Wednesday, 24 de July de 2019

ESPORTE


Rio de Janeiro

Atleta trans Priscila Reis fala sobre polêmica na Copa Carioca de Fisiculturismo

02 Dec 2018    12:29    alterado em 02/12 às 12:29
C2 studio / MF Press Global Atleta trans Priscila Reis fala sobre polêmica na Copa Carioca de Fisiculturismo

Neste sábado aconteceu mais uma edição da Copa Carioca de Fisiculturismo. O evento foi realizado pela IFBB Rio no Centro de Convenções Sulamérica, no Rio de Janeiro. Atletas das mais diversas categorias em busca do sonho de ser campeão.

Dentre as competidoras da categoria wellness, uma chamou atenção de forma diferenciada: a atleta Priscila Reis é transsexual, e compete com mulheres cis gênero (mulheres que identificam-se com o gênero de nascença), na categoria acima de 1,68m. Priscila, que foi vice campeã do Mister Saquarema, conquistou o quarto lugar na Copa Carioca de Fisiculturismo.

“Apesar de não ter sido a campeã, não irei desistir de continuar disputando outros campeonatos. Vai ter trans disputando com mulher cis gênero sim. Eu me sinto vitoriosa só de quebrar esse tabu, de mostrar pra minha classe que podemos ser nossas próprias inspirações. Estou feliz em fazer o que gosto”, afirma Priscila.

Após a divulgação dos resultados, houve especulação nas redes sociais de que a atleta poderia não ter conquistado o primeiro lugar por discriminação, pelo fato de ser trans. Priscila nega que tenha sofrido preconceito e fala sobre seu desempenho na competição: “Não sou uma vitimista. Não gosto de criar desculpas para as coisas que acontecem. Não posso afirmar que não ganhei por ser a única trans no meio das mulheres. É uma acusação séria, e eu teria que ter provas para alegar isso. Eu acredito que não ganhei porque os juízes escolheram a que mais se adequava nos quesitos estabelecidos por eles, não por preconceito. Sou novata em competições de fisiculturismo e ainda não estou tão conhecida, não sei. Mas fico feliz por ter participado e representado minha classe.”

Sobre a vencedora, Priscila diz que a vitória foi merecida e as lições aprendidas com a participação na competição: “A questão de eu falar que fui prejudicada pelos árbitros por ser transexual não procede. Pelo menos eu, de verdade, espero que não seja real . Na minha opinião, acho que a Yara Silva mereceu a vitória. Eu a admiro. Ela só esse ano competiu nove vezes, tem anos de palco e experiência. Este é apenas o meu segundo campeonato. De qualquer modo, ainda me sinto feliz por ter competido. Tive apoio da minha família e amigos, minha mãe esteve presente comigo no campeonato, e me sinto uma vencedora, mesmo sem o título”.

Priscila afirma que está com outros planos e metas para o ano que vem após a competição: "É agora me preparei melhor pro ano de 2019, onde estarei analisando quais campeonatos irei participar. Agora quero focar no carnaval”, conclui.

COMPARTILHE:


Confira também:


TRE-TO

Partidos Políticos têm 30 dias para informar CNJP à Justiça Eleitoral

No Tocantins, conforme informações da Secretaria Judiciária e de Gestão da Informação do TRE-TO, 29 partidos estão em situação irregular por não terem realizado o cadastro de seus diretórios municipais ou regularizado o Código de Natureza junto ao CNPJ

Queda de Braços

Prefeita Cinthia Ribeiro ataca Palácio Araguaia e governo libera servidora para assumir pasta da educação

Mesmo liberando a servidora Cleizenir Divina dos Santos para assumir a educação do município governo não demonstra interesse em participar da gestão Cinthia.



Pedro Afonso

Após recorde de soja, Coapa registra produção histórica no recebimento do milho safrinha

O presidente da Coapa aproveitou para parabenizar a equipe de colaboradores pela dedicação no atendimento aos produtores e por garantir um bom resultado na safra.


Fórum

Banco não dá baixa em alienação fiduciária de veículo, quitado há 3 anos, e terá que indenizar consumidor em R$ 15 mil por danos morais

Em sua defesa, a instituição bancária alegou que a baixa da alienação já havia sido feita, mas o magistrado entendeu que ficou configurado o ato ilícito praticado pelo banco, pois não existem documentos que comprovem essa efetivação


Miracema

Miracaxi mantém tradição e agrada público local e turistas

O evento foi reforçado com segurança particular especializada, detector de metais, câmeras de monitoramento da PM e do município, policiamento militar, civil, força tática e Corpo de Bombeiros.


Hospital de Amor

Ao completar 10 anos, Leilão Pecuária Solidária volta a Palmas: edição deste ano será dia 9 de novembro


Poluição

Aceiros realizados pela Seder no Parque Estadual do Lajeado auxiliam no combate às queimadas


Palmas

Divulgado resultado preliminar dos projetos classificados para concorrerem ao Edital do Itaú Social 2019


Turismo

Taquaruçu merece um olhar especial por parte das gestões públicas


Defensoria

Dados apontam que 81,6% das pessoas atendidas pela Defensoria Pública vivem com até um salário mínimo


Seciju

Ações contra violações de direitos são realizadas em praias do estado



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira