Friday, 03 de April de 2020

ECONOMIA


Panorama

Semana Santa deverá movimentar R$ 3,68 bilhões em viagens internas

04 Apr 2015

As viagens dentro do país deverão movimentar R$ 3,68 bilhões durante a Semana Santa, com  as festas religiosas e as reuniões familiares que deverão impulsionar os gastos nesses dias, informou o Ministério do Turismo. A pasta estima a realização de 2,15 milhões de viagens internas, cada uma com custo médio de R$ 1.712,87, incluindo deslocamento, alimentação e turismo.

"A Semana Santa é um feriado mais intenso que outros. As pessoas aproveitam para usufruir de estruturas de lazer ou para visitar parentes e amigos, além da estrutura religiosa", explicou o diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, José Francisco de Salles Lopes.

Pelas estimativas da pasta, São Paulo concentrará o maior número de viagens, com 407.346. Também será o estado com o maior gasto, R$ 570,1 milhões. O Rio Grande do Sul aparece em segundo lugar em relação ao valor movimentado, calculado em R$ 489,4 milhões para 136.482 viagens.

Em relação ao número de viagens, o Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com 174.277 e gasto estimado de R$ 292 milhões. Estados do Nordeste também têm peso significativo: juntos serão os responsáveis pela movimentação de aproximadamente R$ 1 bilhão. Somente a Bahia movimentará R$ 310,2 milhões em 163.778 viagens.

O consultor Diogo Duarte DAlessandro, de 34 anos, é um dos que estão com viagem marcada no período. Ele mora em São Paulo com a esposa. Juntos, vão a Brasília para a Páscoa. "Além de a própria Páscoa ser um data familiar, vamos comemorar o aniversário da minha esposa e o do meu pai", conta disse DAlessandro. O principal gasto que se prepara para ter é com alimentação. "Vou sair, encontrar os amigos."

A projeção do Ministério do Turismo é com base no gasto médio e na frequência de viagens em feriados nacionais. Foram usados os últimos dados anuais, de 2011, somados à inflação no período, que foi de cerca de 27%. Lopes explica serem dados inerciais, ou seja, sem influência de nenhum fator específico, e que podem variar.

De acordo com a pasta, os feriados impulsionam a economia turística e geram impacto em diversos setores, como a indústria de automóveis, o setor aéreo, bares e restaurantes, hotelaria e serviços. (ABr)

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Auxílio emergencial é publicado e governo abre crédito de R$ 98 bi

Vetos à nova lei não alteram valores nem critérios do programa

Condenação

MPTO obtém condenação de ex-prefeito de Palmas Raul Filho e da esposa por esquema criminoso envolvendo empresa responsável por limpeza e coleta de lixo

Os dois políticos e mais 12 pessoas foram denunciados pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO) por formação de quadrilha, corrupção passiva, fraude à licitação, dispensa de licitação fora das hipóteses previstas em lei, apropriação indébita e desvio de


Pandemia

Governo do Estado disponibiliza informações sobre contratos referentes à Covid-19 no Portal da Transparência

O objetivo é garantir a transparência e a publicidade quanto aos gastos referentes ao enfrentamento da Covid-19 no Estado


Atendimento remoto

Após ampliação, Delegacia Virtual bate recorde e registra 1028 ocorrências em março

O número foi muito superior ao registrado em fevereiro, que fechou com 626 Boletins de Ocorrência.


DOU

Mais de sessenta municípios tocantinenses têm incremento do PAB, informa ATM


Saúde

Ambulatório do Hospital Geral de Palmas é entregue após reforma


EDUCAÇÃO E PANDEMIA

Ano letivo poderá ter menos de 200 dias, diz Ministério da Educação


Pandemia

Portaria autoriza mototaxistas de Palmas a fazerem serviço de entregas durante período de isolamento social


Infraestrutura

Trecho da TO-010, entre Lajeado e Tocantínia, começa a receber melhorias


Alerta

Ayres defende que sem isolamento social municípios não podem decretar calamidade pública



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira