projeto Manuel Alves, na região de Dianópolis, onde foram aplicados até o momento R$ 200,1 milhões, sendo deste montante 90% dos cofres federais e 10% do Tesouro Estadual. O projeto absorve direta e indiretamente 2,5 mil trabalhadores da região, gerando renda e, automaticamente, aquecendo a economia do Sudeste tocantinense.

A primeira etapa de área irrigada, já entregue, possui 5 mil hectares e a capacidade da barragem é de 240 milhões de metros cúbicos de água. A produção de frutas e outras culturas será distribuída para os mercados consumidores do Nordeste, Centro-Oeste e para o próprio Estado.

Assim como o Manuel Alves, o Projeto São João, entre Palmas e Porto Nacional, está em plena fase de revitalização com a chegada dos recursos do PAC. O projeto, que vai produzir frutas para abastecer a capital e o interior, possui 5,5 mil hectares e gera cerca de 3,5 mil empregos diretos e indiretos. Da mesma forma, o PAC auxilia no desenvolvimento socioeconômico da região do Bico do Papagaio, extremo Norte do Tocantins, por meio da agricultura irrigada, com a implantação total do Projeto Sampaio, que produzirá frutas e grãos.

Na região do projeto Sampaio, já foram aplicados recentemente com recursos do PAC R$ 348.233,65 na construção das casas. O projeto fica no município de Sampaio, a 667 quilômetros de Palmas, onda há a parceria do governo estadual, com recursos do Ministério da Integração Nacional.

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira