Friday, 18 de October de 2019

ESPORTE


Tecnologia

Oi implanta solução de videomonitoramento com reconhecimento facial no Maracanã

09 Jul 2019    13:31    alterado em 09/07 às 13:31
Oi implanta solução de videomonitoramento com reconhecimento facial no Maracanã

A Oi, em parceria com a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, anunciou a expansão do uso da solução de monitoramento urbano através de videovigilância com analytics para o Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. Com a implantação de câmeras com a tecnologia embarcada, a plataforma esteve operacional na final da Copa América, entre Brasil e Peru, onde mais de 50 mil pessoas estiveram presentes no estádio.

Inicialmente implementada em Copacabana, com o uso de câmeras durante o carnaval, a solução permite o reconhecimento facial e a leitura de placas para localizar pessoas e veículos suspeitos e identificar padrões de comportamento e situações de risco. Os dados coletados ficam armazenados dentro do ambiente dos clientes e as operações dessas plataformas são feitas exclusivamente pelos órgãos públicos contratantes.

A Oi vem evoluindo com o seu projeto de videomonitoramento em parceria com o Governo do Rio de Janeiro, que prevê a expansão da plataforma e o crescimento do parque instalado de câmeras em novas localidades.

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira