Wednesday, 21 de February de 2018

Wednesday, 21 de February de 2018

ESPECIAL


Alimentação Escolar

1ª Semana da Alimentação Escolar terá nova data para premiação

13 Nov 2017

A premiação do Concurso de Receitas, prevista para acontecer no encerramento da 1ª Semana da Alimentação Escolar, foi adiado devido à forte chuva que caiu no final da tarde desta sexta-feira, 10, em Palmas. De acordo com a comissão organizadora da Secretaria Municipal da Educação, uma nova data será divulgada nos próximos dias.
 
Ao todo 43 escolas da rede municipal de Palmas disputaram na condição de escola parcial, escola de tempo integral e Centros de Educação Infantil (Cmei). As categorias são: Comidinha, doce e salgado, além da premiação para três pratos por originalidade e criatividade.
 
O evento, realizado pela Secretaria Municipal da Educação (Semed) em parceria com Desenvolvimento Rural (Seder), na ETI Almirante Tamandaré, na Arse 132, contou com mostra das ações de educação alimentar e palestras da nutricionista Caroline Roberta Freitas, e sobre o projeto Roça na Escola como ferramenta educacional, com a engenheira ambiental Mariana Borges. A Orquestra Sanfônica da Escola Municipal Beatriz Rodrigues e o teatro de fantoches, com Any Sandra Cunha Mendonça, Coordenadora Estadual do Programa Mesa Brasil - SESC Tocantins, comandaram as apresentações culturais.
 
No período da tarde foi o momento das escolas prepararem seus pratos e apresentarem para degustação dos jurados. 

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

2

PARABÉNS!
PARABÉNS!

2

BOM
BOM

2

AMEI!
AMEI!

2

KKKK
KKKK

3

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

3

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

1

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Palmas

Júnior Geo cobra concurso para a Guarda Metropolitana

Na oportunidade, o vereador destacou a necessidade em se fazer emendas parlamentares com o propósito de fortalecer o serviço

IPTU

Palmas é a 12ª cidade no País que mais investe na manutenção em serviços públicos com recursos do IPTU, aponta estudo da UFT

Palmas está no topo das cidades brasileiras (entre 200 mil a 500 mil habitantes) que mais investem por pessoa (per capta) na manutenção de serviços básicos e essenciais da cidade a partir do que arrecada com o IPTU




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira